Incredulidade

Nunca conheci ninguém assim. Fala mal de toda a gente sem que lhe dêem motivos para isso. É invejosa. É egoísta. É mimada. É mesquinha. Não se importa de pisar os outros para subir. Não se importa de desejar mal aos outros se as coisas não lhe correm bem.

Isso eu já sabia que ela era. Infelizmente é-me próxima - deixará de o ser em breve. Não ligava muito, acreditei que ela era somente uma gaja imatura e cusca. Mas agora sei que o veneno dela não atinge só os outros - já chegou a mim. Assim como chegou a alguém de quem eu gosto muito. Assim como chegou a alguém que eu sei ser óptima pessoa.

Não tem limites e eu estou estupefacta. Espanta-me que alguém assim tão jovem, com uma vida fácil e supostamente feliz, seja assim tão má. Ela é má. É deliberadamente má.

Já estive mais longe de lhe espetar uns bofardos nas fuças. Quando ela amanhã vier para a minha beira a sorrir... ai. Agarrem-me.


Adenda: Infelizmente não há ninguém com mais razão do que eu ao escrever este texto. Ela é má. Nunca lhe fiz coisa nenhuma. Quanto aos bofardos, não lhos vou dar porque nunca fui muito violenta. Vou apenas ignorá-la, deixá-la a falar para o tecto e quando ela vier com a conversinha "e então novidades?". Eh pah, nenhumas. Isso querias tu saber para amanhã ires contar a toda a gente.

Comentários

  1. há tantas pessoas assim... faz-me confusão como conseguem ser assim.

    ResponderEliminar
  2. gente dessa é melhor é fugir deles...

    ResponderEliminar
  3. Disseste bem... Supostamente feliz!!! De certeza absoluta que não o é!!!

    Bjx

    ResponderEliminar
  4. de pessoas assim só se quer uma coisa: distância.

    ResponderEliminar
  5. foi falta de umas palmadas no rabo. Já não vão a tempo. Agora é melhor dar-lhas na cara.

    ResponderEliminar
  6. Infelizmente o que não falta por aí é gente sem personalidade, sem escrúpulos e má... :(

    ResponderEliminar
  7. conheci alguem assim também...ela era da familia pelo lado do meu marido, mas o tempo mostrou quem ela REALMENTE era e segue mostrando. Nós nos afastamos totalmente depois da ultima aprontada que nos atingiu em cheio,e tenho que te confessar: foi a melhor coisa que nos aconteceu, pois vimos do que era capaz, os outros viram tambem, pois fizemos questão de contar aos nossos amigos e parentes...E hoje, após 4 anos, somos muito felizes por não mais conviver com ela. Nos sentimos leves, sem a energia negativa que ela trazia...E ela segue aprontando...que triste!
    Quando li teu post, parecia que estavas falando dela...incrivel!!Por isso resolvi te contar. O melhor de tudo isso é tira-la do convivio e depois só sentir os beneficios disso. Bjo grande

    ResponderEliminar
  8. infelismente existe pessoas assim, por mais que custe a acreditar :s

    ResponderEliminar
  9. infelizmente, como ela há muitas. mesmo ao virar da esquina, onde menos esperamos.

    ResponderEliminar
  10. Eles "andem" aí, né? Para mal dos nossos pecados...

    É desprezar. Se não funcionar...umas galhetas. Se mesmo assim não der....uns sapatinhos de cimento e um mergulho em profundidade ao fundo do tejo...

    ResponderEliminar
  11. Ai dás uns bofardos dás que ela bem precisa.

    E que ninguém te agarre.

    Certas pessoas só assim é que aprendem.

    ResponderEliminar
  12. A indiferença é uma boa arma que se pode usar nestas ocasiões.

    ResponderEliminar
  13. Nao é concerteza uma boa companhia. Zarpa daí! lol.

    ResponderEliminar
  14. Eu sei o que você está passando. Imagino o quanto ficou decepcionada. - Se não te segurarem quando ela surgir na sua frente, o que fará? - Pense se vale a pena. Acho que você tem que se preparar primeiro, pra quando ela te procurar, você saber lidar coma situação no momento. Vai se preparando para o agir com a razão!
    Se ao dizer no meu blog que tem saudade de amar, espero que encontre outra pessoa e não a mesma.
    Podemos aproveitar para trocar mais idéias, que tal?

