Avançar para o conteúdo principal

Baratuchices

Há uns dias fui ao chinês comprar saquinhos para as trufas do Dom Pirata. Espantei-me e apaixonei-me por uns ponchos de lá. Não costumo sequer experimentar roupa no chinês, mas experimentei e adorei.

Qual não é o meu espanto quando o mais-que-tudo me diz "isto é deprimente".

Deprimente porquê?

"Porque não gosto de te ver comprar roupa no chinês. Se fosse para mim, tudo bem, qualquer coisa serve. Mas para ti é deprimente".

Oh homem, deprimente era se eu ficasse pirosa. Mas fico gira com os ponchos!!


PS: Por falar nisso, o "estabelecimento asiático" que frequento é o único que conheço que tem uma marca de camisolas básicas 100% algodão, made in Portugal, que dão jeito como tudo no Outono. Por isso, não assumam que no chinês não tem artigo português.

Comentários

  1. O problema é que "os estabelecimentos asiáticos" não pagam impostos em Portugal...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso, mas só por puro acaso, isso é mentira.

      Eliminar
    2. Então ilumine cá a malta, poças.

      Eliminar
    3. Também já me disseram que sim, que pagam impostos, e quem o disse é contabilista e jura que faz a contabilidade a alguns chineses...

      Eliminar
    4. Pelo que percebi os impostos não lhes cabem a eles totalmente por tem um incentivo do governo chinês.. ou não é assim?

      Eliminar
  2. hahahahahahahahahahhahaha muito bom.
    Depois quero ver esses ponchos ;)
    Bjos

    Maggie

    ResponderEliminar
  3. :) Eu compro meias de inverno, daquelas até ao joelho e camisolas interiores no chinês. Boas e baratas! E não é nada deprimente, pelo contrário, a minha carteira agradece.

    ResponderEliminar
  4. Não acho "deprimente". Já comprei algumas coisas no chinês, admito. E só não gosto de lá comprar não é pela má qualidade - que a há em tantas outras lojas... até porque o fabrico dos produtos é quase o mesmo - mas sim porque acho que o seu crescimento só prejudica o restante comércio .

    ResponderEliminar
  5. Deixaste-me a pensar...olha que o mais que tudo anda deprimido por lhe comprares roupa no chinês não teve coragem de tu dizer e zás atira-te com essa , ou seja pôs-se em ti para tu te pores nele, estás a ver ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahah Eu não lhe compro roupa!!

      Eliminar
    2. Não?!!! deixa-me lá ver, fruta é na frutaria, pão é na mercearia, sapatos na sapataria, jornais e/ou revistas na loja da esquina, medicamentos na farmácia...ah, é isso acesórios, botões de punho e atacadores para sapatos. ;))))

      Eliminar
  6. Verdade verdadinha ... :)
    E se fica bem, força!

    ResponderEliminar
  7. Trabalho com artigo Chinês e artigo Nacional e não se pode comparar a qualidade, contudo ainda assim nesta colecção de Inverno acho que os "Chinocas" evoluíram em qualidade e em beleza.
    Quanto aos ponchos... ainda hoje publiquei uma foto minha com um , a minha mais recente aquisição :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não faltam é comerciantes a vender o chinês a preço do nacional e a dizer que o que vendem é nacional.

      Eliminar
  8. Eu compro marmitas no chinês e fazem-me um jeitão para trazer as coisas para o trabalho. Nem tudo é mau lá, tem coisas bem engraçadas.

    ResponderEliminar
  9. A verdade é que a maior parte dos produtos das "lojas dos chineses" são portuguesas... Comecem a espreitar as etiquetas. ;)

    ResponderEliminar
  10. Estás a gozar? O chinês tem roupas muito boas, made in Portugal. Não acho vergonha nenhuma, acho é inteligente poupar dinheiro. Ao pé de mim uma família de chineses abriu uma frutaria... E não tas bem a ver, vendem tudo de produção portuguesa e super barato. Se os portugueses não sabem fazer negócio, olha, vêm os chinocas e pronto, dominam a coisa. :)

    ResponderEliminar
  11. Eu se gostar de alguma coisa do chinês, compro. E às vezes tem coisas bem giras :)

    ResponderEliminar
  12. eu não ligo ao sítio onde compro a roupa, desde que goste ...

    ResponderEliminar
  13. As lojas chinesas vendem muita porcaria, mas de vez em quando também podemos lá encontrar verdadeiros achados. Já lá comprei boas camisolas de lã!
    xx

    ResponderEliminar
  14. Sinceramente não gosto muito de ir ao chines. Ate tem roupa gira, mas longe vai o tempo em que era super barato. O cheiro do calçado, por exemplo é horrivel! A H&M consegue ter roupa mais barata que o chines!
    Mas se te fica bem mulher, aproveita :)

    Portuguese Girl with American Dreams
    http://fromportugaltonyc.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. Deprimente é a mentalidade do teu namorado.

    ResponderEliminar
  16. Eu confesso que não compro nada no chinês. Apenas e só porque acho muito injusto que a maioria deles não pague impostos!

    ResponderEliminar
  17. Vi as fotos dos ditos cujos no FB e tenho a dizer que são bem giros!

    ResponderEliminar
  18. Por norma quando vejo alguma coisa que gosto compro :)

    ResponderEliminar
  19. Já ouvi dizer que essas etiquetas nem sempre são de fiar... Mas, se são giros, menos mal =P

    ResponderEliminar
  20. Não sou adepta da loja dos chineses mas não quer dizer que volta e meia não vá dar uma vista de olhos. Sou mais adepta das feiras.

    Uma vez, num outlet bem conhecido na zona Norte em que as lojas são de marcas caras, comprei um casaco que achei giríssimo por ter um padrão peculiar que me custou praticamente os olhos da cara e que em poucos dias começou a ganhar borbotos e a descoser-se. Duas semanas mais tarde encontrei igual, EXACTAMENTE IGUAL (a etiqueta é que era de marca duvidosa), numa loja dos chineses a um preço bem mais em conta... Senti-me bem enganada.

    ResponderEliminar
  21. Eu não tenho preconceitos nenhuns contra as lojas chinesas. Se as coisas são giras e baratas o que é que as distingue de tantas outras lojas que vendem fast fashion com qualidade também reduzida?

    ResponderEliminar
  22. São bem gitos os dois ponchos. E eu normalmente compro collants made in Portugal no chinês. Até uma vez escrevi um post sobre isso.

    ResponderEliminar
  23. Eu também compro nos chineses, yeaah!
    Mas o que te vinha aqui dizer é que afinal de contas, já vi roupa nos chineses igual a uma loja que tem do outro lado da rua da tua mana, mais acima um bocadinho, sabes? Também costumo comprar lá algumas coisas, e entretanto apercebi-me que tinha roupa igual à dos chineses...

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.