Tuga style

Eu não sei se nós, portugueses, somos únicos. Não sei se somos incomparáveis. Mas sei que somos especiais. Há coisas que parecem só nossas, de mais nenhum povo.

Adoro ser portuguesa, tenho um orgulho imenso na minha nacionalidade. Vivemos num país bonito e que não tem assim tantos problemas. Podemos ter crise, mas não temos guerras. Podemos ter políticos ladrões, mas não temos nenhum Hitler. Apesar de tudo, o nosso país é um bom país para viver.

Mas há situações que me fazem ficar tão envergonhada que até me encolho toda para não darem por mim.

O meu irmão meteu na cabeça que queria uma secretária nova para o seu quarto. Considerando que a minha mãe faz anos hoje (love you mum!) fomos os quatro ao IKEA. Mãe galinha e seus três pintainhos.

Começando pelo início (dah!), não fomos os únicos tugas a ter tal ideia. Aquilo estava cheio. Parece que não têm amor à cama, xiça. Se eu pudesse, ficava a dormir até ao meio-dia. Há crise, há crise, mas o estabelecimento estava cheio de gente. A passear pela loja e pelo shopping. Portuga que se preze adora passear nos shoppings ao fim de semana.

Tuga que se preze, também gosta de quebrar as regras. Estão a ver aqueles pilares que não nos deixam meter os carrinhos de supermercado nas escadas rolantes? Eles existem. Mas muitas pessoas gostam de fingir que eles não estão lá e toca a tentar forçar a passagem com o carrinho das compras. Os mais arrojados tentam até meter o carrinho do bebé na escada rolante. É perigoso? Who cares?? Pega-se no carrinho e passa-se por cima dos pilares. Devem achar-se os maiores por quebrar as regras.

No IKEA compramos um copinho e temos direito a encher o dito recipiente com a bebida quantas vezes nos apetecer. A ideia é gira. Saímos sempre a lucrar. Mas mesmo assim, há quem não ache suficiente. Os "burros" dos suecos compram um copo para cada pessoa, e conforme querem vão encher. Os tugas são muito mais espertos. Compram um copo e enchem para a família inteira. Oh my god. É de deixar os cabelos em pé.

Melhor, melhor, é na zona de restauração. A maioria insiste em não ser civilizado. Nos shoppings anda-se com o tabuleiro da comida. Tudo muito bem. Mas a maior parte dos portugueses esquece-se de colocar o tabuleiro da comida nos locais correctos, no final da refeição. Podiamos ser limpinhos. Podiamos respeitar os outros e facilitar o trabalho das senhoras empregadas. Mas não! Temos de nos armar em espertos e deixar a lixeira que fizemos toda espalhada na mesa.

Qualquer semelhança com deixar o lixo nos pinhais, depois de um piquenique, é pura coincidência.

Comentários

  1. Muito muito bem descrito... nem tenho nada a acrescentar... às vezes envergonha mesmo...

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Concordo!

    Há arestas a limar ainda.


    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Tal como tu, tenho imenso orgulho em ser portuguesa. E acrescento: quanto mais conheço de povos estrangeiros, mais gosto de nós. Tirando, precisamente esta nossa incontornável característica que eu apelido de chico-espertismo. Essa dos copos no Ikea é do melhor que há, já tinha reparado e o mais curioso é que o fenómeno é mesmo maioritário.

    ResponderEliminar
  4. Tal e qual: acabei de chegar também de realizar umas compras e é de endoidecer os CC cheios, mais o jogo no Benfica que me impediu de ir ao MM...voltas e voltas nos estacionamentos, irei postar sobre este lindo fim de tarde. Mas comprei o que queria e tu?

    ResponderEliminar
  5. É tal e qual...essa então de is p os shoppings ao fim de semana é tão à tuga! Ainda por cima ao IKEA...é daqueles estabelecimentos que quero manter MUITA distância!

