Avançar para o conteúdo principal

In love!


Nunca fui uma pessoa de crianças. Nem sequer de bebés. Sim, acho-os bonitos, mas nunca fui daquelas pessoas que se derrete toda com bebés. Talvez porque as mais novas da minha família fôssemos nós - eu e a minha irmã. Nunca lidei com crianças, nunca lhes liguei.

Agora, desde 8 de Março, estou a aprender o maravilhoso mundo dos bebés. Junto do baby sobrinho (já sei que é Miguel, mas eu gosto de baby sobrinho), não há ninguém que esteja triste. Ele ilumina toda a gente. Põe todos a sorrir simplesmente por existir. Então quando sorri para nós, ainda sem dentes, é a pessoa mais bonita de todas. 

Só se abre uma excepção quando incorpora o "Daemon Chihuahua" (alcunha que ganhou) que há dentro dele. Aí fugimos todos, para não o ouvir berrar.

Comentários

  1. Oh quando temos assim ligação os bebés sabem por demais :)

    ResponderEliminar
  2. Tão ternurento este post. Eu, não sei se por ser filha única, se por no meu bairro de origem haver muitos bebés, sou daquelas pessoas que sempre fui louca por eles. Se a vida me permitisse tinha uma dúzia de filhos.

    ResponderEliminar
  3. Olá doce S*,

    Na minha família, sempre existiram bebés e uma coisa que toda a gente pergunta e quando é que tu tens? Não sei porque ainda não me despertou o relógio biológico, mas a verdade é que uma criança ilumina uma casa.
    Abraços doces

    ResponderEliminar
  4. eu sou daquelas pessoas que se derrete completamente mal ve um baby :p sao tao adoraveis...

    ResponderEliminar
  5. Também só quando nasceu a minha sobrinha é que percebi bem a cena de um amor... sem igual :)

    ResponderEliminar
  6. Eu aprendi a gostar mesmo de crianças quando o meu sobrinho e afilhado nasceu. É a coisa mais adorável do mundo! Mas passados 6 anos, nunca consegui deixar de ficar irritada com aquelas birras e gritos vindos do nada ahah
    Enfim, crianças :)

    ResponderEliminar
  7. Eu sempre adorei bebés. Fui tia aos 16 anos e depois foi sempre a aparecer mais sobrinhos, trabalhei numa creche, e tudo isso sempre me fez adorar os babys e surpreender-me a toda a hora com a sua evolução tão rápida. A mais ou menos 2 meses de ter a minha estou ansiosa por vê-la ca fora!!

    ResponderEliminar
  8. Brevemente serás tu a ter um bebé lindo que te adora com mais ninguém :)

    ResponderEliminar
  9. Sou tal e qual, sempre fui a mais nova da familia, até nascer também o meu sobrinho o ano passado.
    Ele é um bebé tranquilo, o que faz dele um vebé adorável. Adoro o meu sobrinho e acompanhar todas as fases, mudanças e crescimento é muito bom.
    De qualquer forma, acho os bebés uns fofos, mas não me derreto com crianças.
    É diferente com o meu sobrinho mas quanto a mim, ter filhos não é, nunca foi um sonho. Não sei!

    ResponderEliminar
  10. Adoro crianças.Aforava ser mãe. Su tia de um sobrinho que me deixa mais que babadaa e tenho mais umas quantas sobrinhas de coração. Principalmente duas que me são como família. São seres absolutamente adoraveis e que trazem paz quando é preciso. :)

    ResponderEliminar
  11. Já eu sempre me derreti com bebés! E posso dizer que o meu sentido maternal anda demasiado apurado!!

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Para descobrir estas maravilhas, há sempre tempo!
    Agora não vais querer outra coisa :D

    ResponderEliminar
  13. Confesso que sou daquelas pessoas que derrete COMPLETAMENTE com bebés. Sou capaz de ficar tempos infinitos a olhar para eles, babadíssima. Mas quando são nossos (filhos, mas tbm sobrinhos, segundo dizem) é diferente. Mesmo quem não é muito dado a crianças... :P eles são tudo de bom!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.