(relax, take it easy)

A minha mãe acha que eu não gosto de arrumar a cozinha. Deve achá-lo porque olha para mim e me vê com a maior cara de enterro, a olhar para a louça, sem abrir a boca. Logo eu, que pelos vistos tenho a obrigação de estar sempre a sorrir. De vez em quando ela diz-me para ir para o quarto achando que, sei lá, estou numa crise existencial qualquer e não quero lavar a louça.

Mas eu não me importo de lavar a louça. Estraga-me as unhas, é certo, mas isso é porque eu não gosto daquelas luvinhas.

O que me incomoda mesmo é que, na hora de arrumar, uma certa pessoa se vá sentar no sofá da sala, a ver televisão. E ela nada, nem se queixa. Eu também já nem me queixo, que já vi que não adianta.

Não nasci para ser criada de ninguém. Muito menos de alguém que não me é nada.

Comentários

  1. :|

    ....

    Nem sejas! Da maneira que mostras ser, não o vais ser :P :)

    ResponderEliminar
  2. Mas há alguém que goste de arrumar a cozinha?
    tenho as minhas duvidas ..

    ResponderEliminar
  3. ...não sei o que te diga...
    Olha, eu cá só gosto de fazer as coisas a gosto. Se me mandam fazer alguma coisa, fico piursa!

    ResponderEliminar
  4. Pois... Deixa-lhe um bilhetinho discreto!!

    ResponderEliminar
  5. Isso deve ser mau. Eu não posso dizer nada que não tenho razão de queixa.

    Quando estiveres chateada com a louça ou com o que quer que seja respira fundo :)

    ResponderEliminar
  6. Pois...eu não o aceitaria de quem me é algo, quanto mais de quem não é. Cá em casa as tarefas dividem-se pelos dois - essa coisa de as mulheres fazerem tudo já lá vai há muitooo tempo!

    ResponderEliminar
  7. Oh...pede a quem se senta no sofá uma máquina de lavar loiça:P

    ResponderEliminar
  8. eu odeio lavar a loiça prefiro fazer qualquer outra tarefa doméstica. Só a ideia de acabar de comer e mexer nos pratos com restos pequeninos e gordura e cheiro a fritos ou tomate (iac) é coisa pa me deixar enojada... mas as vezes tem de ser.. claro que gostava que o meu pai n ficasse a ver --'

    ResponderEliminar
  9. Ainda bem que está pessoa nao te é nada.
    Pior era se fosse o teu marido.

    ResponderEliminar
  10. Que engraçado, sofro do mesmo problema. Mas também já vi que não adianta muito refilar por causa disso -.-'

    ResponderEliminar
  11. relax, S*. mas fogo.. tu tens razão pá!

    ResponderEliminar
  12. Sem dúvida. Tem de se ter paciência (isto dá para mim e para o teu post).

    ResponderEliminar
  13. Mas que raio se passou na blogsferia? (ou lá como se diz) quem fez o quê a quem, estou a apanhar do ar. Hmppf. Ahh e assino por baixo tb nao nasci para ser criada, nao nao nao.

    ResponderEliminar
  14. :) Eu declaradamente não gosto de lavar a louça, felizmente na minha casa de estudante dividimos tudo muito bem e cá em casa também!

    ResponderEliminar
  15. ainda bem que tenho um marido que adora lavar a loiça . é coisa que abomino. kis :)

    ResponderEliminar
  16. Não deixes nada bilhetinhos discretos (a Malena é maluca loool). Serve-lhe o jantar na loiça suja do almoço! AHAHAH

    ResponderEliminar
  17. Foi por essas e por outras que eu aprendi a lavar a loiça e a arrumar a casa: a minha irmã, um dia, virou-se para mim e disse-me que, ou eu lavava a loiça, ou ela deixava de fazer sobremesas. A minha gulodice falou mais alto :o)

    ResponderEliminar
  18. Isso é retrato dos homens lá de casa.... nenhum... não fazem nenhum... aquela mentalidade de antigamente que os homens não fazem nada, as mulheres é que têm essa obrigação... já disse à minha avó que quando casar será com um homem que partilhe ou que faça mais do que eu, será de dizer que a minha avó ficou a olhar para mim como se fosse um ET lool :P

    ResponderEliminar
  19. Desistir de mostrar o teu ponto de vista é que não querida. Não te metas nisso. Se não concordas...pois que deves demonstrá-lo de uma qualquer maneira...

    ResponderEliminar
  20. Ora, a ideia do Fresco até que nem é mau de todo... :)

    ResponderEliminar
  21. Eu barafusto, bato com o pé e viro as costas. Então se for homem fico piurça, se tem uma perna a mais, podem muito bem fazer o mesmo que nós fazemos. Bjs

    ResponderEliminar
  22. Eu detesto lavar a loiça! Bendita máquina que faz isso por mim!

    ResponderEliminar
  23. É fazeres o que achas e depois dizes agora 'o_não_sei_quantos' arruma. Se a pessoa não se tocar e a tua mãe vier em defesa. Azar! Tu é que não arrumas. Temos que impor aos outros os nossos limites e depois desligamo-nos porque o que os outros fazem com a vidinha deles não é problema nosso.
    :)

    ResponderEliminar
  24. Também não me importo nada de arrumar a cozinha (e eu até uso as luvinhas, portanto nem estrago as unhas :P). Mas se há coisa que me deixa doente, sem dúvida, é ter pessoas que julgam que estou aqui para ser criada deles. É que passo-me mesmo...

    Mas é como dizes (e já cantava o Mika): "relax... take it eeeeasy" :)*força

    ResponderEliminar
  25. A minha mãe acaba muitas vezes por me dizer " se é de má vontade, mais vale não fazeres" --'

    ResponderEliminar
  26. Respirar fundo é sempre uma opção correcta.
    Pensa positivo, a mim ninguém me ajuda no que quer que seja (a menos que as minhas colegas de casa colaborem e arrumemos a casa em conjunto), se não... a pilha de loiça é imensa e a de pó também!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  27. Ah... e eu gosto de arrumar a cozinha =)

    ResponderEliminar
  28. Pois, isso também não gosto.
    Todos a ajudar, deveria ser assim.

    ResponderEliminar
  29. Parece que me leste o pensamento de inúmeras vezes!

    ResponderEliminar
  30. Eu não gosto de limpar as casas de banho aqui em casa mas lá tem de ser de vez em quando. Mas no meu caso não há escapatória possível já que dividir as tarefas é quase impossível.
    mas quando há mais gente disponível, há que dar o corpo ao manifesto! Onde todos ajudam, não há dificuldades!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares