Das ilusões

A propósito de uma coisa que vi agora de manhã...


O mal de muitas relações é que as pessoas pensam que, mesmo sem se esforçarem, o outro vai continuar a gostar de nós. Mesmo sem dedicação, sem esforço, sem preocupação, alimentam a ilusão de que vão continuar a ser amadas/os. E não vão. Lá porque alguém nos ama hoje, não temos a garantia de que nos vá amar amanhã. Os sentimentos não são constantes. Os sentimentos mudam. As pessoas mudam. A garantia só existe se houver esforço diário, de parte a parte.

O amor, sempre acreditei, tem de ser alimentado diariamente. Devemos dar ao nosso parceiro razões para nos amar, diariamente. Pequenos detalhes ou grandes gestos que façam o nosso parceiro olhar para nós e pensar "é isto, continua a ser isto". O amor constrói-se, fica sólido, mas precisa sempre de ser alimentado. E bem alimentado.

Comentários

  1. Tens toda a razão. E convém ler isto de vez em quando, para relembrar que se não alimentares um fogo... ele acaba por se apagar.

    ResponderEliminar
  2. Não podia estar mais de acordo! O amor precisa de atenção porque leva anos a construir mas se for para desmoronar é num instante!!

    XoXo ♥

    ResponderEliminar
  3. Concordo perfeitamente, o jardim tem de ser constantemente regado... Sempre adorei esta passagem no que toca a esse assunto:

    “Para uma família ser feliz, é necessário haver sedução. Os filhos têm de ser charmosos para encantar os pais, os pais têm de se esforçar para educarem convincentemente os filhos. E marido e mulher, caso queiram permanecer juntos, têm de passar a vida inteira a engatar-se. O mal da família é a facilidade. É pensar que aquele amor já é assunto arrumado.” -Miguel Esteves Cardoso (acho que esta crónica está no Último Volume), senhor que aliás tem outras crónicas excelentes sobre o amor e as relações.

    ResponderEliminar
  4. Nisso concordo contigo. O amor deve ser alimentado e bem alimentado, não podemos enconstar-nos ao canto e ficar à espera que se mantenha. =)
    Bora lá à luta..

    ResponderEliminar
  5. Olá S*,
    Sem dúvida... há que alimentar o AMOR a cada instante!!!
    Beijinhos e "continuaçon" de muitos e bons momentos amorosos!!! ;-DDD

    ResponderEliminar
  6. Penso que tens toda a razão. A quimica precisa de ser alimentada, tal como qualquer reação!

    ResponderEliminar
  7. JC adorei... vou procurar e citar!

    ResponderEliminar
  8. E o esforço tem de ser de ambas as partes mas, às vezes esquecemo-nos disso.
    Bj**

    ResponderEliminar
  9. Não podia estar mais de acordo contigo. beijos

    ResponderEliminar
  10. Muito obrigada JC... vou ler. Adoro o MEC e estes textos dizem-me muito.

    ResponderEliminar
  11. Sem dúvida que sim. Numa relação nada pode ser tomado como garantido.

    ResponderEliminar
  12. Concordo contigo! Não se pode ficar de braços cruzados e esperar que tudo corra bem, e que haja um grande romance se não se fizer nada para isso. É preciso encher o bandulho de carinho, de atenção, de pequenos gestos, para que o amor que se tem possa crescer cada vez mais forte e saudável.

    ResponderEliminar
  13. Penso tal e qual. Um investimento constante no que nos és importante, precioso e caro.

    ResponderEliminar
  14. O amor é como tudo... Se não for bem regado (apimentado) morre...!!!

    ResponderEliminar
  15. tens toda a razao.
    E como uma flor, precisa de ser regada todos os dias para nao secar.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  16. ora nem mais. as vezes esquecemo-nos disso. mas tem mesmo que ser :) beijinho

    ResponderEliminar
  17. Quem fala assim não é gago. Não podia estar mais de acordo, mas pensamos que ambos devem ter a noção disto, e nõ apenas um.

    Beijinho C.

    ResponderEliminar
  18. Não diria melhor. Só quem nunca passou por isso é que pode achar que um Amor se alimenta a si próprio.

    ResponderEliminar
  19. A paixão, o desejo, precisam de "alimento". Mas o amor é incondicional.
    Porque é que pensas que, mesmo depois das maiores desilusões, os pais continuam a amar e a defender os filhos?
    Ou isso não é amor?
    Mesmo os amantes infelizes continuam a amar apesar da dor de corno.

    ResponderEliminar
  20. Mas foi giro ver tanta confusão entre "uma relação" e amor.
    É como comparar um vulcão a fogo de artifício... loool

    ResponderEliminar
  21. Adorei este teu post! Não podia estar mais de acordo com estas tuas palavras!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  22. Depois de te ler veio-me à lembrança um post que fiz em tempos, em que dizia que temia que a nossa relação ficasse obesa... nada se pode dar por adquirido e certo, todos os dias todos os momentos servem para lembrar ao outro que continuamos ali, mas sempre e cada vez mais dando o nosso melhor!!!

    Beijo

    ResponderEliminar
  23. Por isso é que a minha mãe sempre me disse que o pijama só se veste entre o banho e a cama. Isto para dizer que mesmo que ele chegue tarde a casa eu devo estar arranjada como mulher dele e não como um farrapo :)

    ResponderEliminar
  24. E ainda bem que mudam... senão era uma seca! lol

    ResponderEliminar
  25. O coração também cansa de dar e de nunca receber e o amor se não é regado diáriamente com o carinho de quem se ama acaba por secar...

    Beijocas

    ResponderEliminar
  26. Concordo plenamente!!!
    Quando o egocentrismo toma conta das pessoas e acatam a ideia de que só o outro tem de se esforçar, byby.

    ResponderEliminar
  27. Concordo olenamente contigo! O mal maior que existe em muitas relações é mesmo esse, o de as pessoas darem o outro, os sentimentos do outro como garantido.

    ResponderEliminar
  28. Tem de ser sempre alimentado todos os dias, com coisas diferentes, com pormenores...é o dia-a-dia a ser construído a dois, a monotonia estraga tudo!

    ResponderEliminar
  29. Eu cá gosto daqueles pequenos detalhes que depois fazem toda a diferença. Parece daquelas frases feitas mas é bem verdade! :)

    ResponderEliminar
  30. oh, tão verdade...
    tem que continuar a haver férias a dois, momentos para namorar, sexo sem obrigação implícita... numas escapadelas à hora do almoço, que se fica sem almoçar, mas com um sorriso imenso! (se disserem que esta última é biográfica, eu nego! ;D)

    Enfim, continuar a arrebatar o coração de quem amamos para que continue a amar-nos.

    ResponderEliminar
  31. Nada é garantido, muito menos numa relação. E eu que o diga. O meu grande problema, foi não ter a coragem de saltar fora quando pensei em o fazer. E deixei-me sobreviver até ao dia em que sem dúvida já não tinha nada para dar à outra parte e claro, a outra parte por muito que me desse, nda me interessava ou fazia vibrar. E olha que foi um grande erro. Foi um intervalo de cerca de 5 anos. No fundo, não vivi paixão, sobrevivi com um amor fraterno.

    ResponderEliminar
  32. Concordo plenamente contigo. É preciso cativas sempre.

    ResponderEliminar
  33. É um sentimento que tem de ser regado, podado e alimentado, diariamente.

    ResponderEliminar
  34. Fantástico texto. Sem duvida que é uma das coisas que as pessoas hoje em dia esquecem: alimentar as suas relações. E depois é ver relações fragilizadas, pouco sustentadas.

    ResponderEliminar
  35. Concordo, sem esforço não se vai a lado nenhum *

    ResponderEliminar
  36. Gostei do texto =) sem esforço não se vai a lado nenhum e as coisas precisam de ser trabalhadas se queremos que resultem =)

    ResponderEliminar
  37. Concordo concordo concordo. E era tão bom que toda a gente soubesse (e agisse de acordo) disto!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares