Avançar para o conteúdo principal

Cervejas em troca de vacinas

Quando acharem que Portugal é um país de idiotas, pensem que nos Estados Unidos da América o coitado do Joe Biden e os governadores de diferentes Estados têm de oferecer armas de fogo, bilhetes de basebol e criar até uma lotaria especial de 1 milhão de dólares para CONVENCER os idiotas a irem vacinar-se. Ontem o Presidente referiu que já iam em mais de 60% da população com a primeira vacina, mas o objectivo é chegar aos 70% até ao 4 de Julho, o Dia da Independência lá do sítio. Até já disseram que ofereciam cerveja grátis aos maiores de 21 que se vacinassem até lá ou disparate do género.

Nós aqui a querermos vacinas e a termos de esperar que cheguem para toda a gente. Eles lá têm vacinas, pois claro, que o dinheiro manda em tudo, mas têm também os adeptos Trump (que os estudos indicam que são os que recusam tomar a vacina) a lixar o esquema a todos.

Mais do que tudo, choca-me este tipo de contrapartidas. Imaginemos que em Portugal isentavam de taxas moderadoras por dois anos quem se vacinasse. Ou que ofereciam um cheque dentista. Seriam, no meu entender, contrapartidas razoáveis (embora, moralmente, me pareça que o bem comum deveria "obrigar" toda a gente a querer vacinar-se, mas isso é outra discussão). Agora licenças de armas, armas, carros, lotarias, marijuana como compensação? Parece uma piada de mau gosto. 

Fiquei de boca aberta ontem com a reportagem sobre isto. Surreal.

Valha-me São Cricalho. 🤔🤔

Comentários

  1. Surreal é Portugal inteiro saber que compraste um vibrador. Não pela compra em si. Mas pela necessidade de partilhar com TODA a gente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como diria o Artur Albarran... O drama, a tragédia, o horror.

      Sexo é aquela coisa que ninguém faz. Que coisa mais esquisita comprar um vibrador.

      Eliminar
    2. O blogue da S* é conhecido mas também não exageremos que ainda não lido por Portugal inteiro. :)

      Eliminar
    3. A minha mãe, tia, irmã e amigas sabem que comprei o Womanizer. Graças a Deus, sou uma pessoa bem resolvida nesse aspecto e não preciso de fazer segredo de brinquedos sexuais. Aliás, um grupo de amigos ofereceu-me um no meu aniversário passado, por isso imaginem o tabu que faço disso. Estou aqui que nem aguento com a vergonha. 😅😂😅😂

      Eliminar
    4. Por acaso tinha-me perguntado como farias ao receber a encomenda estando em casa da tua mãe. Se contarias, se esconderias, por não saber quão à-vontade lidariam com estes assuntos.

      Eliminar
    5. S*, tu não tens sequer que te explicar.
      Se tu decidiste comprar o vibra e estiveste/estás à vontade para falar do assunto aqui... então está tudo bem.
      Nem tu estás preocupada se Portugal inteiro vai saber, portanto, não percebo a preocupação da comentadora inicial!

      Partilha o que quiseres no teu blog e sê feliz, isso que importa.

      E já agora, fizeste bem comprar o “bichinho” 😄 assim depois temos feedback. 😎

      Eliminar
    6. ... e mesmo que as mulheres da tua família e amigas não soubessem do womanizer, tu és adulta, fazes o que quiseres da tua vida. 🙂

      Eliminar
    7. Qual é a surrealidade de uma pessoa adulta e independente falar da aquisição de um 'brinquedo' sexual em 2021?
      Credo, que mente tacanha!

      Eliminar
    8. E não te belisca saber que daqui a uns anos o teu filho vai saber ler e vai ler isto? Ou que os amiguinhos dele saibam disto?
      Eu confesso que era só isso que me faria não publicitar este tipo de compras.

      AnaC

      Eliminar
    9. Ana C, não, nada. Não pretendo ocultar a sexualidade ao meu filho. Escuso de lha esfregar na cara, claro, mas ele tem quatro anos e não me parece que tenha que me preocupar com nada disso nos próximos anos.

      Eliminar
    10. Nao se trata de ocultar a sexualidade. Trata-se do facto de que os miudos não passam de bebés a adultos num dia. Ali pelo meio há idades complicadas, onde estes temas são delicados. Eu tenho um filho no fim da adolescência e realmente neste momento não me causaria incómodo nenhum que ele lê-se algo assim de mim, mas entre os 9 e os, vá, 14 anos, tenho a certeza que ele não ia entender, não ia gostar, e ia ser alvo de gozo caso algum amigo dele le-se algo assim vindo da parte da mãe dele.

