segunda-feira, 16 de abril de 2018

Insta Last Days

Mordomias...

Carrinhos de choque em versão mini.

Nosso coelho da Páscoa. 

Uma pessoa liga o aquecimento central e as gatas acham que é bom chamuscarem o pêlo...

Espaços diferentes de Viana. 

No Pecado Capital come-se mesmo muitooo bem.

Lá fui eu tratar das brancas. Optei pelo meu tom natural.

4 de 6 na casa da mãe.

Bússola. E duram, duram, duram...

Meu pequeno amor, este fim-de-semana. Cada dia mais castiço!

Boa semana, pessoal!

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Honor 9


Só para anunciar que, seguindo conselho do senhor meu irmão, sou já a proprietária (virtual, que agora a FNAC tem de me enviar o bicho!) de um Honor 9. Nunca tinha ouvido falar da marca, mas diz que é bom. Pesquisei imenso e só li boas críticas.

Ao menos giro ele é.

Foto de As Minhas Pequenas Coisas.

Mortinha para me livrar do meu velhote, o Samsung S3, que tem uma câmara fotográfica fantástica, mas que é um encravado e lento. Não há pachorra. Foi bom enquanto durou.

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Dicas tecnológicas

Vocês que certamente são leitores mega inteligentes, conscientes e bem informados...

Telemóveis jeitosos, a rondarem os 250 ou 300 euros? Escusam de me atirar com telemóveis que valem mais que o salário mínimo nacional. No, no, no.

Eu só ligo a três coisas: memória interna, redes sociais rápidas e câmara fotográfica com um mínimo de 8 megapixels. Tenho paixão pelos Samsung.

Preciso trocar de telemóvel as soon as possible e o mercado apresenta centenas de opções...

Dicas? Preciso mesmoooo que não seja uma morte lenta, como o meu velhinho Samsung S3. Velocidade nas redes sociais é fundamental. Eu basicamente só faço chamadas, mando mensagens, Facebook, Instagram, Twitter... pessoal e profissional, por isso é prioritário. E tiro fotografias, muitas fotografias.

Up!

Há já uns aninhos que andava a sentir vontade de dar um "up" na minha imagem, investindo em roupas mais clássicas, em modelos mais discretos (mas continuo a adorar coisas floridas!), para me dar um ar, hum, mais sério e adulto (?).

E não é que me sinto tão melhor?

A diferença que um bocado diferente de tecido faz... Um dia destes eu mostro-vos.

terça-feira, 10 de abril de 2018

Eu sei que na blogosfera 'bem' ninguém assume estas coisas...


Mas como eu não sou 'bem', admito já que estou a ouvir o "Faz Gostoso" da Blaya em modo 'repeat'.

E eu nem simpatizo particularmente com a rapariga... mas os kizombas, funk, músicas latinas e afins são muito a minha onda.

É, eu sei. Não é 'bem'. Ups.

sábado, 7 de abril de 2018

É para a loucura!

Foto de Dama de Copas.

Aqui esta barriga de zebra está a pensar em soltar a franga e comprar um biquíni novo para este Verão. Vai ser a loucura. Pelo sim, pelo não, mais vale este modelo ZigZag, com cintura mais subida... Só para não ficar ridícula de todo.

É aproveitar, até amanhã, a promoção de 20% na Dama de Copas. Eu não vou conseguir fazê-lo, mas não sou invejosa e partilho a oportunidade convosco.

Foto de Dama de Copas.

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Todos!

Vestido com pormenor de nó - Verde escuro/Floral - SENHORA | H&M PT 1

Vestido em crepe - Azul escuro/Estampado - SENHORA | H&M PT 2
Da H&M. 

Faziam-me falta, para contrariar esta chuva persistente...





sábado, 31 de março de 2018

Da Dedicação


Considero-me uma pessoa empenhada. Gosto de dar o meu melhor naquilo que faço, independentemente de achar que podia ganhar mais e melhor (não achamos todos?) e que podia e devia ter melhores condições no trabalho (repito: não achamos todos?). 

É bom, depois de anos, ver o esforço compensado. É mesmo bom.

Eu mereço e nada me deixa mais orgulhosa do que o sentimento de dever cumprido.

Que venha Abril... Será um grande mês, certamente!

quarta-feira, 28 de março de 2018

Da Vida

A minha vida anda uma loucura. Eu nem sei explicar. Parece que estou ligada à corrente eléctrica, dou por mim a barafustar, a dizer uma quantidade enorme de palavrões, a correr de um lado para o outro. Está tanto a mudar e ainda falta mudar muito mais. Ansiosa pelas mudanças, mas com medo das mesmas.

Já vos disse que me roubaram o carro?

Anda aqui uma pessoa a falar de malas Cavalinho e de vaidades, de coisas parvas e que não importam... E quando saio para o trabalho, o meu carro tinha desaparecido.

Porra.

segunda-feira, 26 de março de 2018

Vaidades


Foto de As Minhas Pequenas Coisas.

Quero muito, muito, muitoooo.

quarta-feira, 21 de março de 2018

Dos canis

Aqui há uns dias o meu mais-que-tudo estava a 'discutir' comigo porque eu lhe disse que recusava comprar um animal. Não tenho absolutamente nada contra quem compra animais de raça, mas eu já visitei um canil - completamente diferente de visitar as maravilhosas associações que tenho a sorte de conhecer. No caso, conheci o Canil Municipal do Porto, há uns 8 ou 9 anos, para um trabalho de licenciatura - que nunca consegui fazer, foi-me negada entrada para filmagens.

Para meu azar, resolvi ir ao canil num qualquer dia e recebi como resposta "hoje não é um bom dia, menina... hoje é dia de camião"... Eu não percebi bem, mas efectivamente vi um camião branco... até que uma outra alma me explicou que estavam a retirar os cães e gatos que tinham sido abatidos. Era preciso um 'camião'. Não sei se era prática habitual ou não, agora os canis supostamente já não são de abate. Tive de pedir lá sei quantas autorizações para entrar e filmar o canil e nunca me permitiram que o fizesse. No entanto, acabei por lá voltar e adoptei um gato de lá na semana seguinte. Voltei ainda uma terceira vez. 

Foi no canil que me deparei com uma sala onde estava uma cadela com um tumor gigantesco, quase maior do que a cadela. Não percebi, logo na altura, que estava ali à espera do dia do abate. Foi no canil que percebi que os cães viviam um boxes ao relento, com uma mísera casota de pedra para os abrigar. Sim, era a céu aberto. Mas os gatos... meu Deus, os gatos... Foi o que mais me chocou. Os gatos viviam em boxes de pedra. Como se fossem caixotes de pedra, uns por cima dos outros, com meio metro de altura por meio metro de largura... e em cada caixa estavam dois e três gatos... na pedra, fria, gelada, em cima de xixi, de cocó... de comida. Uma coisa impossível de ver. Chorei horrores. Os gatos enfiavam os braços pelas grades, para nos pedirem ajuda. Arranharam-me toda. Ainda peguei em alguns, mais meigos, mas outros nem sequer chegavam o focinho às grades, deixavam-se estar encolhidos.

Quem visita um canil, acredito que não sai de lá o mesmo. Acredito mesmo que quem conhece um canil não queira mais comprar animais, pois depara-se com a gritante necessidade de ajudar tanto animal desesperado.

Já conhecem o IRA

Maravilhas da maternidade #nãoseiquenúmero


Antes lavava roupa umas duas vezes por semana, para encher a máquina.

Agora, se não lavar roupa duas vezes por dia, já vou com sorte.

É roupa e mais roupa. Toalhas. Lençóis vítimas de acidentes em forma de mijinhas. Mantas invadidas pelo pêlo da bicharada cá de casa. 

Se a minha anterior máquina de lavar durou cinco anos e meio, esta desgraçada vai morrer certamente de forma (ainda mais) prematura.

segunda-feira, 19 de março de 2018

Ser Pai


Desde o momento em que começamos a tentar engravidar que não tive quaisquer dúvidas que o meu companheiro seria um super pai. Admito que duvidei que se fosse pôr a pé à noite, para zelar pelo menino, sempre que fosse necessário... Mas é bom poder afirmar, passar quase 10 meses, que me enganei redondamente.

O meu homem é um Pai infinitamente paciente. Infinitamente presente. Nunca, nestes meses que já são quase dez, o ouvi queixar de algo. Nunca disse que estava cansado. Nunca disse que queria descansar de estar com o bebé (já eu, digo-o muitas vezes!). Nunca se negou a fazer algo. Nunca resmungou. Nunca reclamou. Nunca se privou de ser Pai.

É absurdamente apaixonado pelo nosso menino. Incrivelmente meigo. Estupidamente paciente - mesmo quando o pequeno grita que nem um bezerro enjeitado ou se torce e retorce enquanto se muda a fralda.

É o primeiro a levantar-se quando o Rafinha acorda de noite. O que anda horas e horas com ele ao colo, se for preciso. É ele quem me diz "vai descansar que eu fico com o menino" noite após noite. Só não lhe prepara a paparoca, mas faz tudo mais como ninguém.

Se eu podia ser mãe sem este pai ao meu lado? Podia. Mas ele facilita tudo. Auxilia tudo. Torna tudo mais apaixonante. É o melhor do mundo. 

quinta-feira, 15 de março de 2018

Proud mom!

Foto de As Minhas Pequenas Coisas.
Ourivesaria tradicional cá da cidade.

Foto de As Minhas Pequenas Coisas.

Foto de As Minhas Pequenas Coisas.

Foto de As Minhas Pequenas Coisas.

Foto de As Minhas Pequenas Coisas.
Bijuteria com significado, peça em aço inoxidável.

Foto de As Minhas Pequenas Coisas.
Porta-chaves daqui, das Deemak Twins.


Em 9 meses de bebé já tenho três colares, uma pulseira e um porta-chaves alusivos ao pequeno. 

Quando ele entrar para a primária devo estar em condições de abrir uma loja de bijuteria 'familiar'.


segunda-feira, 12 de março de 2018

Já perdi a vergonha toda...


Antes ainda disfarçava e aguentava ao máximo...

Mas agora quero lá saber. Ontem fui dormir às 21h30 (mas não dormi, malditas insónias!) e hoje são 22 horas e eu já estou a delirar com a ideia de ir para o vale dos lençóis.

Sou oficialmente uma velhota dorminhoca no corpo de uma 'jovem' de 29 anos.

sexta-feira, 9 de março de 2018

Diz que estamos constantemente a mudar...

E eu agora só quero camisas, camisas e camisas... e blusas.

Da Mango.

Blusa estampado combinado | MANGO
Blusa estampado combinado | MANGO
Camisa com missangas | MANGO
Camisa assimétrica com nó | MANGO
Camisa assimétrica com nó | MANGO
Esta fica-me tão bem. :)

Camisa comprida algodão | MANGO
Camisa comprida algodão | MANGO
Camisa comprida fluida | MANGO
Camisa comprida fluida | MANGO
Amo. Amo. Amo!

Camisa riscas laço | MANGO
Camisa riscas laço | MANGO

Só me falta é tempo para ir às compras. Tempo e euros, entenda-se.


terça-feira, 6 de março de 2018

Please.......... Grendha!

Quanto a vocês, não sei, mas eu estou desejosa de sol. Com o pequeno a querer começar a andar (mas não passam de intenções!), vai-me saber bem poder ir à praia, ao jardim, a todo e qualquer lado onde possa usufruir da natureza e deixá-lo brincar à vontade.

Além disso, já tenho as minhas novas Grendha, numa edição especial e limitada, criada em parceria com a Ivete Sangalo.

São lindas, maravilhosas e cheirosas. Quero usá-las!

