Avançar para o conteúdo principal

S* Priberam

Definição de perigo, segundo S* Priberam:


pe·ri·go


substantivo masculino

1. Situação em que está ameaçada a existência de uma pessoa ou de uma coisa; risco.

2. [Regionalismo] Abortamento.

3. Em dias de chuva, passear o cão de 25 quilos com botas de salto alto, tentando descer uma rampa de pedras molhadas sem perder o equilíbrio.

4. Na situação referida no ponto 3, perigo também é ter de optar entre escorregar e malhar ou sentar o rabo na rampa e ficar toda encharcada.

Comentários

  1. Botas de salto alto para passear um cão? Não arriscava nem com o cão mais calmo do mundo :) (Eu já fui arrastada - pelo chão - pelo meu e fiquei com uma mão esfolada porque não quis largar a trela para o bicho não ser atropelado...) O meu "bijou" pesa agora 25kg, mas na altura não passava ainda dos 18, era "pequenote" :)

    ResponderEliminar
  2. Eu vou a pé para o trabalho, sem cão, num caminho que é a descer, e só calço os sapatos (quando vou de saltos) quando chego à minha secretária, até lá vou de sabrinas ;). E tu vais me passear o cão nessas condições de salto alto? Tem juízo, S* Maria! :)

    ResponderEliminar
  3. Já te deves ter perguntado isto... mas o que te deu na cabeça para ires passear o cão de salto alto, ainda por cima com este tempo? Uns ténis com boa aderência não? As melhoras para o teu bumbum!

    ResponderEliminar
  4. Meninas que falam sobre os saltos altos: eu vou almoçar a casa todos os dias. Isto aconteceu ao almoço. Não mudo de roupa e calçado para passear o cão. Não dá tempo para tudo!

    ResponderEliminar
  5. Já agora...qual das opções escolheste? :P

    ResponderEliminar
  6. De roupa também não mudaria, mas calçado são 30 segundos :-P! Mas isto sou eu, que mal entro em casa a primeira coisa que faço é descalçar-me, seja para enfiar chinelos ou para andar só de meias, adoro :-)

    ResponderEliminar
  7. Botas de salto e chuva já é um perigo por si só...Juntando um cão, o perigo aumenta exponencialmente :p

    ResponderEliminar
  8. Eu não passo um dia sem tropeçar... estando de saltos ou não!

    ResponderEliminar
  9. Nunca passeei cães à chuva, mas também não seria a pessoa mais correcta para o fazer... Já sem nada eu tenho a tendência de escorregar!

    ResponderEliminar
  10. Ui... Como é que acabou a história?
    Toda encharcada?

    ResponderEliminar
  11. És corajosa! Deves ter ficado bonita! :S

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.