sexta-feira, 5 de Junho de 2009

"Cativos Do Desejo"



Aviso aos leitores: Post estúpido a caminho. OK, foram avisados. Agora não se queixem.

Sabem aqueles romances de bolso? Os "Harlequin"? Os livros da Corín Tellado? Esses livritos pequenos que se compram nas estações de serviço, nas tabacarias? Ou aqueles que se encontram no sotão, nas caixas da mãezinha? Pois é desses que eu vou queria falar.

Quando eu tinha aí uns 13 aninhos andava na fase em que era curiosa e queria aprender o que era o Amor e essas coisas todas. E li muitos livros destes. Lia os que a minha mãe tinha no quarto dela, já muito velhinhos. Ou comprava para mim na Feira do Livro. Neste momento tenho um gavetão cheio deles, certamente mais de duzentos.

Lia-os com uma voracidade inexplicável. São pequenos livros de 180 páginas e eu chegava a ler três ou quatro por dia. Estava viciada mesmo. OK, aquilo são histórias sempre iguais mas geralmente até estão mais ou menos bem escritas.

A historiazinha era sempre a mesma: ele era rico, distante, frio e seguro de si. Geralmente alto e muito moreno, feições rígidas.

Citando o meu livro favorito: "Os seus olhos eram negros de azeviche e a cara parecia esculpida em rocha. Era interessante, mas de uma maneira que assustava, como uma estátua que tivesse vida. A sua voz era dura, rouca e inflexível." Ui... Estão a sentir a tensão? Este aqui era o Michalis, e era grego.

Ela era inocente, linda mas tímida, quase sempre virgem. Um anjo. E conheciam-se e odiavam-se sem motivo aparente. Elas achavam que eles eram arrogantes. Eles acham que elas eram metediças. Mas afinal o ódio era desejo reprimido!

"Michalis não tinha feito outra coisa senão olhá-la com desprezo. April sentia-se capaz de o tratar directamente se tivesse a vantagem de ser um pouco mais alta, ainda que não se aproximasse da altura dele. Era tão alto e magnifíco como um deus grego. Também os seus ares de superioridade pareciam divinos."

"Michalis era assustadoramente másculo, sensual de uma maneira muito rude. Nas poucas ocasiões que sorria, o seu rosto era perigosamente atraente."

A lengalenga era sempre a mesma. No fim ficavam juntos, claro. Mas o melhor, meus amigos, é mesmo o vocabulário. Quando chegavam aos finalmentes as autoras não diziam "e foram dar uma queca". Não! Enrolavam aquilo de tal forma que se tornava numa coisa muito pomposa e cheia de vocabulário arrojado sem ser ousado.

Primeiro, a menina era sempre muito inocente e não tinha consciência do desejo que provocava. Esta aqui deitou-se a descansar só de lingerie e adormeceu.

"Adormeci - April agarrou no lençol e nem se defendeu de tão envergonhada que estava.
- Isso , finge - sugeriu ele com ironia - Agora compreendo o desespero do meu irmão (irmão!!) para te voltar a ver. És muito desejável April.
Ela estava tão envergonhada que não conseguia olhá-lo nos olhos..."

Pobrezinha, tão tímida...

"Obrigou-a a abrir os lábios, o beijo foi mais profundo, até que April deixou de lutar e soltou um gemido. Quando ele lhe levantou a cabeça tudo o que ela fez foi olhá-lo, hipnotizada."

"O desejo reflectiu-se no seu rosto varonil quando admirou a beleza dos seios perfeitos. Ela estava tão sensível que não pode reprimir um grito."

Já não se fazem coisas destas...

Deixei as partes mais tórridas para depois... Não quero que tenham um xelique.

28 comentários:

  1. Hihi lembro-me bem destes livros.. tambem gostava de ler :)

    Beijinhos e bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
  2. Xi...

    Eu tinha uma colega da turma que lia isso às escondidas nas salas de aula.

    Beijos e bom week end

    ResponderEliminar
  3. :) o que fizeste recordar! Também li alguns...mas de certeza que foram menos de 10! Agora 200 é obra! O sexo ali é sempre muito mais pomposo ;)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. Tsccch!
    Há uns meses estive a arrumar a tralha e encontrei uns por aqui ... eram dos meus pais e eu lia às escondidas também :p

    ResponderEliminar
  5. ahahahahahaha
    eu li isso tudinho!!a minha mae tinha-os a todos e eu passava tardes a ler às escondidas! ahahaha
    adorava!
    e o 'John Chauffeur Russo' uns livros de capa azul?
    agora que me puseste a pensar nisso fiquei com vontade de os ler a todos outra vez!

