Avançar para o conteúdo principal

Amén!

Todos os dias tenho de agradecer aos santinhos por me derem "dado" um namorado que percebe o meu amor pela minha profissão. Olhem que não é fácil aturar uma doida por trabalho como eu, que abdica de noites, fins-de-semana, feriados e afins, pelo gosto de fazer aquilo que sempre quis fazer.

Um dia pode ser que me canse... Mas, por agora, adoro!

Comentários

  1. Ambas as coisas são muito boas: teres encontrado um namorado e uma profissão assim :)

    ResponderEliminar
  2. É tão bom trabalhar no que gostamos. Costuma-se dizer que "faz o que gostas e não trabalharás um único dia na tua vida". Eu também tenho essa sorte, e é uma benção!

    ResponderEliminar
  3. O melhor de tudo ainda é teres a possibilidade de fazeres o que gostas, nem todos podem dizer o mesmo! Aproveita!!

    ResponderEliminar
  4. E qual é o trabalho já agora? Fiquei curiosa...

    ResponderEliminar
  5. É verdade, tens de agradecer o teu companheiro e o teu trabalho de que tanto gostas. É muito bom quando somos compreendidos :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. E é tão bom quando fazemos o que gostamos e nos sentimos realizadas profissionalmente :)

    ResponderEliminar
  7. A melhor coisa é trabalhar naquilo que nos dá prazer , felizmente também tenho essa sorte .

    ResponderEliminar
  8. Mais uma "pequena" grande coisa...Tão bom gostar do que se faz! Meio caminho andado para se sentir feliz...e depois, claro, o namorado também ajuda..e os cães e os gatos...:) E um dia mais tarde, quem sabe, os filhos! ;)
    Abraço!

    ResponderEliminar
  9. E que bom que é ser-se apaixonado pelo que se faz!
    nem mais nem menos

    ResponderEliminar
  10. Parece que tens sorte
    Mark Margo
    www.markmargo.net (entretenimento e cinema)

    ResponderEliminar
  11. Isso é mesmo muito bom, e percebo perfeitamente o que queres dizer porque também gosto imenso do que faço e tenho tendência a trabalhar como uma maluquinha. No entanto, numa espécie de momento 'faz o que eu digo e não faças o que eu faço' queria só deixar-te algo em que tenho pensado algumas vezes.

    Já vi imensas pessoas em 'fase de fim de vida' e nenhuma delas diz 'ah, como eu gostava de ter trabalhado mais!'. Nenhuma. No entanto, toda a gente guarda arrependimentos como não ter passado tanto tempo como poderia ou gostaria com a família, as pessoas que ama ou consigo próprio. Geralmente, as pessoas arrependem-se precisamente de terem trabalhado tanto, por muito que depois isso lhes tenha trazido coisas boas (dinheiro, realização profissional e pessoal, etc). E isso deixa-me a pensar se é assim tão importante abdicar do mundo lá fora, por muito que gostemos do que fazemos.

    Enfim, foi só uma reflexão quase ao jeito da música dos Titãs :) https://www.youtube.com/watch?v=YOJiYy1jgRE

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  12. Tens uma sorte fantástica em amares aquilo que fazes.

    ResponderEliminar
  13. Toda a gente tivesse a mesma sorte :p

    ResponderEliminar
  14. É tão bom, quando se tem a sorte de trabalhar no que se gosta!!!!
    Também estou muito Feliz no meu e trabalhar assim é uma diferença...

    ResponderEliminar
  15. Fico feliz por ti S* :)
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  16. Gostar daquilo que se faz é uma benção...

    ResponderEliminar
  17. Tens sorte pelo teu namorado e por gostares do que fazes :)

    ResponderEliminar
  18. E é tão bom ter capacidade de saber agradecer os dons que a vida nos oferece!!
    Um beijinho, S. e continua apaixonada. Pelo trabalho e pelo namorado, claro!!! :D

    ResponderEliminar
  19. SE gosta tanto do seu trabalho....mas, afinal, qual é a sua profissão?

    ResponderEliminar
  20. Tão bom quando estamos realizados profissionalmente :)

    ResponderEliminar
  21. Quem me dera gostar muito do que faço!! :(
    É muito bom termos o apoio que precisamos em casa, seja ou não o trabalho que gostamos! E eu também tenho, graças a deus!! Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  22. E uma das melhores coisas da vida é fazer aquilo que se gosta!!!!

    O Pai,
    http://www.soupai.pt

    ResponderEliminar
  23. Um dia espero voltar a ter esse prazer, é um bem precioso, acredita. Beijoca!

    ResponderEliminar
  24. Estar realizado pessoalmente deve ser extremamente gratificante. Não conheço a sensação, mas acredito que seja! E ter uma pessoa ao nosso lado que compreende isso, melhor ainda :)

    ResponderEliminar
  25. e já agora, trabalhas em que área mesmo?

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.