Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2018

Da Amamentação

Tenho este texto escrito na minha cabeça desde as 8 da matina, mas só agora o pequeno rei me permitiu vir escrever...
Quando o Rafael nasceu, tratei de o colocar ao peito e amamentar. Nem sequer pensei no assunto, de verdade, porque, para mim, nunca esteve em causa não amamentar, a não ser que o meu corpo não reagisse bem ou ele não pegasse como deve ser. Não foi, portanto, uma opção entre várias. Na minha cabeça, era a "única" opção. Com todo o infinito respeito que tenho pelas mulheres que não querem/não gostam de amamentar (não estou a falar das que querem, mas não conseguem...), para mim, era a melhor opção. Sei perfeitamente que é o ideal para o bebé, desde que a mãe esteja bem com essa opção (dar de mamar forçada, com dores, com falta de vontade, não me parece que seja o melhor para o bebé).
Bom, dizia eu que comecei logo a amamentar, uma horinha depois de ele nascer. Nunca soube o que eram as dores da subida do leite. Ele aprendeu rápido a mamar e, passadas umas duas …

Imaginem...

Imaginem a qualidade das minhas noites nesta semana de férias...
O meu menino era tridente, tinha três dentes em baixo. Agora é "heptadente", com quatro dentes a nascerem ao mesmo tempo em cima. 
Quatro.
Tem sido acordar numa média de 30 em 30 minutos. Super descansada semana de férias...

Ups!

Para a semana estou de férias do trabalho. Estarei uma semana em casa com o pequeno.

Acho que vou terminar a semana "livre" ainda mais cansada do que estou a começar...


Caramba!

Tenho um filho mesmo lindo! 
E sorridente. E bem-disposto. E meigo, que dá os melhores lambeijos de sempre. 
É. Era só mesmo isto.

BBB *

Eu não sou esquisita com a maioria das coisas, mas só costumo usar cremes da The Body Shop ou do Boticário. O resto dos cheiros enjoam-me os as texturas não me satisfazem (perfumes, ui, isso então é um filme).
Até que, depois de tanta fama e tanto alarido, aqui há uns dias comprei um creme do Lidl. Raisparta, que cheira mesmo bem, e está no ponto ideal entre deixar a pele cheirosa-e-hidratada-mas-não-ficar-besuntada-como-um-porquinho. Virei fã!

* (bom, bonito e barato!)

(só para rematar o tema dos restaurantes Vs animais)

A tolerância é um conceito que se aprende desde pequenino.

A imagem é apenas uma imagem que serve para contrariar tanta coisa ruim que li sobre os animais nos últimos dias. 
Bom fim-de-semana!

Instaweek (versão mini!)

Os porta-retratos do novo móvel cá de casa - novo cá em casa, mas antigo e especial.
Zé Mamão com 8 meses e meio.
Sócio, estou concentradíssimo! Nada temam, o Pirata assegurou que o Rafinha não se engasgou com a bolacha maria.
O Spider Baby deste Carnaval.
BOA SEMANA!

Animais, cafés, restaurantes e a polémica do costume!

Diz que a partir de Maio os cafés e restaurantes vão poder decidir se aceitam ou não animais dentro dos estabelecimentos. Realço: vão poder decidir. Não são obrigados a nada, ninguém obriga um proprietário a aceitar cães, gatos, iguanas, roedores ou qualquer bicho. Será sempre uma opção do proprietário, como teria obviamente de ser.
Mas, de repente, vejo centenas de comentários de pessoas chocadíssimas com esta possibilidade. Chocadas com o facto de um proprietário poder decidir no seu espaço. Chocadas com a possibilidade de existirem pessoas que efectivamente gostam ou não se importam com animais em cafés e restaurantes. Como se fossem obrigadas a frequentar espaços que aceitem animais. Como se não tivessem opção de escolha. Como se a escolha delas fosse melhor ou superior à escolha dos outros - os que escolhem querer os animais consigo. Há liberdade. Há direito de escolha. Para quê tanto alarido?
Da minha parte, podem crer que pretendo sinalizar os espaços que, na minha cidade, vão…

Ena!

Foi preciso chegar aos 29 anos e três meses de idade para descobrir que até gosto de me ver com camisas - as piores inimigas de uma mulher com peito grande.
Acho que é desta que me torno uma senhora. :P