Avançar para o conteúdo principal

Isto é Inglaterra


Sanxeri foi ao cinema ontem à noite. Cheia de sono, cansada como tudo, mas lá fui eu. Há coisas mais interessantes do que ficar em casa. Pipocas e Iced teas à parte, gostei do filme.

"This is England - Isto é Inglaterra" é um filme passado em 1983. Shaun é um miúdo problemático, que não gosta de si. Apesar dos seus 12 anos, já passou por algumas situações complicadas. Teve de lidar com morte do pai na guerra das Malvinas e é o alvo favorito dos colegas da escola. Gozam com ele a torto e a direito e o rapaz é infeliz.

Thomas Turgoose é o miúdo que faz o papel principal. Um rapaz absolutamente desconhecido, a quem foi dado o papel principal.

Um dia encontra um grupo de skinheads que o ajudam e acolhem no seu seio. Parecendo improvável, o rapaz loiro é acolhido pelos skinheads.

Este grupo de skinheads distingue-se pelas cabeças rapadas e pela forma de vestir. As famosas botas Doc Martens são a imagem de marca do grupo. Apesar disso, o grupo não tem ideais racistas. Milky, um jovem negro, é um dos elementos do grupo.

Inicialmente Shaun começa a divertir-se junto de miúdos mais velhos do que ele. O grupo de skineads trata o rapazito de uma forma quase paternal. Protegem-no a toda a hora. Apesar de serem skinheads, não são racistas. O grupo é unido e conseguem ser simpáticos aos nossos olhos.

Entretanto o filme dá uma reviravolta com a chegada de Combo. Combo é um outro tipo de skinhead. Mais velho, já na casa dos trinta, com tendência para a violência. Combo gera conflitos no seio do grupo inicial e acaba por dividir Shaun.

Combo é aquilo a que se chama um gajo venenoso. Consegue separar o grupo inicial, destrói a amizade existente entre todos e afecta a trajectória de Shaun.

O filme fala de desemprego, dos problemas sociais e do preconceito em relação aos imigrantes. Mostra-nos uma Inglaterra muito violenta.

A violência gratuita para com os "monhés" é assustadora. Batiam-lhes simplesmente pelo prazer de lhes bater. A certa altura só me apetecia espetar um bofardo nas fuças daqueles idiotas. Ser nacionalista é uma coisa. Ser racista e estúpido é outra completamente diferente.

Comentários

  1. Sublinho o teu comentário final...

    E parece que o vírus da estupidez, está presente em todos os continentes...

    ResponderEliminar
  2. Este sugestão veio mesmo a calhar. Será esse que irei ver logo à noite. Mesmo sem intenção de ver, olha muito obrigadinha menino com nome de Bombom ;-)

    ResponderEliminar
  3. Este sugestão veio mesmo a calhar. Será esse que irei ver logo à noite. Mesmo sem intenção de ver, olha muito obrigadinha menino com nome de Bombom ;-)

    ResponderEliminar
  4. Eh pá, isto parece uma longa metragem, com um final pouco feliz.
    Esses "beefs" têm a mania, mas não são melhores do que os monhés.
    Ora aí está outra coisa que eu fazia, se tivesse poderes para tal: mandava afundar a Grã-Bretanha eheheh.
    Beefs só com batatas fritas e ovo a cavalo (também estou sou um bocado racista em relação aos ingleses, mas eles merecem eheheh)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Fiquei curioso com este filme, acho que o vou ver.

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Oh... e explicar/entender essa diferença? É muito ténue a marca que as distancia e, normalmente, está-se convicto numa e a lutar pela mesma que passa logo aí a ser a outra. É mais ou menos isso...

    ResponderEliminar
  7. Muito bom este filme! Já agora qual é o cinema aqui no Porto que está a projectar esta obra prima?

    ResponderEliminar
  8. Nero, no Arrábida Shopping. :)

    ResponderEliminar
  9. Tenho que ver se em Viana City já está em exibição...quero MESMO ver este filme.

    ResponderEliminar
  10. Estive p/o ir ver numa noite destas mas depois acabei por não ter tempo. Mas não queria deixar escapar.. **

    ResponderEliminar
  11. Mas não tenhas dúvidas (em relação à tua última observação).

    Uma amiga minha teve de fazer um trabalho sobre skinheads e detestou. É muito cruel os ideais de algumas facções.

    Bj,
    (i)

    ResponderEliminar
  12. Mas não tenhas dúvidas (em relação à tua última observação).

    Uma amiga minha teve de fazer um trabalho sobre skinheads e detestou. É muito cruel os ideais de algumas facções.

    Bj,
    (i)

    ResponderEliminar
  13. Coitado do rapaz! A Inglaterra é mesmo um país de extremos: de um lado temos a família real mais famosa do Mundo, ou outro temos isto... Tenho de ir ver esse filme.

    Bj
    http://vitaminaline.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  14. Ora aí está uma boa dica, também quer ver o filme. Bem, já que puxaste do assunto eu abro as goelas =P Eu sou nacionalista e tenho as minhas Doc Martens mas nunca bati em ninguém e quem eu mais ofendo são os condutores XD Sou assumida e fiquei feliz por esse filme não mostrar (mais uma vez) os skinheads como os maus, os vilões, os assassinos...

    =) O teu blog só mostra coisas boas

    **

    ResponderEliminar
  15. Não li o texto todo pq falta-me ver uma parte final do filme, que deixei pendente há uns tempos, e não queria spoilers x)
    Mas, viste-o no cinema?._.
    Gosto muito de filmes com este tipo de história.
    *

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.