Resultado de imagem para grendha ivete sangalo rosa

A Grendha e a Ipanema são as minhas marcas predilectas para calçado de Primavera/Verão. A Ipanema mais informal, mais chinelo, mais praia... a Grendha numa versão mais "sofisticada", perfeitamente adequada aos dias de trabalho (para quem não trabalha em coisas demasiado sérias!) e até para alguns looks mais festivos.

GRENDHA


IPANEMA


quinta-feira, 1 de março de 2018

9 meses


9 meses (com desconto de três semanas) cá dentro, 9 meses cá fora.

Meu pequeno príncipe a encantar mais e mais a cada dia que passa.

Boa sexta-feira!

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Da Amamentação


Tenho este texto escrito na minha cabeça desde as 8 da matina, mas só agora o pequeno rei me permitiu vir escrever...

Quando o Rafael nasceu, tratei de o colocar ao peito e amamentar. Nem sequer pensei no assunto, de verdade, porque, para mim, nunca esteve em causa não amamentar, a não ser que o meu corpo não reagisse bem ou ele não pegasse como deve ser. Não foi, portanto, uma opção entre várias. Na minha cabeça, era a "única" opção. Com todo o infinito respeito que tenho pelas mulheres que não querem/não gostam de amamentar (não estou a falar das que querem, mas não conseguem...), para mim, era a melhor opção. Sei perfeitamente que é o ideal para o bebé, desde que a mãe esteja bem com essa opção (dar de mamar forçada, com dores, com falta de vontade, não me parece que seja o melhor para o bebé).

Bom, dizia eu que comecei logo a amamentar, uma horinha depois de ele nascer. Nunca soube o que eram as dores da subida do leite. Ele aprendeu rápido a mamar e, passadas umas duas semanas, as dores passaram (no início, ferrava com as gengivas).

Como o processo foi simples, fácil e natural, tinha instituído para mim mesma dar-lhe de mamar até aos 6 meses. Até por volta dos quatro meses ele nem soube o que era leite artificial. Um belo dia comprei, só para as emergências ou para passeios mais longos, já que nunca dei de mamar fora de casa. Não gosto, não me sinto confortável, não se adequa à minha personalidade - mais uma vez, acho lindamente que as mulheres o façam, mas não é para mim. Mas sempre bebeu pouco leite artificial... uns dois ou três biberões por semana.

Aos 4 meses e meio ele começou a comer sopa. Depois fruta. Papas, continua a comer apenas ao fim de semana. Agora, quase a chegar aos 9 meses, já come imensa coisa sólida, adora arroz, batatas, carne desfiada e até pescada cozida. Tem sido um bebé santo, no que toca à comida.

Nesta fase, já só mama praticamente de manhã e à noite - no resto do dia não está comigo e, quando está, fica demasiado distraído, ferra muito e mama pouco.

Tudo isto para dizer que, quando ele nasceu, eu achava que ia ser um enorme sacrifício - para mim - dar-lhe de mamar seis meses. Queria fazê-lo, mas achei que ia ser chato, que ia dificultar-me a escolha da roupa (deixei de usar soutiens de amamentação 2 meses depois de ele nascer... só os uso em casa), que ia ser uma confusão para lhe dar de mamar quando quisesse sair de casa... Mas a verdade é que com a ajuda da minha espetacular bomba de tirar leite, foi tudo super simples.

Tenho um menino grande, forte, que nunca esteve doente, que aprendeu a comer bem outras coisas, mas que continua a ter todas as defesas que só a mãe lhe pode dar.

Tem sido tudo tão "fácil" que a nova meta é dar de mamar até ele fazer 1 ano... Na loucura, até já pensei em tentar prolongar a amamentação até Setembro, que é quando vai entrar para a creche, com 15 meses de idade. A verdade é que me sinto mesmo bem com esta opção. 

Imaginem...


Imaginem a qualidade das minhas noites nesta semana de férias...

O meu menino era tridente, tinha três dentes em baixo. Agora é "heptadente", com quatro dentes a nascerem ao mesmo tempo em cima. 

Quatro.

Tem sido acordar numa média de 30 em 30 minutos. Super descansada semana de férias...