    ResponderEliminar
  6. :D
    Confesso que esses nunca li, mas lembro-me o que é nessa idade começar a despertar para essas leituras ;)

    ResponderEliminar
  7. Confissão estúpida a caminho. Ok, estão avisados:

    Eu trabalhei numa livraria, era frequente os cliente colocarem questões sobre os livros... e eu respondia. Com segurança, como se os tivesse lido com afinco!

    A verdade é que só gosto de livros práticos! Tirando os "Uma Aventura" que li quando era mais novo, só li "Fortaleza Digital" de Dan Brown, por isso, a única coisa que eu fazia era ler as sinopses quando recebíamos os livros e uma ou outra critica que encontrasse na web =D

    Ahahahha =D
    Mas não interessa...nunca houve reclamações!

    ResponderEliminar
  8. Era tudo tão perfeito, que até metia nojo. Eu desses não lia, mas policiais, especialmente do FBI, comprava-se o primeiro por 25 tostões (na entrada da estação do rossio) e depois trocavam-se pagando mais dez tostões. Por isso fiquei com poucos livros da infância.
    Era tão viciado que conseguia percorrer a baixa toda (em puto trabalhei em várias lojas, a fazer recados), atravessava ruas, parava nos semáforos, sem tirar os olhos do livro. E o mais engraçado é que os patrões achavam sempre que eu era o puto mais despachado :D

    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. A minha irmã lia e tinha muitos desses livros! Eu acho que li o livroa que contas:)
    Beijo

    ResponderEliminar
  10. Lindo! AHAH! Por várias razões...há ali passagens deliciosas, como "O desejo reflectiu-se no seu rosto varonil..."

    E dps n pude deixar de me rir pq tenho uma amiga grega que me chama smp o equivalente ao meu nome em grego...ou seja..MICHALIS!

    ResponderEliminar
  11. Swadharma, com que entao és um tretas... ja tinha percebido. :P

    Dexter, Michalis é muito sedutor. :D ahahah

    ResponderEliminar
  12. Os chamados romances de cordel, que toda a gente leu na adolescência, mas, muitas vezes, escritos por escritores à séria, que encontravam neles a compensação financeira, vendo rejeitadas valentes obras. É a vida, o consumismo, o popularucho e o vil metal.

    ResponderEliminar
  13. ahahahaha oh Sanxeri desculpa la mas eu quero o dirty talkkkk xD looool quero as partes tórridas faxabore!!xD

    ResponderEliminar
  14. S*

    Como me lembro!...

    Aguardo ansioso pelo desenrolar da história!

    Beijos...

    ResponderEliminar
  15. Vamos começar a trocar? Emprestamos os livros uma à outra:)
    Beijo

    ResponderEliminar
  16. Formamos um clube? Este livro era o meu favorito. :P Li-o aí uns 5 vezes.

    ResponderEliminar
  17. E porque não??? Eu li esse livro:)

    ResponderEliminar
  18. Olá!
    São fases...ainda bem que passageiras:==)))

    Beijocas
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  19. o mundo dos sonhos, por isso é que depois toda a gente anda à procura do seu amor e sabe que ele existe LOl

    ResponderEliminar
  20. Quem é que não gostava desses livros??? Aquilo na altura era girissimo... Os verdadeiros contos de fadas em que tudo acabava sempre bem... O que eu gostava de os ler...

    bjinho****

    ResponderEliminar
  21. Ainda devo ter uma caixa cheia deles no sotão dos meus pais. O que eu adorava aquilo.

    ;-)

    ResponderEliminar
  22. Txiiiiiiiii pah do que tu te lembras-te :) eu tb lia estes livrinhos!!! que máximo:)

    ResponderEliminar
  23. aahhahahah eu tb li alguns desses deve ser por isso que me sinto sempre mto mais atraída por aqueles de ar complexo e difícil vá... do que aqueles à priori mais acessíveis e com feições mais afáveis looooool

    do que te foste lembrar hehehehe

    ResponderEliminar
  24. São o cliché do Amor, esses livros. Li um ou dois e não aguentei mais! :P

    (Sim, sempre tão inoceeentes!) *

    ResponderEliminar
  25. ahahah deixaste as melhores partes de fora! sempre devorei todos os livros que tinha à mão, mas que me lembre nunca me calhou um desses *

    ResponderEliminar
  26. Há umas semana deitei caixas e caixas com esses livrinhos para a reciclagem :/

    ResponderEliminar
  27. Siiiim, a minha mãe comprava disso quando era novinha e eu por volta dos oito, nove, dez anos li um ou dois, pois estavam no roupeiro do meu quarto, em caixas. Hoje, não faço ideia onde isso possa andar :p

    ResponderEliminar
  28. Duzentos?? Eu li alguns, que ainda tenho algures no sotão, mas tu abusaste :D

    ResponderEliminar