Avançar para o conteúdo principal

Certezas da vida?


Que o meu Rafael tem um super pai. O melhor de todos. O melhor do mundo. O mais incansável, o mais altruísta, o mais carinhoso, o mais dedicado. Não conheço nenhum assim, juro. Quando leio relatos de outras mães, em que estas referem a pouca participação dos seus companheiros, benzo-me e agradeço a todos os santinhos.

É o mais paciente, especialmente comigo - com o Rafinha ele não precisa de paciência, pois nunca acha chato/aborrecido/enervante. 

Tenho o melhor do mundo ao meu lado. Ele torna tudo mais fácil. Em tudo.

Obrigada. 

Feliz 2018 para nós. Sempre com amor.

Comentários

  1. Tão bom ouvir isso em vez do contrário. É mesmo uma alegria enorme ver que, na nossa geração, os pais têm um papel tão importante como as mães.
    Por aqui também não me queixo. Tirando amamentar, o Milton faz tudo o que eu faço e tenho um certo orgulho em dizer que qualquer uma das miúdas fica tão bem com o pai como com a mãe (embora a Maria, de 18 meses, esteja a passar por uma fase em que só quer saber do pai).
    A nossa geração tem os melhores pais de sempre (estou a generalizar) e tenho mesmo orgulho nisso. Beijinhos e um ótimo Ano de 2018.

    ResponderEliminar
  2. E que assim seja sempre, o melhor do mundo perto de ti, a dar-te amor, força e ânimo. Beijinhos e uma 2018 grandioso para todos vocês...

    ResponderEliminar
  3. Isso é tão bom... tira-nos um peso enorme.
    O meu marido também é um pai fantástico. Só não faz duas coisas: amamentar (mas já deu biberões) e conjugar roupas (até me benzo qdo escolhe a roupa dos miúdos).
    Feliz 2018!
    SM

    ResponderEliminar
  4. O pai do Rafael deve ter saido da mesma forma do pai da Inês - eles existem, não são é todas que têm sorte de os "apanhar", lolol

    ResponderEliminar
  5. Que continuem assim ou melhor em 2018 (=

    ResponderEliminar
  6. Mima-o em troca, minha querida. Cuida do vosso jardim.
    Feliz 2018
    ( se o pai do meu filho fosse assim ainda hoje estávamos juntos. Assim, já lá vão 10 anos de separação. O nosso filho 11)

    ResponderEliminar
  7. Ainda não sou mãe, mas derreto-me a ver o meu irmão com a mulher e o filhote. Também eu posso dizer que ele é tão dedicado, paciente, altruísta, informado...a criança só os veio unir ainda mais, é lindo de se ter.
    Não digo que outros não nutram o mesmo amor e respeito, mas nem todos nascem com o mesmo jeito ou consciência do que devem fazer. Às vezes não é má vontade, mas ficam encostados ao "ela tem mais jeito" e acabam por não desenvolver certas competências.

    Um óptimo ano para ti e para a tua família!

    ResponderEliminar
  8. Que continue assim por muitos, muitos, muitos anos.
    Feliz ano novo. :)

    ResponderEliminar
  9. feliz 2018, muita felicidade para toda a família.

    ResponderEliminar
  10. Tão bom :)
    Ser mãe não está nos meus planos, mas se o fizesse só poderia ser com um companheiro que fosse parceiro em tudo.

    Felicidades e ótimo 2018!

    Kill Your Barbies | Instagram

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.