Avançar para o conteúdo principal

Tudo a compor-se...

Nenhuma descrição de foto disponível.

Já está! Finalmente acabei de compor os dois visuais: casamento e baptizado.

Ontem adquiri este conjunto maravilhoso de brincos e colar para a cerimónia do baptizado (da Jetlag). São peças bonitas, mas que usarei perfeitamente em qualquer outra situação.

Estou orgulhosa de mim mesma, porque sinto que saí um pouco da minha zona de conforto e acabei por optar por peças mais intemporais. Por mim, era tudo com muita cor, colares compridos, brincos compridos... Mas fico muito satisfeita com as minhas escolhas.

Faltam 2 meses, gente boa. Dois meses!

Comentários

  1. gosto muito do conjunto, é giro e chique! beijinhos :) https://ratsonthemoon.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. então e as outras pulseiras da tous?

    ResponderEliminar
  3. Não são o meu género mas podem resultar no conjunto.
    O que decidiste em relação às sandálias?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sandálias prateada em couro, da Alpe, com apenas umas pedrinhas laterais.

      Eliminar
    2. Ou seja, compraste dois pares de sandálias prateadas... Não podias levar as do casamento a ambas as cerimónias?

      Eliminar
    3. Não. As sandálias do baptizado são de pele, couro cinzento. Apenas um detalhe lateral, o fecho com meia dúzia de pedras. As sandálias do casamento são efectivamente prateadas. Assim sendo, as sandálias do casamento são mais festivas, mais brilhantes... As do baptizado são efectivamente mais singelas.

      Eliminar
    4. porque nao levar as sandalias do casamento para o batizado? parece redundante ter ambas.

      Eliminar
    5. De que serve fazer 2 festas se não for para estourar o máximo de dinheiro 2 vezes?

      Eliminar
    6. Na minha opinião (que vale o que vale) não era necessário ter vários conjuntos de sapatos/acessórios para as diferentes situações. Como sou super prática e, acima de tudo, forreta, escolheria peças que ficassem bem na roupa para a cerimónia do batismo e depois para o casamento. Se calhar usaria, por exemplo, só brincos e pulseiras no bastismo e depois acrescentava o colar no casamento, só para parecer diferente. De resto, umas sandálias prateadas vão com tudo o que seja roupa de cerimónia. Não iria comprar um par diferente para cada ocasião sendo, ainda por cima, no mesmo dia. Mas lá está, eu sou a pessoa mais prática e forreta do mundo, não gosto de "vaidades" e grandes luxos. A ideia de juntar estes dois acontecimentos no mesmo dia, para mim, seria mesmo para poder poupar um dinheiro nas celebrações de ambos, portanto acabaria por ser exagerado ter vários acessórios e sapatos para o mesmo fim. O que importa, contudo, é que a S* se sinta bem com as escolhas que fez. Desejo mesmo, de coração, que corra tudo bem!

      Eliminar
    7. Acho mesmo que as sandálias do casamento não se adequariam à roupa do baptizado. Seriam demasiado vistosas e brilhantes. Mas entendo perfeitamente quem faça esse esforço de poupança. Eu poupo noutras coisas do casamento, mas não em comida ou roupa - mas o meu vestido ficou muito em conta. :D

      Eliminar
    8. Concordo com a Anónima das 11:06, também faria as mesmas opções (até levaria um só vestido). Mas isso sou eu...
      S*, não sei se já decidiste que gancho irás usar mas pensa bem. Aparentemente, essa será a única peça comum aos dois looks, aquela que faz a transição (e vai estar na cabeça, ou seja, constantemente olhada e fotografada)... Escolheste estilos e cores diferentes para ambas as cerimónias, talvez algo simples em prata seja uma boa opção.

      Eliminar
    9. Concordo com a Anónima das 11:06, também faria as mesmas escolhas (até levaria um só vestido). Mas isso sou eu...
      S*, não sei se já decidiste que gancho irás usar mas pensa bem. Aparentemente, será a única peça comum aos dois looks, aquela que faz a transição (e vai estar na cabeça, ou seja, constantemente olhada e fotografada)... Escolheste estilos e cores diferentes para ambas as cerimónias, talvez algo simples em prata seja uma boa opção.

      Eliminar
  4. Gosto muito do colar e dos brincos, das pulseiras nem tanto, mas são coisas que podem ser usadas em várias ocasiões.

    ResponderEliminar
  5. Não fazem o meu género mas acho que são bonitas e uma escolha acertada!
    Sei que já disse isto, mas... ESTOU ANSIOSA POR VER TUDO :))

    MY SUPER SWEET TWENTY - Blog | Canal | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  6. Perdi-me......então e as sandálias nude?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficavam grandes... e o meu tamanho estava esgotado. Passaram a ser cinza... mas modelo igual.

      Eliminar
    2. Até prefiro as cinza às rosa/nude =)

      Eliminar
  7. Não é feio, mas acho um conjunto "pesado", pouco jovial...

    ResponderEliminar
  8. Gosto muito do colar.
    Os brincos idem embora na minha orelha ficassem demasiado volumosos.
    Quanto às pulseiras já não são o meu género, até porque não gosto de usar conjuntos completos de colar+brincos+pulseiras e mesmo para usar sozinhas não sei... mas mais uma vez, no que concerne a acessórios acho que fizeste uma boa aposta porque são peças intemporais que vais poder usar em muitas outras ocasiões.
    Às vezes é melhor apostar em certas peças de qualidade para a vida do que acumular demasiada bijuteria que com o tempo oxida, deixamos de usar, etc.
    Como te tenho dito deves ir ao teu gosto para te sentires bonita e confiante. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso aqui discordo. A minha mãe tem muitas peças ditas "intemporais" que não usa porque se cansou.
      Tirando uma ou outra coisa muito clássica tudo o resto não usa/gosta.

      A moda é sempre reavivada mas pessoalmente prefiro não fazer "investimentos" nesse aspecto. Eu tenho várias peças "boas" que seriam supostamente clássicas ( muitas herdadas) e prefiro bijuteria barata qd a cerimónia é muito específica.

      Eu utilizei bijuteria no meu casamento, algumas peças de um estilo relativamente intemporal mas que são "too much" para o dia a dia.
      Desde que me casei usei as peças separadamente umas 2/3 vezes. Já lá vão quase 10 anos, as peças continuam atuais mas são simplesmente um exagero para o uso constante.

      Se tivesse comprado as peças em platina,ouro branco ou prata teria um investimento enorme empatado. E se juntasse pedras preciosas à mistura teria sido um erro colossal.

      Eliminar
    2. Depende do estilo de cada um. Eu não sou minimamente clássica nas joias ou roupa, pelo que não fazia sentido investir em puro para uma cerimónia de uma hora.

      Eliminar
    3. A minha mãe também tem algumas jóias de qualidade e também algumas herdadas e todas elas têm uma história, um carinho especial.
      Mesmo com anos e anos estão como novas.
      Lá está depende da pessoa.
      Eu actualmente prefiro usar as peças intemporais que tenho e claro alguma bijuteria, mas honestamente compro cada vez menos bijuteria porque com o tempo ficam escuras, estragam, não gosto delas.
      Prefiro peças de qualidade que posso usar com segurança durante muito tempo.

      Eliminar
    4. Para quem quer acessórios que não escurecem e não quer gastar muito/tem medo de se fartar das peças, o aço inoxidável é uma ótima solução.

      Eliminar
    5. Nisso percebo e concordo. A questão é que no meu casamento quis algo muito específico e num estilo que não uso frequentemente ( nomeadamente alguns brilhantes).

      As peças herdadas têm sempre valor sentimental. Mas tenho algumas que tenho sérias dúvidas que algum dia utilize.

      Eliminar
  9. Esse conjunto é mesmo mesmo giro. Parabéns pela escolha

    ResponderEliminar
  10. acho demasiadas peças, um bocado "árvore de natal", e ainda vais juntar algo no cabelo... gosto mais de ver brincos+pulseira ou colar+anel. Mas é mesmo uma questão de gosto e o importante é sentires-te bonita, e quem não gostar não olhe

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse seu comentário não tem qualquer fundamento. No baptizado usarei conjunto brincos e colar - o da fotografia. No casamento serão brincos e pulseiras.

      Sim, irei bonita. Não, não irei árvore de Natal.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.