    ResponderEliminar
  6. Cá em Lisboa acontece o mesmo, é um defeito crónico dos Tugas ;-)

    ResponderEliminar
  7. Isto é uma fotografia a cores do tuga típico.
    Imagina que o IKEA de Alfragide (o de Lisboa, vá) oferece café até às 11 horas e o pessoal dos estabelecimentos da zona, não é de modas: atravessam a via rápida (a lendária subida dos Cabos Ávila) e vão "mamar" a bica de borla. Cambada de grunhos.
    E esse hábito "javardolas" de deixar o tabuleiro em cimas das mesas, também se usa por cá. Comem e bebem mais barato e ainda querem empregados para os servirem. E olha que já vi muita gentinha com ar "finório" a fazer isso. As "tias" são as piores, raio que as parta.
    E eu não sofro dessa doença do "portuguesismo". Sou português porque tive a infelicidade de nascer aqui. Quem me dera ter nascido num país civilizado, onde não se estacionasse em cima dos passeios, nas entradas das garagens, em segunda fila... ou que, pelo menos, houvesse uma autoridade digna desse nome e rebocasse os chanatos com uma fateixa espetada no para-brisas.
    Quando vou ao estrangeiro até tenho vergonha de dizer de onde sou.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Gostei do copinho para toda a familia =D Nós somos poupadinhos!
    É como nas praias... o churrasquinho... e depois fica lá tudo, precisamente, nos pinhais perto do campismo =D

    ResponderEliminar
  9. É mesmo á Português. Não percebo essa falta de "civismo".. Podiamos começar a mudar um bocadinho essa nossa imagem..
    beijinho.

    ResponderEliminar
  10. Shoping ao fds please não lololol só mesmo se precisar de comprar algo.
    Gosto é de passear ao ar livre com o meu mais que tudo ou com as amigas...
    Lol shoping cheio é uma comedia realmente e não partilho dessa escolha tão banal. bjo

    ResponderEliminar
  11. Pois, realmente acho que somos um povo fora de série mas lá está, há coisas que me deixam muito embaraçada.. Acho que tem tudo a ver com falta de civismo... Podias também ter feito referência aos condutores portugueses :D

    **

    ResponderEliminar
  12. É verdade sim! Haja alguém que o diga. Parabéns!

    ResponderEliminar
  13. Olá!!

    Primeiro tenho de cncordar com tudo o que disseste no post, Portugal é o país do meu coração mas é pena que as pessoas tenham cada vez menos falta de consideração, já nem se esforçam para deixar boa imagem..antes as aparencias ainda contavam, agora nem isso e vamos em queda livre num abismo perigoso.

    Obrigada pelo elogio :)

    Beijinhos**

    ResponderEliminar
  14. Brilhante texto amiga, o retrato fiél do infeliz tuga que passa o dia nos Centros Comerciais, a miséria civilizacional e educacional que temos, e está colado a nós como um gel.

    Beijos meus.

    ResponderEliminar
  15. ahahahahah

    Olha que ainda está para vir o dia em que alguém se lembra de levar garrafão e sandes de courato para a mesa do Shopping. Somos um país de tradições, como qualquer outro. Não há dúvida que o que a nós parece indecente, aos olhos de quem o faz possa parecer normalíssimo! É uma questão cultural!

    bjs com charme

    ResponderEliminar
  16. tenho a certeza que viste muitos fatos de treino... lol... deve ser a roupa oficial de ir ao shopping no fim de semana! lol

    ResponderEliminar
  17. Ahah, um copo para a familia toda. Acho que há muitas coisas a melhorar, especialmente a esse nível, de limpeza, higiene, ecologia... =X

    Mas tbm gosto muito de ser portuguesa. E concordo com todas as coisas boas que disseste sobre Portugal :)

    beijo *

    ResponderEliminar
  18. Não sabia dessa de um copo dar para todos, com jeitinho ainda levam uma garrafinha para encher com o copo e levar para casa.

    ResponderEliminar
  19. Shopping ao fim-de-semana...
    Todos criticam mas todos acabam por lá ir... hehehe
    Ao fim-de-semana é quando se tem mais tempo para sair portanto, tudo é normal!
    Alguns, como eu na maioria da vezes, prefere ficar por casa ou ir passear, outros preferem andar às compras/ver montras... é pacifico!!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares