Avançar para o conteúdo principal

Para a posteridade

Hoje vou buscar o álbum digital das fotografias do baptizado e do casamento. Os dois álbuns físicos chegam dentro de dias, mas estou mesmo ansiosa por receber todas as fotografias, porque acho sempre que vou perceber muito mais daquilo do que o fotógrafo e que vou encontrar fotografias mais bonitas do que as que ele escolheu - até porque ele não se interessa se eu fiquei com braços gordos (que tenho) numa imagem ou se fiquei demasiado sorridente (acontece... fico a parecer a prima do cavalo) noutro registo. Vai daí, farei a minha escolha e imprimirei as fotografias que seleccionar (extra álbuns.

Na semana passada, quando fui aprovar os álbuns para serem impressos, bateu-me uma certa melancolia porque, apesar de ter tudo corrido mesmo cinco estrelas, duas coisas teria evitado/prevenido:

Primeiro e mais importante: Alguém me deveria ter dito que não era suposto o noivo virar-se mal eu iniciasse o desfile de entrada na cerimónia (foi o que lhe indicaram). Ai Jesus, vocês não imaginam os meus nervos quando comecei a caminhar e o raio do homem não se virava. Eu barafustei, eu insultei-o baixinho, tenho plena noção de que me fartei de esbracejar (e devo ter arruinado metade das fotografias) porque não sabia que ele só se iria virar quando eu já ia a metade do caminho. Achei mesmo que era distracção dele, vejam lá. Perfeitamente evitável este meu momento ataquinho-de-nervos.

Cortamos o bolo lá pelas 23h00, foi muito bonito, fogo-de-artifício e tudo mais. Logo depois, o miúdo entrou em modo hiper-mega-cansado e aí eu percebi que cometera o erro número dois: não acautelei o cansaço do miúdo. Deveria ter solicitado a algum familiar que tomasse conta dele, o tentasse adormecer, sei lá. Na verdade, acabamos por ser nós a ficar com ele, o pai a tentar adormecê-lo, eu a ficar irritadíssima por ver o menino naquele estado. Tenho plena noção de que fiquei tão nervosa com aquilo que acabei por começar a despachar o povo - estávamos, entretanto, no buffet de frutas e sobremesas, queijos e afins, e eu já só rezava para aquilo acabar. O casamento acabou cedo, era cerca de 1 hora da matina quando a última pessoa saiu, mas pareceu-me uma eternidade, porque eu não sou nada mãe galinha, mas detesto ver o meu filho a cair de cansaço e não conseguir fazer nada para o ajudar.

Mas isso já não interessa nada. Hoje será noite de recordar com as boas memórias que ficam. Foi um casamento mega relaxado, divertido, toda a gente gostou da comida, o ambiente estava porreiro, a dezena de crianças estava super entretida. Correu tudo bem, foi um dia feliz e, se pudesse, viveria já tudo outra vez!

Depois vos mostro as minhas fotografias favoritas. ;)

Comentários

  1. Não digas isso dos braços gordos e dentes de cavalo. :) És bonita, deixa-te de complexos.
    É normal que depois da cerimónia digas: “se fosse agora teria feito assim” ou “se fosse hoje mudava este ou aquele acessório”.
    Eu não casei, mas todas as minhas amigas casadas referem o mesmo, coisas que só vemos depois e achamos que podíamos ter feito diferente ou ideias que ocorrem pós-cerimónia.
    Tal como a questão do nervoso miudinho e do esbracejar. Faz parte.
    Foi espontâneo, foi um dia bonito e feliz para vocês?
    Então está tudo perfeito.

    Obrigada por partilhares um pouco de ti (e das fotos do vosso dia) connosco.

    ResponderEliminar
  2. Olha que eu também não sabia esta do noivo não se virar! Não sei acho muito piada, ele ficar sempre de costas, mas não sou conhecedora do protocolo de casamento!
    Também tenho os braços gordos e é o que me salta logo à vista nas fotografias!
    Espero que esteja tudo do teu agrado!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Oh S* se calhar nao percebi bem, mas ainda nao viste as fotos todas? Entao como é q aprovaste os albuns? É suposto veres as fotos e mandares trocar alguma no album se preferires outra. É q pelo teu post parece q o fotografo fez o album c as fotos q quiz e se quiseres outras tens de imprimir extra album?!? Ou percebi tudo mal?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, não vi todas. Mandei alterar algumas, mas não vi todas, de facto!

      Eliminar
    2. Foi opção vossa?
      Também estranhei isso... Um álbum vai ser para ficar. Acho estranho não vos mostrarem o digital antes de mandarem imprimir. Eu não gostei de muitas coisas no meu e editamos várias fotos antes de ir para imprimir ( por exemplo, havia um pormenor em casa onde tiramos fotos que se via sempre o mesmo quadro e aquilo ficava horrível e era tão repetitivo que chamava a atenção da pior forma possível. Temos 2 páginas com essas fotos e foram todas editadas. Na versão final não se vê quadro em nenhuma. )

      Eliminar
    3. Pois, isso p mim seria estranho. P aprovar o album tive de ver as fotos todas. Mas so por curiosidade pq é q ele n lhe mostrou todas? Fez o quê, so mostrou metade?

      Eliminar
    4. Não viste todas por escolha própria ou por falta de abertura dos fotógrafos?

      Eliminar
    5. Metade, metade. Confiei no trabalho, pois gostei logo muito da selecção do fotógrafo. Mas também não houve muita disponibilidade para mostrar o álbum inteiro, o que naturalmente me desiludiu, porque não foi o combinado. Mas como eu já me conheço e sabia que iria fazer a minha própria selecção, não dei grande importância. E a escolha dele acabou por sair muito certeira. Já vi quase tudo e as seleccionadas são, de facto, as melhores. Confiei e correu bem.

      Eliminar
    6. Pois ás vezes nao é a questao de serem as melhores ou nao. Eu tirei uma foto no local onde nos beijamos a primeira vez, a foto nao era grande coisa pois o local era manhoso e obvio o fotografo n a escolheu mas eu fiz questao de pedir p colocar la. Tal como mandei colocar uma foto onde minha irma está a sorrir e a ajeitar-me o vestido pq a minha relacao c ela nao era das melhores e foi mt importante p mim neste dia ela ter vindo e estar sempre a apoiar-me. Ou seja eu escolhi varias fotos pelo significado sentimental e nao pela parte estetica as quais ele nunca iria escolher.

      Eliminar
  4. O que interessam os braços gordos?
    Foi um dia importante e feliz das vossas vidas, e isso é o que realmente importa .
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Há sempre qualquer coisa que mudavamos, faz parte. Estavas linda e com um ar muito feliz, estou ansiosa para ver essas fotos todas ehehe estou a acompanhar no insta :P

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.