Quem te avisa teu amigo é

Já todos tivemos de dar o braço a torcer em diversas situações. Já todos recebemos conselhos, ignorámo-los... e mais tarde tivemos de admitir que deveríamos tê-los ouvido.

Na minha anterior relação, fiz orelhas moucas aos conselhos que me davam. Ignorei o que me diziam as pessoas que mais me amam - a família. Cheguei a zangar-me com a minha irmã porque ela não suportava o meu namorado. A minha tia também lhe ganhou um ódiozinho de estimação. Mas eu lá andava, comandada pelo coração, a ignorar o que me diziam.

Eu sei que custa ver alguém de quem gostamos a caminhar numa direcção errada. Eu sei que custa ver a nossa amiga/irmão/o-que-for a perder o seu tempo com alguém que não a merece. Dá vontade de amarrar na pessoa pelos colarinhos e gritar "será que não percebes que aquele monte de merd* te vai magoar?!".

Mas nestas situações eu sou apologista do "Deixa, há-de bater com a cabeça e acordar".

Eu ouvi todos os conselhos que me deram mas ignorei-os. Tive de bater com a cabeça três vezes... mas aprendi por mim mesma. Cai, magoei-me mas levantei-me.

Por isso, se virem o vosso amigo ou a vossa amiga a entrar numa relação que vai magoá-la, não percam o vosso tempo a tentar convencê-lo/a a desistir. Digam-lhe o que sentem, o que acham. Digam-lhe que ele/a não presta... Depois deixem-no espetar-se.

Tenham é o cuidado de estar lá quando ele cair. Vai precisar de uma mão que o ajude a levantar.

Comentários

  1. Verdade, verdadinha. As quedas são pessoais e os amigos para as ocasiões. Todas.
    :)

    ResponderEliminar
  2. E é para isso que os amigos servem, mas aqueles amigos mesmo, que estão lá para te levantar, caias quantas vezes caíres...

    Bj***

    ResponderEliminar
  3. Oh, que verdade!

    Nunca tinha pensado nisto assim, deixá-los magoarem-se mas se calhar é mesmo a melhor manneira.

    Miminho pra ti*

    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Por muito que alguem queira evitar a nossa 'desgraça', nunca ninguem aceita essa ajuda, até cair completamente no buraco. Nunca acreditamos na pessoa que nos 'confronta', inclusivamente chegamos ao ponto de acreditar que os outros é que não nos querem ver felizes.

    No meu caso, os amigos foram o meu pronto socorro, o que ao fim de tanto tempo de relação, não é algo fácil de socorrer.

    ResponderEliminar
  5. Somos todos assim, quando estamos apaixonados parecemos umas mulas com vendas nos olhos.

    O tempo é sempre bom amigo...

    Com carinho
    Sairaf.

    Ainda bem que esclarecemos o mal entendido :), obrigado.
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Uma mão, ou um pé bem no meio dos queixos e ele levanta-se eheheh
    Vâ lá como tu aprendeste a lição. Ontem disse-te que o amarelo do blogue era enjoativo e tu ouviste-me. lololol

    Fora de brincadeiras, eu também detesto que me dêem conselhos. E na altura que mos estão a dar, até posso abanar a cabeça que sim, mas cá por dentro estou é a mandar f*d*r o conselheiro eheheh.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. É mesmo verdade..só depois de batermos com a cabeça é que aprendemos. É um mal necessário infelizmente..

    beijoca*

    ResponderEliminar
  8. Se eu seguisse todos os conselhos que me dão, não teria caído, nem batido com a cabeça. Mas também não saberia o que é 'doer'. Não aprendia. =)
    Que belo texto!

    ResponderEliminar
  9. É bem verdade. Eu sou assim. Não vale a pena dizerem-me para fazer de outra maneira - eu tenho de bater com a cabeça na parede, para aprender sozinha.

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  10. quando uma pessoa está rodeada de sentimentos, que achamos ser tao fortes, preferimos nesse periodo de tempo, ficar "cegos e surdos" (mudos nao convem)...

    nessas situaçoes vale mesmo apenas esperar que caía, para o/a podermos segurar...

    nao vale mesmo a pena!!!


    beijinho

    (tens tambem de estar bem ciente se ja aprendeste mesmo a liçao :P
    é que so porque acontece uma vez e os outros nao gostam, nao quer dizer que aconteça à segunda, mesmo que tambem nao gostem do segundo)

    ResponderEliminar
  11. Ui! Bater com a cabeça!
    Faço questão de ser eu a bater com a cabeça do que ter alguém a aparar o golpe na testa... Assim se vai aprendendo alguma coisa!

    Kisses*
    Fénix*

    ResponderEliminar
  12. Ás vezes por muito mau que seja tem que ser mesmo assim, temos que cair, para nos podermos levantar com muito mais força ! *

    ResponderEliminar
  13. O ser humano aprende uma série de comportamentos por tentativa e erro... E no que toca a relações, o processo não é diferente... Só aprendemos depois de batermos com a cabeça na parede vezes suficientes para acordarmos... É triste, mas é a realidade.

    ResponderEliminar
  14. querida S* concordo integralmente com o que dizes.....
    Mais nada a declarar....
    é isso mesmo.

    ResponderEliminar
  15. Contra aquela frase que diz que "os amigos são para as ocasiões", acredito no seguinte: "os amigos, se forem mesmo AMIGOS, são-no em TODAS as ocasiões". E apesar dos caminhos que vamos trilhando na vida.
    E é bom saber que estão lá quando batemos com a cara na parede.
    Força, miga.
    Beijo!

    ResponderEliminar
  16. Quem não passou por isso?
    São essas coisas que nos tornam mais fortes...faz bem! Tudo se supera.. :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  17. tenho um amigo assim, cuja relação já dura há uns anos, mas ela mudou-o completamente...só lhe faz mal!! Mas pronto, se correr mal lá estarei eu p o que der e vier...

    ResponderEliminar
  18. Eu precisei de seis anos e um valente abanão de uma amiga...mas o certo é que só quando eu própria me convenci de que merecia melhor é que saltei fora. Gosto de ti, pareces ser sempre muito sincera, muito franca.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  19. os verdadeiros AMIGOS, sim aqueles que estão sempre do nosso lado até quando nos peidámos fortemente, cheira mal, mas ele fica ali, fica ali para qualquer coisa.

    por falta de aviso não é e pronto.





    PS: Sou má muito má para mim, e também para os outros. Sou muito pessimista em relação a mim, mas muito optimista em relação aos outros, e não gosto de os ver depre. ;) encara aquele meu post como a risada do dia loool. Com a Gripe A que pra'i anda... looool.

    Beijooooo Menina * * *



    PS2: Vamos combinar a nossa cafezada?! ;) Hihi.

    ResponderEliminar
  20. Menina Wow, email enviado. Vamos a isso. ;)


    Pipoca, obrigada querida. 6 anos é demasiado tempo perdido, pelo que a lição deve ter sido grande. Beijo ***

    ResponderEliminar
  21. Sou da opinião que devemos seguir o que achamos ser o mais acertado, ainda que estejamos completamente "ceguinhos". Por vezes só aprendemos com os erros. O que importa é que no final nos consigamos levantar, de preferência, sozinhos!

    ResponderEliminar
  22. Essa é que é essa...

    Não vale a pena criticar, porque quando estamos apaixonadas só vemos o lado bom, o lado mau ignoramo-lo...

    É preciso é que depois de cair ajudemos a levantar!

    ResponderEliminar
  23. muito pessoal, muito verdadeiro. concordo contigo, tive um amigo na mesma situaçao e demorei a perceber q por mais que o abanasse ele nao ouvia. apenas fiquei la pra qd ele precisou..

    ResponderEliminar
  24. verdade das verdadeiras.
    e o verdadeiro Amigo está sempre por lá... e até nem precisa de dizer "eu bem te avisei"... um olhar e está tudo dito.

    ResponderEliminar
  25. gosto bem mais do blog assim... mas sou só eu. lol

    ResponderEliminar
  26. 100% verdade... eu sou assim, aprendo por mim... por mais que me digam nunca dou ouvidos.

    ResponderEliminar
  27. é bem verdade, temos de apoiar e estar lá quando é preciso! se há coisa que aprendi é a não me meter na vida amorosa dos outros :S

    ResponderEliminar
  28. Este texto está soberbamente bem escrito! Não consigo acrescentar mais nada!

    Tudo verdade! Verdadinha!


    Beijinho, S*

    ResponderEliminar
  29. Hoje tive mesmo de deixar comentário, após tanto tempo de leituras!

    Nem de propósito a minha melhor amiga dizia-me esta tarde: atira-te de cabeça se te magoares cá estarei para apanhar os cacos!

    vou continuar por cá! ;)

    ResponderEliminar
  30. oh.. e tinha alguma piada fazeres o que te diziam os conselhos?
    Agora trata de para a próxima os ouvires!

    Sentido? nenhum, mas é mesmo assim a vida, podias ter tido sorte e tudo ter corrido bem :)

    ResponderEliminar
  31. E os verdadeiros amigos são esses, os que nos amparam nas quedas =)

    ***

    ResponderEliminar
  32. E será que todos não temos essa noção?! Julgo que temos mesmo, apenas tentamos provar a nós proprios e quem nos é proximo que a escolha que fizemos foi a mais correta mesmo que isso não seja o que por vezes sentimos,mas tudo isso faz parte do processo de crescimento, é a vida no seu melhor!


    beijoca




    Flutuas Comigo?

    ResponderEliminar
  33. Uma grande verdade... Os amigos sabem quando devem estar presentes e quando devem afastar-se...

    Bjx

    ResponderEliminar
  34. Que posso mais dizer???
    Muito bem escrito!!!

    Um bom dia para ti!!! ;-DDD

    ResponderEliminar
  35. o pior é se vemos essa pessoa a continuar a cair consecutivamente e a achar k a culpa é sempre dos outros. chega a um momento em k apetece desistir

    ResponderEliminar
  36. Ola minha querida!como eu te percebo, também já tive nessa situação, como quem cai e como quem tenta ajudar e de facto é muito complicado!
    Bjxxx

    ResponderEliminar
  37. O amor é cego... e surdo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  38. Concordo contigo. São os melhores amigos, esses.

    ResponderEliminar
  39. Neste texto disseste TUDO! No que toca a relações nunca ouvimos o que nos dizem... temos que bater com a cabeça para vermos que afinal tinham razão... E no final são os bons amigos que lá ficam a "cuidar do galo" que fizemos!

    ResponderEliminar
  40. O amor é uma treta. Gostamos de quem nos ignora, de quem nos faz sofrer. Ignoramos e não nos satisfazem aqueles que à partida são um doce e nos fazem tudo o que queremos. Só borrada!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares