Avançar para o conteúdo principal

Indignações


Fico verdadeiramente incomodada e mal-disposta por saber que há gente que se está a aproveitar desta tragédia dos incêndios no centro do país para fazer burlas. Já se falou em roubos em casas que foram evacuadas. Em burlas nas contas solidárias (divulgam falsas contas). Até em falsos pedidos de donativos, usando e abusando do bom nome de instituições verdadeiramente solidárias.

Que gentalha será esta? Meu Deus. 

Comentários

  1. É a ordem natural das coisas. Da mesma forma como existe gente extraordinariamente boa neste mundo,também existe gente extremamente sacana...

    ResponderEliminar
  2. Coisas destas levam-me a pensar que existe pouca esperança para a Humanidade. É triste e muitíssimo revoltante, mas infelizmente há seres humanos que são umas verdadeiras bestas.

    ResponderEliminar
  3. A palavra certa: abutres.


    Nem quero pensar na quantidade de dinheiro que vai ser desviado. Isto passa por entre os pingos da chuva. Enfim. Demasiado triste. Abutres.

    ResponderEliminar
  4. É o mau da natureza humana a vir ao de cima. Sempre foi assim e sempre será: as pessoas más hão-de sempre existir. Mas não esqueçamos que colhemos o que semeamos e que por cada má acção, 10 boas serão feitas. E felizmente, apesar de toda a dor, desgraçada e lágrimas, temos visto muitas dessas.

    ResponderEliminar
  5. Isto deixa-me completamente revoltada. Pessoas sem escrúpulos nenhuns, que se aproveitam das desgraças dos outros para terem lucro com isso.

    ResponderEliminar
  6. Estas situações revelam o melhor e o pior das pessoas! É triste, muito triste!

    ResponderEliminar
  7. Aproveitar-se da desgraça alheia só mesmo de pessoas más, com uma mente muito negra e infeliz.

    ResponderEliminar
  8. WHAT????? Não acredito nisto... desculpa, mas FDS!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  9. Que mundo é este em que vivemos?????

    ResponderEliminar
  10. Acho que ainda só vimos a ponta do iceberg no que a burlas diz respeito. Quando o governo se apropriar das contas solidárias depois veremos quais serão as migalhas que irão sobrar para os verdadeiros desafortunados.

    ResponderEliminar
  11. Não tenho nomes que definem este tipo de gente.
    Nem sei que nomes lhes chamar!!
    Tentar ganhar algum em cima das vidas de 64 pessoas!!!!!

    Nojo. Repúdio. Desprezo.
    O inferno com bilhete reservado... E ao contrário dos que faleceram, o bilhete é para a vida eterna.

    ResponderEliminar
  12. Infelizmente, estas situações trazem à superfície o melhor de umas pessoas e o pior de outras =\

    ResponderEliminar
  13. Isto é o que dá qualquer "pessoa" poder abrir contas solidárias e angariar fundos, etc atc atc, neste tipo de situações só entidades públicas ou devidamente credenciadas e autorizadas deveriam poder fazer este tipo de coisas. Agora acontece uma catastrofe destas toda a gente quer ajudar, pedir, dar, etc que aparecem as burlas pelo meio e quem dá nem sabe para onde vão as coisas. Quem não se lembra quando foram as enxurradas na Madeira há uns anos em que nos supermercados Continentes e afins existia o "arredondar"...e passados 2 ou 3 anos veio a publico que esse dinheiro não tinha sido entregue por problemas burocráticos, tal e tal...

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.