Avançar para o conteúdo principal

Womanizer - O Feedback


Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias. 

E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right", o que me parece um excelente princípio.

Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha.

Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo.

Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infinitamente.

Na Amazon. Sei que também vendem em sites nacionais, mas como me deram esta referência, foi aqui que comprei. 

Desfrutem!



Comentários

  1. Se já tinha curiosidade, depois de ler uma review "não formatada" ainda fiquei mais. Uma dúvida, tenho ideia de ter lido que sendo um "sugador" que não se devia encostar mesmo à pele.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo contrário... É mesmo para encaixar o clitóris no sugador. :D

      Só que admito que é demasiado intenso nas primeiras vezes. Aquilo tem 12 intensidades e eu só usei até à cinco... É mesmo demasiado. Ahahah

      Eliminar
    2. Fui ao site da marca ler e já percebi melhor a que é que eles se referem com o seu toque. Mas agora fiquei com a ideia q é mais um soprador do que um sugador, ahaha!

      Eliminar
    3. Não sopra nada. Só suga. O movimento é mesmo de sugar!! 😁😁😁

      Eliminar
    4. https://www.youtube.com/watch?time_continue=26&v=kN3GPnIiLOQ&feature=emb_logo

      A ilustraçao deste video no site dá a entender q o ar sai, mas que se lixe, o q importa é o efeito :D

      Eliminar
  2. Obrigada pelo feedback, S*!

    ResponderEliminar
  3. Este post está incrivelmente apelativo pq o "bicho" tem as cores do template do blog! Um grande like!

    ResponderEliminar
  4. Já chegou, boa!

    Vinha embalado discretamente?!
    Nunca encomendei nada da Amazon Espanha.

    Se estás satisfeita com ele então valeu a pena a compra. Tem um design apelativo, sim.

    Obrigada pelo teu feedback.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, vinha numa caixa simples, papel kraft, da Amazon. Descrição: massajador. ahahah :D Mas muito discreto, sim!

      Eliminar
  5. Confesso q talvez pq a vida sexual seja satisfatória, nunca tinha ponderado comprar um brinquedo, .. até a maçã ter falado nisto e me ter espevitado a curiosidade. Agora com o teu relato ainda fiquei mais interessada! A pensar em como abordar o assunto com o meu marido, ahahah!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode dizer a verdade ao seu marido, que não há mal nenhum em ter brinquedos sexuais mesmo tendo uma vida sexual activa ou satisfatória.
      Há pessoas que gostam, há aqueles que nunca experimentaram.
      São gostos, mas não há mal nenhum nisso pq explorar o nosso corpo não deve ser motivo de vergonha.

      Eliminar
    2. Não estava a planear esconder, até pq acho q ele vai achar interessante e uma boa adição à nossa vida :) O meu comentário foi mais no sentido de "de que maneira engraçada lhe vou apresentar isto" =)

      Eliminar
    3. Sim, entendi o que quis dizer. :)

      Eliminar
  6. S*, uma questão... Se me conseguir fazer entender, por isso acho que o mais fácil será chamar o boi pelos nomes. Com o brinquedo o orgasmo atinge-se rápido e de forma ininterrupta se quisermos, é isso?? Mas a sensação em si é igual a quando estamos com outra pessoa (ou sozinhas, mas sem brinquedo?) Ou é um orgasmo diferente?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim. Falo por mim, que não sou a pessoa com os orgasmos mais rápidos do mundo. Com o devido encaixe e a intensidade 4/5, é literalmente uma questão de trinta segundos. E também posso dar o testemunho de dois seguidos, numa situação que se prolongou por um minuto, mais ou menos... E depois retirei porque achei demasiado intenso. :)

      Eu acho bem mais intenso!

      Eliminar
  7. Fiquei curiosa depois de ler a tua review. Infelizmente o meu marido tem ciúmes de brinquedos sexuais, e o máximo que já usei para me satisfazer (quando ele não está em casa) foi um velhinho 33 10 em modo vibração. Se realmente a embalagem é discreta, vou encomendar um e caso ele o descubra, digo que é uma máquina de tirar borbotos , ihihihih!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpe, mas ri. Invista em si. :)

      Eliminar
    2. Hahaha! Já tinha ouvido muita coisa mas usar um 3310 é a primeira vez!