      AnaC

      Eliminar
    11. Entendo perfeitamente, mas o Rafa acaba de fazer quatro anos... E este blogue não deve durar muito mais tempo. Mas julgo que tentaria lidar com essa questão com a maior naturalidade. Julgo!

      Beijinhos

      Eliminar
    12. O blog não deve durar muito mais porquê?
      Queres dizer que com o passar dos anos as pessoas deixam de ler blogs nesta plataforma OU pretendes acabar com o blog?

      Leio-te por aqui e gosto. Confesso que não te sigo nas redes sociais.

      Quanto ao resto, o Rafael tem 4 anos, não me parece que haja grande problema sobre isso para já.
      Além disso, podes sempre remover (apenas) esse post quando ele souber ler.
      Vive o presente!

      Eliminar
    13. Porque me tenho vindo a desmotivar na escrita, apenas isso. :)

      Eliminar
    14. São fases S*.
      Fica aqui o meu carinho de motivação e volto a dizer que gosto de te ler por aqui.
      Sei que há mais pessoas que gostam e espero que estejas orgulhosa por teres um blog com tantos anos de vida e onde continuam a existir tantos comentadores.
      Gosto do teu blog porque sempre foi genuíno e nunca passou a “comercial” repleto de publicidade, como aconteceu com alguns que seguia há uns anos e depois deixei, precisamente, por esse motivo.
      Boa semana 😘

      Eliminar
  2. Cambada de idiotas. Como se fizessem um favor aos outros para levar a vacina e cumprir as regras.
    Esquecem-se que é por todos e para todos.
    Não conhecia São Cricalho lol, mas podes crer, valha-me todos os Santos.

    ResponderEliminar
  3. E eu que só queria vacinar-me o mais rápido possível e nunca mais chega a minha vez... :/

    ResponderEliminar
  4. É por barbaridades dessas que eu gosto tanto do nosso cantinho chamado Portugal.
    Comparando com tantos países, temos muita sorte, ainda vivemos num país calmo com gente civilizada.

    Armas, marijuana, cerveja grátis... que belos exemplos!
    Realmente vejo mais sentido em cheques dentista ou bónus relacionados com saúde, mas mesmo assim, continua a ser de loucos precisar de presentes para aceitar a vacina.
    Se daqui para a frente vierem novos vírus qual será o desfecho?!
    Vivendas e férias de luxo à borla?! Enfim!

    ResponderEliminar
  5. Em Portugal também há umas quantas dessas personagens, mas felizmente são uma minoria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obviamente, em Portugal e em todo o lado há personagens desse género, mas não há sequer termo de comparação com certos países.
      O nosso país é minúsculo e a nossa realidade é outra, apesar de não ser perfeita, continuo a achar que temos sorte de viver onde ainda reina lucidez e qualidade de vida e sem grandes sobressaltos em muitos aspectos.

      Eliminar
  6. Uma pessoa faz um post com um tema e vem outra falar do post anterior, qual o problema com o vibrador, enfim, santas de pau oco. Não se pode falar sobre nada que vem sempre alguma alma inquieta.

    Um beijinho Sónia, haja paciência

    ResponderEliminar
  7. A campanha anti-vacinação nos EUA existe há décadas, com tendência sempre crescente, mas é claro que o culpado é o Trump, que esteve lá nos últimos 4 anos. O Biden é um coitadinho, que, vejam só, até é obrigado a prometer armas de fogo, o pobrezito. Eu imagino o que se diria do Trump se este prometesse oferecer armas, ainda que para uma boa causa. Enfim...
    Para quem não vê mais à frente, a culpa é sempre do Trump. Faz lembrar o que se passa em Portugal, onde a culpa de tudo o que é mau é sempre do Passos, ainda que este tenha tido que reerguer um país em cacos depois de 2 mandados catastróficos de Sócrates.
    Faz-me confusão que, como jornalista, tenhas vistas tão curtas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. aleluia!! haja alguém inteligente e com bom senso.

      Eliminar
  8. Já levei a primeira dose, uma coisa é certa tenho de louvar a capacidade de organização das pessoas que estão a fazer a campanha e vacinação aqui no nosso rectanguluzinho à beira mar plantado :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.