Avançar para o conteúdo principal

Insta last weeks

A minha cidade está florida e maravilhosa.

Companheiro de caminhadas nocturnas. Passamos horas no passeio!

Pousa-copos feitos pela senhora minha mãe.

Aquele mimo de final de tarde...

À noite, vamos até à beira-mar para queimar os últimos cartuchos de energia.

O cansaço do meu senhor cão.

Novas leituras. Chris Carter é viciante.

Uma amizade que começou mesmo antes de nascerem. Hoje em dia, é mais uma relação de amor-ódio que diverte os pais.

O guardião de bebés? Não. O guardião de mantas.

Três foi a conta que Deus fez. Os três labradores pretos da casa dos tios.

Ontem comecei este. "A Princesa Determinada", sobre Catarina de Aragão, de Philippa Gregory.

Boa semana!

Comentários

  1. Que pousa-copos tão giros e coloridos. Adoro artesanato.

    ResponderEliminar
  2. Porque é que escreves sempre a "senhora" minha mãe e o "senhor" meu marido? É hábito ou é assim que se diz na tua terra?

    Eu sou de Lisboa e cá não falamos assim 😅

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpe, mas achar que quem não é de Lisboa fala assim é um pouco esquisito... é uma mera brincadeira... Não, no Norte não falamos assim. :)

      Eliminar
    2. Eu acho que é uma expressão antiga, usada para se referir às mães com alguma referência. Eu às vezes uso-a na brincadeira com a minha mãe "A senhora minha mãe deseja mais alguma coisa?" quando por exemplo ela começa a pedir isto e aquilo e mais aquilo...:) Não acho que nos dias de hoje seja usada pelas novas gerações em qualquer ponto do país. :)

      Eliminar
    3. Diz-se muito nas Beiras. A senhora minha mãe era de Castelo Branco e tratava assim a minha avó. Mas isso era no tempo da minha avó. lol

      Eliminar
    4. Ó S*, desculpa la, mas se escreves assim e as pessoas nunca ouviram falar assim é normal que pensem que pode ser regionalismo ou nao? vao logo adivinhar que é brincadeira tua? Não me parece que o anonimo tenha perguntado por mal.
      É como haver pessoas que tratam os pais/filhos por "voce", cada qual com os seus habitos.

      Eliminar
    5. Antigamente era uma expressão usada em sinal de respeito. Um leitor meu saberá que é pura brincadeira da minha parte. Pouco importa. Não, em Viana não se fala assim. ;)

      Eliminar
    6. Sou a anónima que fez a pergunta e pensei que usavas essa expressão regularmente, não tinha percebido que era por brincadeira.

      Não achei que se falasse assim em Viana do Castelo, mas talvez nas terras ou as pessoas mais idosas. E como o escreves aqui podias também usar a expressão oralmente.

      Eliminar
    7. Não, não, é mesmo só aqui. :D

      Eliminar
    8. Eu percebi que é uma expressão que a S* usa regularmente mas na brincadeira.

      A minha mãe trata os pais dela (meus avós portanto) por “Minha mãe” e “Meu pai” e tal como a S* é mais numa de brincadeira, de forma descontraída mas carinhosa.

      Eliminar
    9. Exacto. O meu irmão às vezes diz 'minha mãe' ou 'minha santa mãe'. Mas é brincadeira. :D

      Eliminar
    10. Era mesmo necessário responder com tanta agressividade a uma pergunta tão simples? É assim que se aprende mais sobre outras regiões que não a nossa.. Perguntando a quem lá vive.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.