Avançar para o conteúdo principal

Do esforço

Nunca tive grande ambição de chegar muito longe, profissionalmente falando. Acho que, nesse campo, sou bastante conformista. Não sonho demasiado alto. Não é que duvide das minhas capacidades, julgo é que não as uso na totalidade. Uma questão de personalidade, parece-me.

No entanto, não duvido que quando começo uma coisa, me esforço ao máximo para que fique bem feita. Não sou ambiciosa por mim. Acho que o sou quando me sinto espicaçada pelos outros. Não gosto de falhar perante quem me observa.

Comentários

  1. Fazes bem em te entregares ao maximo sempre, principalmente ao pe de quem te manda abaixo. sabe bem dizer: bem feita, consegui :)
    beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Precisas do chicote e da cenoura. Loool

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. O meu reino da noite gostaria de te oferecer um selinho para o teu blog fantástico! :)

    Podes copiar o selo e ver as regras AQUI.

    Beijinhos e tudo de bom *

    ResponderEliminar
  5. Gostava de ser como tu, mas neste momento guardo todos os sonhos do mundo :$

    ResponderEliminar
  6. Falhar perante os outros também é coisa que não me agrada nada.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  7. Falhar perante os outros também não é coisa que me agrade.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  8. Tá visto que precisas de um ambiente competitivo e dinâmico para poderes demonstrares as tuas capacidades, portanto não tentes a função pública.

    ResponderEliminar
  9. Eu acho que nunca chegarei muito linge, porque sou bastante exigente comigo e tenho muito pavor de errar...

    ResponderEliminar
  10. A ambição bem doseada não faz mal a ninguém...
    Devemos ambicionar alcançar sempre um bocadinho mais desde que o façamos com prazer e sem "atropelar" terceiros.
    Abracinho

    ResponderEliminar
  11. A ambição ou a falta dela prende-se mais com quem não quer fazer nada, ou quem, por pura preguiça nada quer fazer mais e melhor. Quem faz a sua parte, sem mais nem menos, em equilibrio já faz mais do que suficiente, pelo que não se pode pedir por isso mais!

    ResponderEliminar
  12. a pergunta que se impõe é: és feliz assim? ... então é isso que interessa!

    a ambição só existe para quem não está satisfeito (feliz) e procura mais... :))

    beijo*

    ResponderEliminar
  13. Seu estímulo é externo, precisas de desafio para colocar em prática seu potencial.

    Concordo com Martini Bianco :)

    Beijos

    * Também sou um pouco assim.

    ResponderEliminar
  14. Sou um bocado como tu em relação ao não gostar de falhar perante quem nos observa... principalmente quando sei que acham que não vou conseguir. Ai faço o meu melhor nem que seja para no fim pensar "vá tomem lá, consegui ou não consegui heim?".. isso então dá-me um gozo :P *

    ResponderEliminar
  15. ambição tb pode ser boa! desde que seja com peso e medida!

    ResponderEliminar
  16. um maratonista só corre porque sabe onde é a meta. Acho que não tem a ver com personalidade, mas antes com falta de metas que façam sentido para ti.

    ResponderEliminar
  17. Ambição é sempre bom. Agora que vais ter de provar algumas coisas, de certeza que vais ter mais. Nunca se quer admitir o que disseste, mas és verdade... às vezes, é preciso ter medo de fazer figura de estúpida para nos mexermos. E ainda bem!

    ResponderEliminar
  18. Eu também não luto por mais, não sonho muito alto, sonho só com uma vida só minha, onde eu mande, mas também quando é para fazer algo, ou faço bem ou não faço.

    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  19. não duvido que faças bem aquilo que te propões! beijo enorme

    ResponderEliminar
  20. Só há uma situação em específico em que eu me recuso a falhar perante quem "observa". E não, não é profissionalmente falando... :D

    ResponderEliminar
  21. Estou-te a entender TLD... e já somos dois!

    ResponderEliminar
  22. Presumo que também aí te esforces ao máximo para que, e passo a citar, "fique bem feita", certo? ;)

    E já agora......estamos a falar de quê mesmo? Só para confirmar se estamos no mesmo comprimento de onda... :P

    ResponderEliminar
  23. Certo!

    Estamos a falar do trabalho feito a dois.

    ResponderEliminar
  24. Provavelmente a falta de ambição tem a ver com ainda não teres encontrado a tua vocação, não teres ainda um fim a atingir, algo por que lutar. É normal, em determinada altura da minha vida também senti o mesmo.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.