Avançar para o conteúdo principal

Ups!


Sabes que a semana de Jejum Intermitente não vai ser muito promissora quando te deitas no Domingo a pensar "bem que podia comprar um pacote de Cheetos rafeiros do Minipreço, que são tão bons..."... E acordas na segunda-feira ainda com o mesmo desejo.

Nossa Senhora da Dieta das Noivas que me acuda!

Comentários

  1. Ahahah tal e qual eu XD é que só apetece comer porcaria.. doces e salgados.

    ResponderEliminar
  2. E logo Cheetos, esse pacote malvado nada saudável.
    Mas, S* continuo a achar que se fizesses reeducação alimentar e não dietas, conseguias perder peso sem passar fome, sem desejos loucos de cheetos e afins de quem se privou de comer.
    Pesquisa mais sobre reeducação alimentar, trocar certos alimentos, reduzir quantidades, beber muita água, etc.
    Perdi bons quilos assim, sem fomes loucas e sem radicalismos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais. Quando sinto "fome" muito específica é sinal que ando a comer pouco, mas evito ceder (pelo menos em porcarias). Não foi por acaso que perdi imenso a amamentar e sem passar fome.
      SM

      Eliminar
    2. Também concordo. A dieta é só até ao casamento? E depois, volta a comer tudo o que lhe apetece?

      Eliminar
    3. Claro, fez o mesmo para o casamento da irmã. Até para o ginásio foi nos meses anteriores. É, literalmente, só para a fotografia ahahahah

      Eliminar
    4. Eu pessoalmente tenho melhores resultados com o jejum intermitente.
      Se tomar o pequeno almoço de manhã cedo passadas 2 horas tenho fome. Se o tomar apenas entre as 10/11h não sinto fome até lá.

      Em relação à perda de peso a ciência já provou que o jejum intermitente ou comer pouco mais vezes é igualmente eficaz e que não há motivos clínicos para recusar um modelo ou o outro. Aquilo que funcionar melhor para as pessoas e os auxiliar a ingerir menos calorias é que é o certo para aquela pessoa.

      Eu não passo fome nenhuma, se acordasse com fome comia mas não é o caso. Há alturas em que só sinto fome às 12h e não é a fome de estar esfomeada e comer este mundo e o outro. Depois janto pelas 19/19.30h e não como mais nada até ao dia seguinte. E eu sou incapaz de estar a sentir fome e não comer. Por exemplo hoje tive de jantar muito cedo e há pouco fui comer algo porque estava com fome. Quebrei o JI e não me martirizo porque é um dia, não fui comer nada que não seja saudável e fi-lo por sentir fome.

      Na maioria dos dias também não lancho porque não sinto fome e depois há outros dias em que sinto mesmo necessidade de o fazer... O que interessa acima de tudo é que a ingestão de calorias seja inferior ao que o corpo precisa. Garantindo défice calórico e refeições saudáveis e variadas não há qualquer tipo de problema.

      Eliminar
    5. Jejum intermitente é uma coisa, dieta é outra e finalmente reeducação de hábitos alimentares é outra totalmente distinta.
      Há livros, vídeos na net e inúmera informação sobre o tema Alimentação.
      Basta ter interesse em querer saber, contudo, obviamente cada um faz o que bem entende com o próprio corpo.
      Dietas não são para a vida inteira, ponto.

      Eliminar
    6. Anónimo das 1:45, fiz um dos comentários acima. Ao dizer '.. dieta das noivas...', faz parecer que a dieta é com esse objetivo e não numa perspetiva de longo prazo. Mas posso ter feito uma interpretação errada.

      Eliminar
    7. Se tivesse estudado alguma coisa de nutrição cientificamente válido saberá que dieta alimentar é aquilo que se chama aos hábitos alimentares... Portanto, sim, é para a vida toda.

      Eliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.