      Eliminar
    3. Flor de Sal, tenho pena que esteja numa relação assim.

      Eliminar
    4. Peço desculpa, mas também ri. :D Também nunca usei brinquedos e sei que o meu marido não ia achar piada nenhuma... Mas a precisar de investir em mim também estaria. só lhe digo que depois deste comentário nunca mais vou pensar num 3310 da mesma forma 😂 não leve a mal. A sério, mas achei imensa piada.

      Eliminar
    5. Nestas situações não valerá a pena de falar com o marido? Esses ciúmes vêm de onde? Se calhar ele precisa de ter mais confiança nele e sentir que o prazer da mulher é também acho importante.

      Eliminar
    6. Diria que infelizmente muitos homens entendem a utilização de acessórios sexuais como um sinal de que "ela não está satisfeita só comigo". O que obviamente é uma patetice. É um complemento que deve ser utilizado pelo casal. Nem sempre nem nunca, diria eu... Claro que toda a gente gosta de sentir que"eu sozinho satisfaço plenamente o meu parceiro", mas se uma coisa ajuda a outra, não devem existir tabus. Mas entendo que seja mais fácil na teoria do que na prática. A verdade é que eu também só os uso solitariamente. Quem sabe um dia isso muda?

      Eliminar
    7. Falar é fundamental!
      Uma dica para os maridos mais casmurros: começar por um anel vibratório.
      Depois é um novo mundo que se abre lhes abre :)
      Felizmente o meu alinha nestas coisas.

      Eliminar
    8. Devo ter sorte então. :) O meu marido satisfaz-me sem problemas mas anda há anos a querer comprar-me um brinquedo porque quer ver-me ter ainda mais prazer. Já lhe indiquei este depois da indicação da Maçã e a tua. :)

      Eliminar
    9. Nem sempre, nem nunca, concordo.

      Há relações estáveis que passam muito bem sem brinquedos sexuais.
      Assim como há quem goste de incluir acessórios ou brinquedos.
      O facto de o marido não alinhar em brinquedos, não quer dizer nada, nem tem que usar complementos se os intervenientes se sentirem mal com isso ou não gostarem.

      Agora que experimentou o 3310, lol desculpe mas também achei piada… bem, mas depois disto, se gostar pode sempre comprar um vibrador para si.
      Se o marido não gosta, use você sozinha e explique lá em casa que ele não é menos homem só porque uma mulher tem necessidade ou quer usar um vibrador.
      Há muitos homens que podem sentir que não conseguem satisfazer a parceira porque ela depois recorre a vibradores, mas nem sempre é assim.
      É questão de falar, explicar serenamente para que ambos estejam bem, sem segredos e para que ele também não fique a pensar que você está insatisfeita.
      Conversem e sejam felizes.

      Eliminar
  8. Vou ser muito sincera.
    Não condeno mas não era capaz de dar quase 200€ por um vibrador!
    Mas também não era capaz de expor estas informações para amigos, famílias e futuramente os meus filhos lerem. Acho demasiadas informações que só pertencem mesmo ao íntimo.
    Agora, se estás feliz que bom :) mas ao menos prolonga o orgasmo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo dito. Da primeira à ultima palavra.

      Eliminar
    2. Se expôs é porque está muito bem com isso.
      Se deu o montante pelo aparelho é porque podia dispensar esse valor.
      Respeitem a rapariga, cada um no seu quadrado.
      Não somos todos iguais.

      Eliminar
    3. Eu comprei um satisfyer pro 2 aqui https://www.vivesexshop.com/pt/?gclid=CjwKCAjwoNuGBhA8EiwAFxomA08Hb63wAeyAVUwQrxBc9hOEJ6mT8ypgG40hHZulk-wzQcm7zPQHhhoCBCsQAvD_BwE por menos de €30 já com portes. É uma questão de procurar.

      Eliminar
  9. Fico francamente triste por ainda se achar que só quem não tem uma vida sexual satisfatória investe num brinquedo ou, pior, que ainda há quem deixe de explorar o próprio corpo e ter prazer consigo mesma só por o cônjuge não aprovar! Quanto melhor se conhecerem a título individual, melhor será a vossa vida sexual com o vosso parceiro. Não deixem que os homens castrem uma parte tão importante da vossa sexualidade. Recomendo muito o instagram da sexóloga Tânia Graça, é óptima a desconstruir tabus!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo. Sou super fã da Tânia.

      Eliminar
    2. Muitoooo fã dela. E de uma brasileira, a Cátia Damasceno, no Instagram.

      Eliminar
  10. Cuidado, essas aventuras depois de uma operação ao coração podem ser perigosas.
    Admiro a coragem de te expores assim, eu francamente não conseguia.

    ResponderEliminar
  11. Lol li no Facebook as sestas e pensei: já usou o sugador 😂.
    Meninas há sites caríssimos este
    https://www.vivesexshop.com/pt/?gclid=CjwKCAjwoNuGBhA8EiwAFxomA08Hb63wAeyAVUwQrxBc9hOEJ6mT8ypgG40hHZulk-wzQcm7zPQHhhoCBCsQAvD_Bw este é super acessível, adoro. Também tem conta no instagram vivesexhop, pesquisem.
    Nem todas somos iguais nem todas gostamos do mesmo por isso o que resultam numas pode resultar de outra forma noutras ou nem resultar. Atenção que isso dos segundos é o que acontece com muitas, já eu demoro mais. E não consigo mais do que nível 4 de 11. Já intensidade de orgasmos, coitados, com o sugador não são top, mas são bons. Também depende dos dias ou das noites ou dos momentos. E agora estou solteira mas sugador ou vibrador nenhum substitui substitui substitui um homem (no meu caso) ou pessoa. Pode ser só um extra. Eles também se masturbam quando querem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo consigo. Nada substitui o toque, o cheiro e tudo o resto... Mas olhe que, para mim, o Womanizer é tiro e queda. Absolutamente surpreendente e infalível.

      Também não passo do nível quatro ou cinco e até tenho medo de tentar níveis acima. Ahahah

      Eliminar
  12. A Loja vibrolandia (Portugal) também é segura e eles enviam discretamente, nem dá para saber que os artigos vem de uma sexshop… para possíveis interessadas, fica a dica.

    O womanizer premium, pelo que vi lá, está a 199€, mas há outros modelos womanizer mais em conta, entre muitos outros artigos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas esses mais em conta não foram recomendados pela Maçã. E como a Maçã aconselhou não por ter gostado ou porque use mas porque recebeu dinheiro para fazer publicidade, é claro que esses são caros porque alguém tem que pagar à Maçã. Neste caso, a S* e todas as outras que compram só porque "a Maçã disse". Não é tão óbvio?

      Eliminar
    2. Não é mais em conta. Paguei 189 euros, oferta de portes, pelo meu, conforme indicado no texto.

      Tirando isso, não entendi essa a publicidade e da Maçã. Comprei onde sabia que havia, porque foi a referida indicada pela Maçã. Comprem onde vos der mais jeito...

      Eliminar
    3. Fui eu que escrevi o comentário com a dica da vibrolandia, mas depois o outro comentário das 15:35h não é meu.
      Eu não disse que era mais em conta.
      Eu disse que havia outros modelos dentro da linha womanizer mais em conta, entre outros artigos.
      Em relação à Maçã, eu nem sequer falei nela.
      Só deixei a dica de uma loja portuguesa já que parece haver por aqui muita gente com interesse em brinquedos sexuais ou com vontade de experimentar.
      É isso, cada um, compre onde quiser, nada contra.

      Eliminar
    4. E à S* quanto estão a pagar para ela estar aqui a promover o produto? Porque razão é que não se pode achar que a Maçã até usa e daí fale do produto? Ela nem tem nenhum post no blogue sobre isso ou no Instagram, ao contrário da S*, que até diz onde o comprou e quanto pagou por ele. Já comprei algumas coisas por recomendação da Maçã e não estou nada arrependida, da mesma forma que vi séries que ela recomendou e que eu adorei. Mas isso não faz de mim alguém que compra só porque a "Maçã disse". Ainda há pouco tempo ela falou de um óleo de cabelo, pelas críticas (de outras pessoas) parece ser espectacular mas acho o preço demasiado alto por isso não comprei. Também falou de um gel íntimo, que como não uso, não fui a correr comprar. Mas ando a pensar se valerá a pena experimentar o protector solar que ela falou porque até agora tenho gostado das recomendações dela em relação a produtos de cara que comprei. Acho que é preciso juízo e não ir a correr comprar tudo o que as "influenciadoras" dizem ser bom, é preciso ter olho e perceber que se estão várias a recomendar o mesmo produto na mesma altura então é algo comercial, mas não comprar só porque elas recomendaram e por isso é pago também me parece limitador. Posso querer comprar um brinquedo sexual mas estar perdida por não ter ninguém que me aconselhe um, nem conheço qualquer marca. Eis que a Maçã fala de um, a S* fala do mesmo, estão as duas satisfeitas e eu penso que é um bom ponto de partida, para ir pesquisar, ler críticas e até comprar. Alguma delas recebeu dinheiro por isso? Não sei. Mas se eu comprar e gostar do produto, não fico melhor servida do que ir comprar algo por desconhecimento que não me vai deixar contente?

      Eliminar
    5. Da minha parte, comprei o artigo porque li na Maçã e investiguei. Não tenho qualquer relação com a marca nem nada do género. Comprei porque gostei do que li e as reviews no Amazon eram fabulosas - e justificadas, aviso já.

      Nem li sobre outros modelos Womanizer. Este é o Premium, supostamente é o melhor e foi o que quis para mim. Vale cada cêntimo.

      Eliminar
    6. A Maçã falou do artigo em questão, tal como fala de tantos outros produtos, mas só compra quem quer.
      A S* quis comprar e comprou.
      Se fez uma boa compra e se está satisfeita, então, óptimo.
      Ela veio aqui deixar o feedback gratuito acerca da nova aquisição… e ainda há quem critique!
      Juro que não entendo certas pessoas.
      É óbvio que o bom senso dita que não devemos adquirir tudo o que as “influencers” publicitam, mas também não há motivo para criticarem o que cada um compra com o seu próprio dinheiro!
      Não gostam, não precisam, passem à frente, simples.

      Eliminar
    7. Mas afinal onde é que a Maçã falou disso, que não vi nada disso no blogue nem no Insta? Já agora gostava de ver isso

      Eliminar
    8. No Instagram, em Stories. Mas mandei mensagem privada e ela indicou logo o link de compra. :)

      Eliminar
    9. A maçã nem é nada do estilo de fazer publicidade encapotada, ela nitidamente não vive das redes como outras pessoas. Lembro-me de no primeiro confinamento ela ter dito no Facebook que o marido lhe tinha comprado um brinquedo sexual, mas só mais recentemente fiquei a saber qual era.

      Eliminar
  13. Ainda não percebi qual é a questão com a privacidade da embalagem se depois é para vir escarrapachar aqui no blogue

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não referi a privacidade da embalagem. Uma leitora é que questionou...

      Tirando isso, o blogue é meu. Se eu não me importo de escarrapachar, não fique você importado por mim.

      Eliminar
    2. Porque uma pessoa pode querer partilhar no seu blog pessoal, mas pode não querer que o estafeta aquando da entrega directa fique a saber o que vem na embalagem.
      Ou posso não querer receber ir aos correios a abarrotar de gente levantar a encomenda e que a malta fique a olhar e a adivinhar o que vem na minha embalagem.
      Simples de entender, basta querer!

      Eliminar
    3. Como é evidente... Eu, por exemplo, mando todas as minhas encomendas para a loja da minha irmã. Não fiz segredo da compra do Womanizer, mas podia querer fazer, até porque podia ser a funcionária a receber.

      Eliminar
    4. Ninguém é obrigado a desvendar a sua vida privada e muito menos íntima. Se é algo íntimo cabe a nós decidir expor. Nunca de forma alguma seria capaz de expor as posições sexuais que tenho com o meu companheiro porque cabe ao FORO ÍNTIMO de cada casal e muito menos expor em blog a aquisição de um vibrador e descrever velocidades e prazer. Será que é para se gabar do preço?? Será que se tornou numa influencer?? Para mim, este post é só desinteressante.. é á sua vida íntima que só a si diz respeito. Aliás desde o divórcio a sua exposição (quer aqui quer no facebook) tem sido miserável a nível de "estar disponível" para voltar a ter alguém..o que me entristece, como mulher! Desde sempre existem sex-shops que o casal ou mulher podem frequentar e obter aconselhamento. Felizmente, nunca precisei de acessórios para minha ou do companheiro ter prazer. Mas, a minha crítica vai para a exposição demasiado explícita tendo um filho que não demorará a saber e divulgar na escola e não me admira que será alvo de "gozo" por parte de coleguinhas pela desinibição da "mãe" e depois daqui a uns meses venha falar de bullying! Quanto mais nos expomos mais alvo de críticas somos. São questões do FORO ÍNTIMO.. não do foro privado.. consegue distinguir?? Prazeres intensos com o Womanizer..!

      Eliminar
    5. Estimada Susana, este blogue é meu, não seu. Se você acha demasiado íntimo, está no seu direito. Eu não acho. O sexo, para mim, é um tema como outro qualquer e não tenho pudores em falar do assunto.

      Gabar do preço? Influencer? Por favor, poupe-me aos seus delírios. Não se identifica com esta página, está no seu direito. Se eu não mando bitaites sobre a vida dos outros, é um bocado esquisito achar que tem o direito de vir dizer como eu devo viver a minha vida.

      Quanto ao resto... O meu blogue é lido por mulheres. No Facebook, 95% dos comentadores são mulheres. Se estou disponível? Estou, claro. Se é esquisito escrever sobre isso, tendo em conta que quem me lê e comenta é do sexo feminino? Claro que não.

      Sou uma jovem mulher solteira. Esquisito seria não falar desse estado de "solteirice"... Não porque esteja no engate, mas porque estou a viver uma nova fase na minha vida e encaro tudo com absoluta naturalidade. Tenho 32 anos, não tenho de esconder que estou disponível e que, quando acontecer, quero muito voltar a ser feliz com alguém.

      Não gosta? Pois ponha na beira do prato. Até a minha mãe tem conhecimento do meu blogue. Se ela não me critica, era o que faltava ficar com problemas de consciência com críticas de quem não conheço de lado nenhum. Uma boa semana para si!

      Eliminar
    6. Susana, para quê tanta crítica?
      Ganha muito por criticar a vida alheia?
      Não gosta, mas dá-se ao trabalho de escrever um extenso comentário?!
      Tem bom remédio… procure outro blog do seu interesse.
      O facto de você achar A, não quer dizer que B esteja errado!

      Eliminar
    7. Susana, não se esqueça de abrir um pouco a mente e perceber que muitos casais usam brinquedos sexuais mesmo que sem eles consigam perfeitamente dar prazer um ao outro sem eles. Quando diz que felizmente nunca precisou de acessórios para terem prazer, parece que também lhe faz sentido pensar « felizmente temos sempre prazer na mesma posição por isso nunca precisámos de trocar », « felizmente temos sempre prazer na cama e nunca precisámos de explorar o resto da casa », « felizmente temos sempre prazer na nossa casa por isso nunca precisámos de ir de férias para um hotel ». Faz-lhe sentido? Provavelmente não, porque o verbo « precisar » é mal usado aqui. Pode ter prazer na mesma posição mas também pode achar divertido explorar outras, pode ter sempre prazer na cama e ainda assim de vez em quando acontecer no sofá, pode ter sempre prazer em sua casa e ainda assim nas férias ter também prazer num quarto de hotel. Ou pode ter imenso prazer com o seu companheiro e sem acessórios, como também pode ser divertido tê-los. Uma coisa não invalida a outra nem torna nenhuma das duas obrigatória.

      Eliminar
    8. Não se trata de ter a mente aberta ou fechada.. é óbvio que a o blogue é da S* e ela sabe o que deve partilhar ou não. Não sou contra brinquedos "sexuais", o que pus em questão foi diferenciar a vida PRIVADA ( que cabe a ela divulgar ou não) mas a vida ÍNTIMA que essa sim é como diz no dicionário ( consultar Priberam se necessário). Cada uma de nós tem a sua vida íntima -se suga, se atinge orgasmos em 10s ou se coloca aqui e ali- que já me parece demasiado expositivo. Mas, cabe a cada um faz o que apetece e se sente melhor com os seus genitais.. Não se trata de tolerância nem de desconforto..parece-me ( A MIM) too much...acham mesmo que me interessa se usa vibrador na casa de banho? Em frente ao filho? Em casa da mãe?? Para quem fez sempre bajulação em relação ao marido.. agora vir expor o vibrador.. penso que até já foi escrito que agora sim.. atinge o orgasmo muito mais facilmente com um vibrador. Claro que o blogue é dela mas sempre achei que não aceita se não comentários positivos. Ela tem sempre razão.. e não admite críticas, o que não acho muita lógica... qualquer um numa rede social sabe que ao se expor tem de "aceitar que dói menos" todos os comentários...De resto, comento o que acho bem e mal.. o que faz parte. ! Bons orgasmos a todas!

      Eliminar
    9. Susana, não, não tenho de aceitar todos os comentários. É a beleza do Blogger, que tem moderação de comentários. Poderia até aceitar as tais críticas vindas de comentários de perfis registados... Anónimos, que apenas visam ofender, sob a capa do tal anonimato, soa apenas a cobardia... Se querem tanto criticar, vão até ao Facebook do blogue e deem a cara. Assim, sim, é uma 'discussão' justa. :)

      Quanto ao resto, sobre a minha intimidade decido eu. Se eu não me importo, por que motivo se importam por mim? Eu sinto-me orgulhosa de falar com toda a naturalidade destes assuntos e fico é estupefacta com tanto pudor em 2021... Mas respeito. Só peço o mesmo respeito que dou aos outros.

      Eliminar
    10. Já são várias pessoas a dizer O mesmo entre este post é o seguinte. Pelo menos duas pessoas pessoas dizem que não aceitas críticas.
      E atenção, são anónimos diferentes, não é a mesma pessoa, isso te garanto.
      Portanto, quanto muitos te dizem o mesmo, secalhar… o erro não está só nos outros!
      É um facto, não sabes lidar com críticas.
      Com elogios és uma meiguice mas com críticas viras o bicho do nada.
      Era bom que a vida fosse só de elogios!

      Já agora, se não queres comentários anónimos tens sempre essa opção, como bem sabes.
      Nem sempre são ofensas, às vezes são críticas até construtivas, basta abrir os olhos.

      Sobre o FB, o meu Facebook não é usado para comentar blogs, lamento.

      Eliminar
  14. Tolerância = estado mental que faz falta a muita, muita gente (às vezes a mim também).

    Quem quer experimentar, falar, comentar acerca da sua intimidade, da sua vida e das suas experiências não o haveria de fazer porque razão? Ainda mais num blogue pessoal.
    Eu, não tenho pruridos em falar sobre sexo no geral, mas costumo comentar as minhas experiências pessoais. É a minha opção, a minha forma de ser.
    Quem não sente desconforto com isso é livre de o fazer. E ainda bem que há quem o faça porque a partilha de ideias e experiências ajuda muitas outras pessoas. As mais tímidas e ou mais "desinformadas".
    Sós ou acompanhadas o importante é as pessoas (ou o casal) fazerem por se sentirem bem, com ou sem acessórios .

    Não concordo várias vezes com os gostos ou ideias da S*, mas gosto de seguir o seu blogue. Quem não gosta tem a opção de não ler. Eu às vezes "irrito-me" com ela e não venho cá uns dias :) depois já não me lembro porque me "irritou" e venho de novo.

    (E digo já que se o "menino" fosse mais económico era rapariga para o comprar, que estou a ficar destreinada).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo as mãos são de graça, portanto não deveria haver falta de treino. Outra hipoe é comprar num site mais barato. Há desde 12€ certamente com o mesmo efeito. Poderá é não ser adequado a água, ter que usar pilhas não ter tanta garantia, mas procure que há. Se não quiser dar até 20€ continuo a dizer que pode sempre usar as mãozinhas.