    Fique bem, beijos e se cuide!

    ResponderEliminar
  15. Há muita gente assim...
    Não lhe ligue, caso contrário, se mostrar irritação, se mostrar que se sente incomodada, ajuda-a no objectivo de uma pessoa desse tipo, não gostar de ver ninguém à sua volta "bem".
    Abracinho

    ResponderEliminar
  16. Acho que primeiro deves optar pelo afastamento, até porque o desprezo é a melhor forma de tratar pessoas assim e caso ela tenha alguma consciência sentir-se-á bem pior do que levar uns bofardos nas fuças (adorei a expressão). Caso a diplomacia não resulte aí sim terás toda a moral para lhe encostar à parede..

    ResponderEliminar
  17. eu ia dizer que ela devia ser minha prima, mas eu só sou mesmo mal educado...


    mandei-a foder com a quinta pata de um equídeo.

    ResponderEliminar
  18. Já vivi isso de tão perto, com uma pessoa que era minha amiga, prima e vizinha. E durante muito tempo acreditei que ela poderia mudar, mas não, cada vez pior. A solução é acabarmos com a proximidade de vez.

    ResponderEliminar
  19. Foge, miúda! Foge enquanto é tempo porque às vezes a peçonha causa danos! **

    ResponderEliminar
  20. Há pessoas que têm mesmo maus instintos... enfim é triste! bjs

    ResponderEliminar
  21. Agarro-te?Para quê?Vai-lhe ao focinho mesmo...x)
    Só lhe falta a língua viperina e fazer ksksksks

    ResponderEliminar
  22. Envia-me mail com pormenores sobre o jantar... Estive à procura do teu mail aqui no teu cantinho mas não encontrei!

    sonhos-amarelos@live.com.pt

    ResponderEliminar
  23. O problema é que, infelizmente, o mundo é, cada vez mais, de gentalha deste tipo...

    ResponderEliminar
  24. Ui... A gente 'amanda-te' para casa uns dias e ficas assim? Volta JÁ para o Porto!!

    Não faço ideia de quem estás a falar, mas isso nem parece teu. Gosto mais de quando encolhes os ombros e atiras um "Vai à m****!". É muito mais genuíno e uma das coisas que dão mais piada à S* que conheço :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  25. Dizer mal dos outros é um desporto nacional.
    Cada um parte do princípio que está bem, que é perfeito, etc., e os outros é que estão mal, é que têm os defeitos todos, etc.
    A nossa cultura é muito essa, a da maledicência.
    As excepções confirmam a regra... até tu, ao escreveres este texto, estás a ajudar à missa... ainda que tudo o que digas possa ser 100% verdade...

    Bom resto de semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  26. Acho que estás enganada quando achas que a vida lhe corre bem!
    Não pode correr. Só uma pessoa profundamente frustrada e infeliz age assim com os outros.

    ResponderEliminar
  27. Deus te dê paciência, porque se ele te dá força...

    ResponderEliminar
  28. devias dizer lhe na cara o que pensas. é o que eu faço, sabe te bem pq a honestidade te liberta e n tens de lidar mais com a pessoa, e faz bem á pessoa que abre um bocadinhozinho os olhos que seja.

    ResponderEliminar
  29. Tens de ignorar, ou tentar. Pessoas dessas nao merecem nem uma palavra torta :)

    ResponderEliminar
  30. Ui...infelizmente conheço umas quantas.
    Como eu costumo dizer...devia nascer cactos no c* dessas pessoas.

    ;)

    ResponderEliminar
  31. É quase inacreditável mesmo! Felizmente, não encontro pessoas dessas com muita frequência (ou não reparo...), mas fico sempre a pensar se não existirá uma coisinha boa, que seja, dentro delas, se já nasceram assim ou porque se tornaram assim!...

    ResponderEliminar
  32. Eu podia ter escrito este texto há um ano atrás. IGNORA e nao confrontes que arranja logo uma história a fazer-se de vítima de uma cabala e nao ha paciencia. Mundo esta cheio de gente pequenina!!! MEDO!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares