Avançar para o conteúdo principal

Medula óssea - pedido de ajuda

Há causas pelas quais nunca se luta demasiado.

"A Arina, quatro anos adoráveis, lindos e cheios de vida, é natural de Cabo Verde. Foi internada há seis meses no Hospital Dona Estefânia com uma aplasia medular gravíssima, o que quer dizer que a medula óssea deixou de funcionar e portanto precisa de transfusões sucessivas para sobreviver. Praticamente não tem sistema imune que lhe permita sequer sair do quarto de isolamento e sobreviver a uma infecção por mais leve que seja. Já teve mil complicações, quer da doença quer dos tratamentos. A tudo tem resistido porque a vontade de viver é indómita.

(Talvez não seja do conhecimento geral, mas o Hospital Dona Estefânia recebe muitas crianças vindas dos países africanos de expressão portuguesa. Vêm com doenças graves e muitas vezes ficam internadas meses a fio.)

A Arina não tem ainda dador de medula compatível, apesar do esforço de quem a assiste. Já foram feitas análises à família toda e as buscas constantes nos bancos de medula nacionais e internacionais foram infrutíferas. A questão fulcral é que a probabilidade de encontrar um dador compatível é maior quando se procura entre pessoas da mesma origem, porque os genes são mais semelhantes. Em Portugal, tal como no resto do mundo, não há qualquer banco de medula de pessoas de origem africana em geral e de Cabo Verde em particular. Atenção que a palavra chave deste parágrafo é ainda!

Daí, surgiu a ideia de lançar uma campanha de sensibilização para doação de medula óssea entre os naturais de Cabo Verde residentes em Portugal. Se conseguirmos passar a mensagem seria fantástico! E mesmo que não seja possível encontrar um dador, esta iniciativa pode deixar uma oportunidade para outro doente que necessite também de um transplante no futuro.

Vai haver um período de colheita na Universidade Lusófona no dia 11 de Julho e o Centro de Histocompatibilidade e o Hospital Dona Estefânia estão abertos todos os dias.

Se há alturas em que ter um blog ou uma página no Facebook fazem sentido, esta é uma delas. Porque ao fim e ao cabo, a união faz a força e quanto mais formos mais força teremos. A Arina agradece".


Toca a divulgar, se faz favor.

Comentários

  1. Gostei, bonito gesto!
    Vamos todos ajudar!

    ResponderEliminar
  2. A doação de medula é fácil e rápida. Já fiz um artigo no meu blog sobre isso aqui:

    http://omeubemestar.blogspot.pt/2012/03/e-voces-ja-sao-dadores-de-medula-ossea.html

    Obrigada pela tua partilha deste caso ;)

    Beijinhos e bom resto de fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  3. Eu sou dadora de sangue e este ano queria ser dadora de medula mas não sabia que tinha uma idade limite.. acho que só aceitam até aos 49, como já estava próximo acharam que não era conveniente porque ás vezes demora anos até encontrar alguem compativel, e nessa altura a minha doação já não serviria para nada.
    Fiquei triste, mas paciencia enquanto poder doar sangue, faço a minha parte para salvar alguem..
    bjos

    ResponderEliminar
  4. vamos partilhar sim, que bom teres informado fofa.

    ResponderEliminar
  5. Obrigada por divulgares! A nossa princesa merece tudo!

    (um) beijo de mulata

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.