Avançar para o conteúdo principal

(Ainda) Do Casamento


Quando comecei a escolher o vestido, as sandálias e os acessórios do casamento, o pensamento foi só um: sentir-me bem na minha pele

Não queria, de todo, peças para usar apenas uma vez na vida. O vestido é de noiva, claro, mas já pensei em mudar-lhe o tule branco e fazer dele um vestido de festa, cortado pelo joelho. Os brincos foram emprestados pela minha irmã - foram os que ela comprou para o casamento dela. Como adoro pérolas, foram mesmo a escolha ideal. As pulseiras escolhei na Tous e foram um amor à primeira vista. Já usei algumas vezes e garanto que vou usá-las até à exaustão quando o tempo melhorar (no Inverno, uso poucas vezes pulseiras). As sandálias foram outra opção, creio eu, inteligente - são prateadas, é verdade, e eu sou menina de dourados, mas acredito que irei calçá-las em contexto laboral com alguma frequência. A maquilhagem escolhida foi tão natural que nem reparo nela nas fotografias - fico mais bonita, claro, mas sou "eu".

Acho que foi mesmo esse o segredo para ter sido um dia tão "fácil". Foi tudo feito para se encaixar em nós e nas nossas personalidades, sem exageros ou artificialismos. 

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e casamento

Comentários

  1. A minha mãe cortou o vestido dela e usou-o mais umas quantas vezes enquanto vestido de festa :) até deixar de lhe servir.

    ResponderEliminar
  2. O vestido é mesmo "muito de noiva", não vai resultar cortado. Além disso, em que situações é que o usarias? Em casamentos e baptizados está excluído pela cor e em jantares formais vai-se de longo. Também acho que não irias gostar de usar o teu vestido de noiva (não deixaria de o ser, mesmo que "disfarçado" de vestido de cocktail) na festa de um amigo/familiar que já o conhece por ter sido convidado do teu casamento ou já o ter visto no blog ou facebook...
    Se não o queres guardar, mais vale venderes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorava saber a que tipo de jantares formais vão estas pessoas para terem de ir de vestido comprido. :P

      Eliminar
    2. Por acaso, depois de comprar, vi que a loja tinha o vestido igual em rosa claro e roxo claro. Eram vestidos de convidada. :D Vai daí, acho que se misturasse um toque de cor à parte do corpete e mudasse o tule, era capaz de resultar. Mas só o faria se tivesse algo específico em mente, o que (ainda) não é o caso.

      Eliminar
    3. S*, quando eu me casei a minha irma e a minha mae foram com vestidos compridos. Na minha zona é normal a familia directa e madrinha irem mais formais, com vestidos compridos. Por isso para mim seria normal esse vestido em cor usado por ex pela tua irma. agora por um convidado "normal" ir a um casamento já seria mais estranho. Mas lá está, para mim faz mais sentido esse vestido em cor e comprido ser para a madrinha do que esse vestido em branco cortado pelo joelho ser um vestido "normal".

      Anónimo17 de fevereiro de 2020 às 16:30

      Pode ser a titulo profissional. Eu tenho o jantar de gala de Natal da empresa do meu marido em que o dress code é fato para os homens e vestido comprido para as senhoras. No caso da minha empresa apesar de ser tambem jantar nao há essa formalidade e as mulheres vao geralmente de vestido pelos joelhos. Eu costumo passar a passagem de ano a ver um concerto na rua mas há pessoas que vão para hoteis e jantares mais formais. Não digo que se aplique a todas as pessoas, mas acredito que haja quem tenha 2 ou 3 jantares anuais deste tipo.

      Eliminar
    4. As cores e comprimentos do vestido também depende muito do tipo de cerimónia e das horas a que a mesma se realiza.
      O vestido sendo de noiva deve ser usado pela noiva. Esse vestido não é para emprestar.
      Penso eu de que...

      Eliminar
  3. Se fosse eu guardava o vestido de recordação para todo o sempre. É um vestido de noiva e não vejo em que situações de festa ficaria bem.
    Facilmente encontras outros vestidos em conta para esses eventos (com o dinheiro que poupas na costureira).
    Pensa bem porque vais estar a “estragar” o vestido desnecessariamente, digo eu.
    O resto das peças, sim, podes usar sem problema. Gosto muito das pulseiras da Tous.
    Os brincos não dá para ver ao pormenor pelas fotos, mas achei giro usares os brincos da tua irmã gémea.

    A minha Mãe ainda hoje tem o vestido de casamento dela guardado após décadas. Tem piada ver o vestido nos tempos de hoje, sobretudo eu enquanto filha, gostei até que ela o tivesse guardado até hoje.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, entendo perfeitamente. É uma peça para guardar para sempre... Mas não sei, acho que me faria sentido reutilizar!

      Eliminar
  4. S* vou ser sincera contigo e sei que não levas a mal.
    O vestido não faz nada o meu género e não morro de amores por ele, mas acho que te ficou muito bem vestido.
    Já o ramo de flores, gosto muito, super colorido.
    Eu sou mais de rústicos, mas achei que o ramo tão apelativo deu “vida” ao conjunto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entendo perfeitamente!! Eu tinha outra ideia completamente diferente do vestido que queria. Até a mim surpreendeu.

      Eliminar
  5. Digo-te um coisa: Tu com uma simples maquilhagem, ficas um mulherão!

    Eu não costumo usar muito no dia-a-dia porque nunca sinto que me corre bem, mas tanto no dia do meu casamento ou em eventos mais formais do mesmo género sou sempre maquilhada por uma profissional. Mesmo assim, não me sinto particularmente mais bonita ou favorecida, só quero ter um aspecto decente, com olheiras cobertas e tal.

    Mas, tu sendo obviamente uma moça jeitosa num dia normal sem usar nada, nestas fotos nota-se que nem precisas de muita coisa para passar de "simples" a tcharaaaan. A mim o raio da maquilhagem não me faz nada, caraças...

    E adoro adoro adoro o bouquet!!

    Mira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, tão querida. :) É muita preguiça minha, de facto. Das raras vezes em que me maquilho acabo a prometer a mim mesma que tenho de o fazer mais vezes, porque sinto imensa diferença. Fico logo mais sofisticada - que é coisa que eu não sou. Ahah.

      Eliminar
  6. "Foi tudo feito para se encaixar em nós e nas nossas personalidades, sem exageros ou artificialismos. "

    nao sei se percebi bem o que queres dizer. mas o facto de haver malta que quer algo mais elaborado e pomposo no casamento nao significa que nao se encaixe na pessoa e na sua personalidade.

    eu sempre sonhei com um casamento de princesa, com um veu enorme e vestido de cauda comprido. quando me casei comprei exactamente o que queria, obvio que no dia a dia nao ando assim, e o vestido lá está guardado , nunca o voltarei a usar. mas isso nao quer dizer que nao se enquadra na minha personalidade ou que é exagero. é um dia unico com o qual sempre sonhei e por isso tentei ter tudo o que queria, mesmo coisas que claro nao tenho no dia a dia, mas para mim fez-me sentido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu até poderia gostar do casamento mais 'princesa', mas o marido não é mesmo nada assim. Não teria a ver connosco enquanto casal. Mas cada um deve ter o que deseja!!

      Eliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.