"Aqui e agora" - Sexualidade dos portugueses

Uma senhora jornalista/cronista convidada para o debate da Sic acabou de dizer:

"A maior proeza de uma mulher (no sexo) é fingir que tem um orgasmo." E ri-se. E diz que as gajas dizem isso às amigas.

Rodrigo Guedes de Carvalho pergunta-lhe se é uma questão de vingança e ela diz...

"É estar a sofrer horrores mas não ter coragem de o dizer."

Ora bem: toda a gente acaba por exagerar um bocadinho no prazer que tem, uma vez por outra. I get it. Às vezes nem é por não estar a gostar... É mesmo para massajar o ego ao parceiro. Acho que se entende e que não é errado. Mas fazer disso regra é triste. Se não gostas assim, dizes, e passas a ter assado. Digo eu.

Mas proeza? Eu ficava desapontada. Não me ria nem achava piada absolutamente nenhuma. Fazer fretes não é comigo.

Comentários

  1. Epah pois também quem disser que nunca fingiu huummm desconfio...mas de facto fazer disso é uma regra é muito mau!É que ha tanta "forma" de lá chegar que só mesmo quem não está para isso...mas isto digo eu ;)

    ResponderEliminar
  2. Chamar-lhe proeza, não diria mesmo!
    Quanto a fingir um orgasmo, não me venham com tretas que nunca houve nenhum fingido!

    Mas quem nunca teve nenhum, alguma coisa se deve passar...

    Beijoca!

    ResponderEliminar
  3. Às vezes mais vale estar-se calado que dizer m***! Enfim.... mas por raio haverá uma mulher de fingir um orgasmo. Se não tem prazer, não tem e pronto!

    ResponderEliminar
  4. Eu cá posso-vos dar o meu exemplo pessoal com um ex-namorado: não precisava de fingir, porque ele achava sempre que eu lá tinha chegado. Nem perguntava. Assumia.

    ResponderEliminar
  5. Miss G... Ele assumia e era verdade? Ou assumia porque era parvo?

    ResponderEliminar
  6. Se não pedes aquilo que gostas vais levar sempre do que não gostas...afinal, um bocadinho de comunicação não faz mal a ninguém. E concordo com quem diz que temos muitas formas de chegar ao orgasmo e só não chega quem não quer...penso eu!

    ResponderEliminar
  7. proeza? a maior proeza no sexo é a capacidade de se entregar e de satisfazer ambas as partes, sem pudor. ai que o mundo está perdido. até na coisa mais natural do mundo passa o fingimento a ser uma regra.
    *

    ResponderEliminar
  8. Eu também vi essa barbaridade, e pensei: mas donde é que me saiu esta?
    Nunca fingi um orgasmo (até porque eles se manifestam de maneira sonora - e não, não estou a falar da minha voz), e estou totalmente em desacordo com essa jornalista/cronista.
    Enfim, deve ter uma triste vida sexual.

    ResponderEliminar
  9. Por acaso vi o inicio desse debate, minutos antes de ir comer Nestum. O discurso da senhora pareceu-me bastante incoerente, e demasiado feminista!

    ResponderEliminar
  10. Olá!
    Fingir...todas fingimos:=)
    Afinal gostamos dos nosos homens, e queremos vê-los felizes :=9
    ehehheh

    Beijocas

    ResponderEliminar
  11. Claro, o diálogo existe por alguma razão.
    Se algo está mal, fala-se sobre isso.
    Detesto fingimentos...
    Big Kisses

    ResponderEliminar
  12. Compreendo que a mulher nem sempre o atinja e isso pode ser devido aos mais diversos motivos e nem sempre por incompetência do homem. Quando é por incompetência dele, porque é que ela em vez de fingir, massajando-lhe o ego e levando-o a pensar que é uma máquina na cama, não fala com ele? Não o guia? Enfim, não o ensina a estimula-la como ela precisa?

    Porque do massajar o ego ao insulto vai um pequeno passo, um homem atento e interessado em conhecer a sua mulher acaba por saber identificar o orgasmo dela, aliás isso não é assim tão difícil, basta o homem estar com atenção, por mais que ela grite ela não consegue simular as imensas contracções vaginais, a vermelhidão que algumas ganham no peito ou pescoço, os tiques típicos que diferem de mulher para mulher.

    Por melhor que seja a intenção da mulher ao fingir, acaba por jogar contra ela e se ele percebe o fingimento, será no mínimo uma ofensa.

    O marido/namorado dessa senhora, acho que dever estar muito "orgulhoso" das palavras dela!

    ResponderEliminar
  13. Ora aqui está um tema que me agrada: SEXO!
    Agrada-me, sobretudo, pelas opiniões femininas, que são sempre muito elucidativas.
    Mais um pouco juntavas todos os comentários e publicavas um livro com prefácio de José Castelo Branco. Porque nestas coisas de orgasmos femininos o "gaija" deve ser entendido. Conseguir aquecer o motor daquela "furgoneta velha", não é para todos eheheh.
    Mas há uma coisa que me faz confusão, nesta questão dos orgasmos fingidos. Não seria melhor conversar com o parceiro sobre o assunto e tentarem arranjar um modo de sincronizar "a coisa", em vez de andarem com gritinhos e suspiros ensaiados? Sei lá, os músicos usam o metrónomo, para acertarem o compasso... talvez desse resultado, ou talvez não. Seria mais uma fonte de desconcentração.
    Experimentem o metrónomo e depois digam qualquer coisa, pra eu registar a patente eheheh.

    Beijinho

    P.S. Tens que me dizer o nome do programa que usas para ver o IP do pessoal. Mas não te esqueças que a maioria dos IP's são dinâmicos e assim a mesma pessoa pode ter vários no mesmo dia. É assim quase como ter orgasmos múltiplos eheheh

    ResponderEliminar
  14. Vi a última parte dese debate e também não gostei das intervenções dessa cronista, mas, penso que ela estava a dizer que as mulheres também conversam entre elas e se "vangloriam", como os homens. Que, enquanto os homens, entre eles, se vangloriam de ter dado montes de prazer à mulher, as mulheres, entre elas, se vangloriam de ter fingido montes de prazer... Bem, seja de que maneira for, não compreendo! Se ela finge prazer, quando sofre horrores ou é masoquista disfarçada, ou é estúpida declarada. Se ela e outras se contam umas às outras que fizeram essa estupidez... onde é que está a glória?

    ResponderEliminar
  15. Como diz a Joaninha lá cima, de facto, também desconfio de quem tenha dito que nunca fingiu... :)

    Muitos homens também não entendem que o orgasmo feminino é bem diferente do masculino e, frequentemente, sem atingir o orgasmo, a mulher tem prazer e desfruta. Como nos homens, o orgasmo não é O ÚNICO indício de que a mulher teve prazer...

    ResponderEliminar
  16. sim, já fingi, mas não é preciso ter um orgasmo para se ter prazer (apesar de ser mt melhor), mas a frase que me fez mais confusão:
    "é estar a sofrer horrores.."
    Sofrer horrores? não sei bem o que aquela mulher costuma fazer, mas sexo acho estranho.

    ResponderEliminar
  17. concordo a 100% ctg. ri-se mas é triste enfim. beijinhus

    ResponderEliminar
  18. Começo a acreditar que há realmente um grande numero de mulheres que fingem sempre os seus orgasmos.
    Até percebo, como dizes, a cena de afagar o ego ao parceiro. Até porque todos temos dias maus.
    Mas acho que essas pessoas deviam pensar 2minutos para perceber que enquanto o fizerem vão continuar a ter uma vida sexual de caca.

    ResponderEliminar
  19. Só prova que es uma mulher de bem contigo mesma... Eu, confesso, já fingi, mas senti-me tão mal comigo propria que jurei nunca mais voltar a faze-lo.
    Acho que isso é sinónimo de muito mais respeito por mim.

    ResponderEliminar
  20. Ainda vi o inicio mas depois o meu pai acabou por mudar de canal.

    Há pessoas que preferem não admitir que algo é entediante e optam por tais estratégias. Que devo já dizer que considero parvo.

    Bj,
    (i)

    ResponderEliminar
  21. Sanxeri, na maior parte das vezes (quase todas, vá!) assumia porque era parvo. e até sabia o exacto momento em que tinha acontecido, vê lá. Vai-se a ver e era eu que não percebia que lá tinha chegado :p

    ResponderEliminar
  22. Arranjaste uma bela peça ah Miss G? :P

    Obrigada Velas!

    ResponderEliminar
  23. Eu n gostei nada de ouvir essa senhora a falar. e fiquei realmente desiludida quando soube que era jornalista. não sabia dzer nada de jeito

    ResponderEliminar
  24. Olha eu não concordo com esses fingimentos, nem para "massajar o ego ao parceiro". Se ele quer um orgasmo de jeito vai ter de se esforçar. Looool. Que má que eu fui agora! Agora a sério, eu pessoalmente não o faço e acho realmente mal que as mulheres o façam constantemente. Era melhor procurarem a solução, porque quem perde são mesmo elas.

    ResponderEliminar
  25. Tbm acho... Fazer disso regra ou falar disso como se fosse uma proeza... Por amor da Santa! :O

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares