Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2014

Acalma-te S*...

Fui passear o Pirata. Ele apanhou um osso do chão. Ralhei, pedi para ele largar. Pressionei-lhe os maxilares. Depois de insistir, o estuporzinho ladrou e fez aquela ameaça de "se não me deixas em paz, dou-te uma trinca". A reacção imediata que tive foi dar-lhe uma palmada. Ele deu um pinote, ergueu-se, tirou o peitoral.
Fiquei apavorada. Estávamos mesmo à beira da estrada, os carros a passarem com frequência, o meu cão solto no meio da rua e, ainda por cima, a achar que eu lhe queria cascar. Por sorte, correu para o lado oposto à estrada. Quando eu me aproximava, ele fugia mais um pouco. Tentei falar-lhe mansinho, mas ele insistia em fugir-me. 
O milagre foi ele ter encontrado um monte de massa e batatas, comida que alguém deixara para gatos de rua. Começou a comer, eu fui-me aproximando. De cada vez que me aproximava a menos de dois metros, ele pirava-se. Peguei numa batata e atirei-lha para perto. Ele veio. Depois dei-lhe outra batata. Lá o apanhei pela coleira (ele usa u…

Nojeiras

O Pirata é tão tarado por trufas das gatas que as coitadas ainda estão no caixote e ele já está cá fora à espera da próxima refeição. Não sei o que fazer para combater o maldito vício.

Isto deve ser da idade...

Já sou uma mulher adulta de 25 anos, mas continuo a achar que sou a eterna adolescente.
No entanto, noto que ultimamente descobri uma nova adoração, que deve ser fruto da idade: peças em prata e em ouro. Opto mais pela prata, que o ouro não é tão amigo do meu bolso. Mas fico a olhar para as jóias e a babar-me toda.

Compensações

Andamos a tentar ensinar o nosso cão a "sentar" quando o mandamos. Ondem comprei uma data de aperitivos, para o compensar. O sacana aprende rápido. Quando lhe digo "senta" sem ter algo para lhe dar, obedece passado alguns - às vezes muitos - segundos. Quando tenho os biscoitos por perto, ele senta-se logo, nem preciso de mandar!

Rejeitar prendas

Eu sei que é muito feio rejeitar prendas (especialmente quando são "escolhidas" com tanto amor...)...
Mas alguém diga à minha gata Evita que eu dispenso os ratos mortos que ela traz para dentro de casa. Pronto, não me fazem falta. Sou uma esquisita, é o que é.

Meo: uma mensagem!

Alguém diga aos responsáveis de marketing da Meo que os novos anúncios publicitários - os que falam da transição da TMN para Meo - são a coisa mais sem graça dos últimos tempos. São ridículos, não têm graça nenhuma, provocam até um certo embaraço.
Pelo amor de Deus, façam por aproveitar melhor os Gato Fedorento.

O amor implica saber aceitar os defeitos do outro (dizem...)

Enviei esta imagem ao mais-que-tudo.

Resposta pronta: "Já passou a parte do olhar fulminante. Já é um olhar conformado, mesmo..."

Facto

Poder almoçar todos os dias com a minha família é das melhores coisas do mundo. Viver numa cidade grande é excelente por variados motivos, mas esta proximidade entre tudo e todos é um dos pontos fortes das cidades mais pequenas.
Hoje, ainda por cima, tenho o meu amor de duas patas e o amor de quatro patas comigo. Coisa boa.

Desejos de segunda-feira

Um dia, quando for uma mulher com mais dinheiro, vou querer uma destes. Uma ou três, não me faço de esquisita. Adoráveis, para o tempo mais quente.


Também não digo que não a esta.


Bimba Y Lola

Viver na aldeia

É ter vizinhança desta. O Pirata está fascinado. E eu também, adoro cabras.

Facto

Faz-me confusão ver como algumas pessoas passam a vida a criticar os outros mas não são capazes de parar um minuto para pensar que, se calhar, o problema está também nelas...

A banalização da morte

Este post é uma crítica. Uma crítica à sociedade, à frieza do ser humano. Uma crítica a mim mesma.
Ouvimos todos os dias falar de morte. Dez mortos ali, cinquenta mortos acolá. Quanto mais longe acontecem essas mortes, menos nos afectam. A morte tornou-se banal. Tornou-se normal ouvir falar em centenas de mortos na Síria, no Iraque, em países que atravessam crises. Se fosse aqui em lado, em Espanha ou em França, mexia mais connosco. Mas lá longe, parece que nem aconteceu. Isto é um facto, estuda-se em comunicação, aquilo que acontece mais próximo de nós, mexe mais connosco. É natural, não vale a pena ser negado.
Dou por mim a pensar nos 100 mortos na Ucrânia e a sentir-me mal por não conseguir dar-lhes mais valor. Ou melhor dizendo, valor dou, tento saber, procuro, investigo. Mas depois acabo por não pensar muito nisso. Se fosse aqui ao lado, se morressem duas pessoas, ficaria chocada. Mas lá longe, na Ucrânia, parece tão distante, tão longe, tão afastado de mim... Sinto-me mal. A so…

Piratices

O Pirata tem um peitoral e costuma andar na mala do carro, preso por uma espécie de cinto que o agarra no peitoral (no pescoço far-me-ia horrores de impressão). De vez em quando, quando se porta mal, põe-se antes assim. O "papá" quase que morre só de pensar nos ricos bancos do carro.

Ebay

Comprei este relógio no Ebay (ebay.com, não UK) há três semanas. Chegou hoje. Custou menos de 2 euros (agora está mais caro), obviamente que não esperava um relógio super sofisticado, mas estou contente e satisfeita. É adorável. Estou à espera de um colar, que me custou 1/4 do valor pelo qual estava a ser vendido em diversas lojas online de bijuteria. Foram as minhas primeiras compras, mas podem crer que fiquei fã do Ebay!


Nota: Se gostaram do relógio, espreitem aqui.

Ordem cria "Cheque Veterinário" para tratar animais de famílias carenciadas

"A Ordem dos Médicos Veterinários vai lançar um "Cheque Veterinário" para ajudar famílias carenciadas de todo o país a tratar os seus animais de estimação, iniciando no final do mês um projeto-piloto em quatro freguesias de Lisboa.
"O cheque veterinário tem uma filosofia semelhante à do cheque dentista. Só que, enquanto o cheque dentista é comparticipado pelo Estado, o cheque veterinário é um cheque de apoio da Ordem e dos Médicos Veterinários e de outras instituições que se juntaram para poderem concretizar este projeto", revelou a Bastonária dos veterinários, Laurentina Pedroso."  In JN.
Fico mesmo muito orgulhosa. Deve partir o coração ter de tratar os nossos meninos e não ter dinheiro para o fazer. Infelizmente acontecem imprevistos e gastar dinheiro quando o mesmo escasseia pode ser muito complicado. Muita gente opta pela via mais fácil e abandona os seus companheiros. Outros fazem das tripas coração e tentam pagar as despesas, nem que seja às pingas.

Mimalhices de quatro patas

O Pirata ficou ao cuidado da minha irmã, durante o dia de ontem. Quando os "papás" o foram buscar, nem reagiu à nossa presença. Ignorou-nos. Chegamos a casa, foi enfiar-se na cama, amuado. Não ficou sozinho, não ficou abandonado. Teve companhia, mas amuou por não ter estado com os donos. Ainda dizem que os bichos não têm sentimentos...

Detalhes de um jantar

Hoje não foi um dia propriamente alegre, por coisas da vida. No entanto, o dia acabou em cheio, com um jantar com a minha querida Raven, uma mulher que conheci na blogosfera e que passei a admirar. Uma pessoa de grande coração.
Ainda por cima a Raven veio até à minha cidade e proporcionou-me um jantar com mais três pessoas amigas dos animais. Já se sabe, amigos dos animais, meus amigos são.
Obrigada!

Talento

Pois é, para começar a semana em grande, novo cabeçalho cá do blogue. Escusam de dizer que a imagem está com menor qualidade, porque isso já está a ser resolvido com a autora da "arte".
Se há coisa boa que este blogue me traz, são as pessoas. 
A Mi é uma mulher cheia de talento e resolveu brindar-me com este novo header. Inspirado no meu amor pelos bichos, alegre e colorido como eu, diria que ficou perfeito. Já lhe disse que não sou tão jeitosa como a menina que aparece no desenho mas ela é uma simpática e exagerou na beleza da minha figura. ahahah
Se querem ter um trabalho do género original, de bom gosto e divertido... Ora cuscai:
www.creativeatmi.com
facebook.com/creativeatmi info@creativeatmi.com

Ah... Olá chuva!

Num Domingo de sol, apressas-te a lavar a roupa suja. Penduras tudinho na varanda, com a vã esperança de que vá secar rapidinho.
Numa manhã de segunda, volta a chover como o caraças e a roupa fica toda encharcada.
Alegrias de um Inverno muito molhado...

Instaweek

Para limpar as fuças. Gosto bastante.
Está tudo dito. Vida de gato é coisa boa.
Esta semana fiz uma sopa que ficou mesmo, mesmo boa!
Os reis da casa da mãe. Esta é a rainha Cookie.
O meu preguiçoso, totalmente recuperado da castração.
Pataniscas de bacalhau. Adoro!
Jesuístas num final de tarde.
Almoço de sexta-feira, no Camelo.
E a Baba de Camelo... Yummy!
Minha princesinha Blackie.
Nova cor de unhas.
Sábado à noite, casa de amigos e petiscos. 
Domingo de preguiça, com morangos bem doces.
Boa semana!

Mais mudanças

Por motivos muito nossos, andamos a ponderar seriamente mudar de casa. Nos tempos de correm, é complicado deixar uma casa onde vivemos à borla, mas queremos fazê-lo, mais dia, menos dia.
O meu receio é meter o meu cão num apartamento... Eu sei que imensa gente tem cães em apartamentos. Também sei que o meu cão nem sequer é grande. Mas ele é demasiado mimado e a verdade é que está habituado a ter sempre companhia. Tenho medo que ladre, que incomode os vizinhos, que arranje problemas. Por outro lado, alugar uma casa sai mais caro e obriga-nos a sair mais da cidade.
Muitas dúvidas. Mas estou ansiosa por arranjar um cantinho meu, decorado ao meu gosto, com as minhas coisas. Há males que vêm por bem.   ;)

Short post

Hoje não escrevo nada. Estou muito ocupada a ser feliz. É, estou a tentar... apesar do namorado me ter tentado matar com a quantidade de sal que deitou no puré do nosso jantar romântico.
Até amanhã!

Chantagem emocional

Sou chantageada de forma muito baixa.

Mimalhices

Aqui em casa, cada um tem a sua tara. A Evita tem uma caneca, que é dela, e de onde ela bebe. Não bebe da caçarola dela, apenas da caneca. Também gosta de beber do bidé ou da banheira. 
O Pirata também é adepto de água corrente, adora que lhe abram a torneira para ele poder beber. Quando tem mais frio, não se limita a enroscar como cão que é... fuça nas mantas até conseguir tapar-se.
Já a Blackie... bom, essa só tem a mania de fazer xixi fora da caixa. Badalhoca.

Berg

Fui espectadora fiel do Factor X. Gostei imenso do Jair, que saiu demasiado cedo. Também adorei a Sara. Gostei do carisma do D8 e da simplicidade da Mariana. Mas o Berg, de facto, era o melhor, para mim. Juntava um jeito simpático a uma voz fabulosa. Fiquei contente por ter ganho o concurso. Agora, há dois dias, lançou uma música da autoria dele. É linda! Mal a ouvi, no fim do concurso, gostei. E agora estou viciada nela. Esperemos que tenha o sucesso que merece.

Vaidades

Cabelo cortado, Mythic Oil comprado. Obrigada a todas, pelas dicas. É desta que fico com uma juba fabulosa!

Afinal, não somos só nós os cruéis...

"Uma petição online com mais de 20 mil assinaturas não foi suficiente para evitar o abate de uma girafa, este domingo, em Copenhaga, por funcionários do jardim zoológico da cidade. A ação, que foi apoiada pela Associação Europeia de Zoos e Aquários (AEZA), continua a gerar polémica.

A morte de "Marius foi uma medida de preservação da espécie por parte do zoo, porquanto o macho com 18 meses de vida tinha um elevado grau de parentesco com os restantes sete animais com que coabitava. Combater a endogamia (cruzamento de parentes próximos, o que acaba por não garantir a diversidade genética) poderia causar problemas em futuras crias pela consanguinidade."

Ler mais:  http://expresso.sapo.pt/abate-de-girafa-em-copenhaga-envolto-em-polemica=f855266#ixzz2t36udlmk
Lá na Dinamarca, resolveram abater uma girafa de apenas 18 meses para evitar que o bicho se reproduzisse com girafas da sua família.
Isto, já de si, é completamente idiota, pois receberam diversas propostas de outras pess…

Pontas espigadas

(quem me dera...)
Vamos lá fazer valer a utilidade da blogosfera.
Mulherio português, sou daquelas preguiçosas que apenas vai ao cabeleireiro quando o pobrezinho começa a implorar por atenção. Sofro de um mal terrível, que dá pelo nome de "pontas espigadas". A isto junta-se o facto de não cortar o cabelo desde Agosto.
Preciso mesmo de um bom champô ou sérum para as pontas espigadas. Saio do cabeleireiro e daí a meia dúzia de dias já tenho pontas espigadas. Não é exagero meu. É terrível. Detesto ver. Amanhã vou à tosquia e quero começar a cuidar melhor desta juba.
"Portantos", bons produtos para resolver a questão, alguém conhece?

Amor é...

Fazer coquinhos num Domingo de muita chuva e vento. Para aconchegar o corpo e a alma. Momentos em família valem ouro. Já nem me lembrava de passar uma tarde no recanto do lar.

Amor de quatro patas

Não importa se estás feliz ou triste. Não importa se estás risonho ou de mau humor. Não importa se estás enérgico ou cansado. Aos olhos do teu cão, tu és sempre o melhor do mundo.

Mensagem

Se tu não te tratas como uma prioridade, não podes esperar o milagre que é ter os outros a tratarem-te como prioridade.
Aprende a valorizar-te. Talvez só assim sejas valorizada.

Nota: Esta é a mensagem que tento passar a uma amiga, há já alguns anos. Mas ela não parece aprender... 

Detalhes dos dias de descanso

Ravioli.

Vaidades femininas.
E muita preguiça.

Número de touradas em Portugal foi mais baixo de sempre - em 2013

"O número de espetáculos tauromáquicos realizados no ano passado em Portugal foi o mais baixo desde o ano 2000, segundo dados da Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC), que registou em 2013 um total de 241 eventos.
De acordo com o Relatório da Atividade Taurina 2013, também o número de espetadores que assistem a espetáculos com touros foi o mais baixo em 14 anos, passando de 620 mil registados em 2000 para 441 mil no ano passado."  in Diário de Noticias
Podem alegar que foi da crise, da falta de dinheiro das pessoas, da falta de dinheiro para fazer os "espectáculos" tauromáquicos.
Mas eu acredito piamente que, a pouco e pouco, nos estamos a tornar um país melhor. Um país de pessoas mais humanas.