      Eliminar
    2. Há quem não consiga chegar lá com os dedinhos ou quem demore muito só com as mãos, mas há vibradores mais baratos para quem não pode ou não quer dar tanto por um womanizer premium.

      Eliminar
  15. Sou a anónima das 15h53 de 29-06,

    Eu sei que há mais baratos :) estava a brincar um pouco com a situação.

    Quanto à minha falta de treino... Eu sei usar as mãozinhas e faço-o, mas ando a ter cada vez menos vontade. Sinto mesmo falta é de corpinhos nus e beijos na boca ;)





    ResponderEliminar
  16. Se encararmos o sexo como algo normal, que é, nada precisa de ser um bicho de sete cabeças, desde que feito com respeito, higiene, cuidados, carinho.
    É através do sexo que nos reproduzimos e na verdade os órgãos genitais são só mais um órgão pertencente ao corpo humano.
    É assim que o ser humano foi feito, mas ainda existem muitos tabus e mentes fechadas.
    No que respeita à masturbação é, igualmente, algo normal e aceitável, além de ser saudável e benéfico explorar o próprio corpo, desde que feito com tino e sem cair no vício da masturbação, que também existe.

    Acho maravilhoso que tenhas essa abertura, até mesmo com a tua progenitora, afinal são ambas adultas.
    Eu também tenho abertura com a minha mãe porque, tal como tu, também eu sou uma jovem adulta e solteira na casa dos intas, mas não sinto à vontade para me masturbar, por exemplo, no quarto ao lado dos meus pais, sabendo eles que acabei de comprar um vibrador.
    Sei lá, nem consigo sentir prazer ao saber que eles imaginam o que se está a passar no quarto da filha.
    Prefiro fazê-lo na minha casa, sozinha, sem receio, com o tempo que me apetecer.
    É a mesma coisa que ter noção que os pais tem sexo, quase todos, em relações estáveis e de muitos anos como é o caso dos meus, é claro que acontece.
    E fazem eles muito bem, mas a verdade é que eu não preciso de saber… nem quero saber quando e se recorrem a brinquedos sexuais, etc, etc.
    Façam-no mas eu não quero saber pormenores, sinceramente, dispenso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal qual assim. Pergunto-me se a S* gostava de saber que a mãe comprou um vibrador e o usa no quarto ao lado do dela e, sobretudo, que fez disso publicidade no seu blogue pessoal, se o tiver. To much information.

      Eliminar
    2. Isso são vocês a assumir informação que eu não dei.

      Quem disse que usei com a mãe em casa? Não disse. Quem disse que não usei apenas nas minhas visita ao recato do meu lar? Não disse.

      Tirando isso, cada família é uma família. Não teria qualquer problema em ser eu a oferecer um Womanizer à minha mãe, por exemplo. :)

      Eliminar
    3. Oferecer a uma mãe ou uma amiga também não tenho problema com isso, mas usá-lo na casa nos meus pais sinto-me meio intimidada.
      Os pais sabem que temos sexo tal como nós sabemos que eles têm, mas a intimidade em si fica para cada um, sem necessidade de demasiada informação detalhada.
      Falar no assunto sim, demasiada exposição não.
      Se o fizeste no teu lar aí já não me parece tão estranho. :)

      Eliminar
  17. Nem de propósito. O marido apareceu-me ontem com uma encomenda em casa. Ele já tinha ouvido falar deste brinquedo e ao ouvir-me falar dele por tua causa e da Maçã, ganhou coragem e decidiu surpreender-me. Há anos que vai dizendo que gostava de me oferecer, foi ontem. Agora é experimentar e ver se gosto. Obrigada pela partilha S*. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas que bem. :) Aproveite imenso. Depois diga o que achou, que eu só leio e não publico. Fico contente!

      Eliminar
    2. Lol e pronto… 🤸‍♂️🤓

      Eliminar
    3. Algum problema, Anónimo 02:10?

      Eliminar
  18. Ameeeei a tua descrição. O marido tambem me ofereceu um. Mas ainda não usei. Agora tou curiosa!! :D

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.