Facto

O mais-que-tudo cai na cama e em, vá, trinta segundos, já está a dormir.

Eu sou o Cristo que demora pelo menos trinta minutos, todas as noites, até começar a adormecer.


PS: Estava eu a escrever este post e ouço uma roncadela vinda do sofá onde ele está deitado...

Casa dos Horrores - mais de 100 animais precisam de ajuda

Já devem conhecer o caso mas, por favor, ajudem. Qualquer ajuda pode marcar a diferença.

A ANIMAL iniciou um processo judicial contra a família que mantinha centenas de animais em condições deploráveis numa moradia em Palmela conhecida como "Casa dos Horrores". Se correr tudo como esperamos e a ANIMAL ganhar o processo, abrir-se-á mais um precedente na área da protecção dos animais em Portugal. Este caso tornou-se público graças à denúncia de um morador e à incansável mobilização do recém-formado Grupo GIRA, com quem a ANIMAL tem tido o prazer de colaborar. 
Estivemos hoje desde manhã a participar na apreensão/resgate de cerca de 2 centenas de animais, e, pese embora o cenário dantesco, podemos dizer-vos que a colaboração entre as várias associações de protecção dos animais, grupos, médicos-veterinários, munícipes e autoridades foi notável! Tudo correu impecavelmente bem e não há palavras para, em nome dos animais, agradecer àquelas pessoas pela abnegação e generosidade demon…

(estou sem tempo)

Hoje é um dia de muito, muito trabalho.

Boa quinta-feira, pessoas! Um quinta-feira cheia de beleza... Assim como a minha Blackie.

O cão está bem, o homem nem por isso...

O senhor Pirata já está em casa, como se nada fosse. Nada de sono. Nada de falta de apetite. Trouxemos um funil, para se tentar lamber os agora-ausentes-tomatitos. Mas ele está a reagir super bem e nem tem tentado lamber a zona.
Agora o mais-que-tudo está inconformado. Custa-lhe aceitar que o seu cão perdeu as jóias da coroa.

Facto

Chegas a casa, para almoço, e o namorado diz que tem saudades do cão (que está no veterinário, a ser castrado). Saudades tuas, nem vê-las!

Ingratidão... ou então não!

Anda por aí uma polémica que até me enerva.

Na semana passada, a Sic fez uma grande reportagem (salvo erro, de três episódios... apesar de eu só ter visto um) sobre os ex-jogadores de futebol que acabam na miséria, apesar de terem ganho milhões.
Um dos casos foi o do ex-jogador António Veloso, que jogou no Benfica. Veloso pai é o progenitor de Miguel Veloso filho, que pelos vistos é o segundo jogador português que mais dinheiro faz por mês. 400 mil euros por mês, julgo que foi o que li.
Então as pessoas ficaram muito indignadas. Fui espreitar o Facebook do Miguel Veloso e fiquei chocada. "Tem vergonha na cara, ingrato, não cuidas do teu pai". "Filho és, pai serás, a vida vai castigar-te". Entre muitos insultos, acusam o rapaz de ser um ingrato, por alegadamente não ajudar o seu pai.
O que esta gente sem vergonha parece desconhecer (ou então sabem e não acham relevante...) é que o Veloso-pai fanou os dois filhos. Eu não quero saber se o homem gastou o dinheiro em m…

Mimalhices

Amanhã o meu amor bebé, Piratinha da Silva, vai à naifa. Vai ser castrado. Eu sei que é super simples, que ele recupera facilmente... Nem estou muito preocupada com a operação.
A minha tormenta é pensar neste cão mimado fechado numa jaula e sozinho. Vai ficar furibundo.

Modo romance: ON

Cá em casa, percebemos que andávamos a dar menos atenção um ao outro, pelo que agora andamos a fazer "um esforço" (ui, que esforço! :P ) para sermos mais carinhosos e atenciosos um para o outro.
É tão bom, pah.
"Se eu gosto de ti, se tu gostas de mim... Se isto não chega, tens o mundo ao contrário...".

Entrevista

A Pipoca Arrumadinha - que é recente mas muito activa nestas lides blogosféricas - resolveu fazer-me uma pequena entrevista sobre o blogue. Podem ler tudo aqui
http://apipocaarrumadinha.blogspot.pt/2014/02/entrevista-no-blog-5.html

Instaweek

Boa semana, pessoal! Vamos a mais um Instaweek.

Toblerone, oferta da mana, para começar a semana de forma doce.
Isto é muita gostosura junta!
Nova cor, tom de ameixa.
Bacalhau à brás. Meio insonso, mas bom.
O meu casaco favorito. Largueirão, faz-me parece uma bolota, mas adoro-o.
Lanche a dois, ao final do dia, durante a semana.
Manhãs friorentas.
A minha Evita na sua sessão de mamadela no robe.
Carbonara da mãe, no Sábado.
Sábado foi dia de trabalhar na loja da mana, no meio das peças mais bonitas, no mundo Conto de Fadas.
Domingo à noite, o friorento do costume.
http://instagram.com/asminhaspequenascoisas

Odiozinho de estimação

Woody Allen
"Dylan Farrow, filha adotiva de Woody Allen, relatou hoje, numa carta aberta, os supostos abusos sexuais aos sete anos por parte do cineasta, cuja carreira foi recentemente homenageada.
A carta de Farrow, publicada na edição digital do diário 'The New York Times', conta em pormenores o suposto assédio do diretor de 'Manhattan', que terá ocorrido no início dos anos 90 do século passado.

Diz nomeadamente que, quando tinha sete anos, o realizador a levou para o sótão e abusou sexualmente dela, o que, acrescenta, contou à mãe, a atriz Mia Farrow que, na altura, rompeu a relação com o ator e realizador.
O caso foi divulgado em 1993, mas Woody Allen sempre negou as acusações e nunca chegou sequer a ser julgado.
Dylan Farrow não falou do assunto durante muitos anos mas agora, na primeira pessoa, conta a sua versão.
O seu irmão, Ronan, já tinha criticado a homenagem ao cineasta que foi feita na última edição dos "Globos de Ouro" (prémios anuais aos melhore…

Vergonha alheia

Sinto muita vergonha alheia quando vejo, numa loja, as pessoas a pegarem numa peça e a exclamarem alto e bom som "Ui, que caro!". O conceito de caro é relativo. Para quem ganha bem, gastar 50 aérios numa blusa não é nada caro, até é baratinho. Para quem é teso ou remediado, pois claro que é caro.
Na internet, com a proliferação de negócios online, estes comentários pululam como cogumelos. E eu sinto tanta vergonha. Posso ser uma grande tesa, mas mantenho o meu ar absolutamente tranquilo, nem que vire a etiqueta e veja que a blusa custa metade do meu salário. Volto a pousá-la no lugar e, no limite, se me perguntarem, digo que não é para a minha carteira. Agora criticar os preços, como se fosse crime vender produtos de preço mais elevado (e, supostamente, qualidade mais elevada)... Haja vergonha na cara.


Nota: Sim, hoje fiquei a trabalhar na loja da minha irmã. E isto de ter de levar com "Ui, que caro!" quando se trabalha numa loja - que, ainda por cima, não é cara …

Olá?

Isto de ter uma irmã gémea é muito giro, pois significa que tenha uma melhor amiga para toda a vida e é sinónimo de ter uma pessoa que me conhece como a palma da sua mão.
No entanto, quando pessoas me acenam na rua, se riem muito para mim, e eu não faço a mais pequena ideia de quem sejam, torna-se algo chatinho. Faço aquilo que sei fazer melhor: sorrio de volta, e espero que eles não achem que sou (ou a minha irmã é...) uma grande malcriada.