Avançar para o conteúdo principal

A vida acaba sempre por nos compensar...

Ontem faria anos a minha avó. Fiquei, de certo modo, aliviada quando ela partiu, porque estava a começar a sofrer. Preferi sofrer com a partida dela do que vê-la a sofrer um bocadinho mais todos os dias. 

Passados menos de três meses da sua partida, a vida deu uma volta. A família manteve-se unida e conseguimos sorrir, brincar, celebrar, apesar da sua ausência. 

Ela partiu, mas a família vai ser compensada. Vai haver mais união, mais amor, mais afecto.

É a vida. Dá muitas voltas. E ela ficaria imensamente feliz com as voltas que esta família está a dar.

Comentários

  1. Acredito profundamente nisso...depois da tempestade vem sempre a bonança...

    Já passei por muitas tribulações, e acho que só o consegui da melhor maneira, porque no fundo sei que depois virá algo maravilhoso...

    ResponderEliminar
  2. Quando eles estão a sofrer, partir é a melhor solução. Nós não queremos e até podemos sofrer...mas sofremos muito mais a vê-los sofrer!
    Ela está a ver com toda a certeza, e deve estar muito feliz com vocês!

    ResponderEliminar
  3. Ainda bem :) Fico feliz por vocês.

    Espero que a vida não tarde a sorrir para os meus lados.

    ResponderEliminar
  4. Não há nada melhor no mundo do que essa certeza de que tudo se compõe, tudo passa, quando há amor.

    ResponderEliminar
  5. Nem todas as famílias conseguem ficar ainda mais unidas depois da partida de alguém. Ainda bem que vocês conseguiram :)

    ResponderEliminar
  6. É triste quando vemos partir alguém.
    Mas com este post, percebi nas entrelinhas, que vem aí bebé. Será que percebi mal? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joana G, daqui a uns dias falamos. ;)

      Eliminar
    2. Ia comentar precisamente o mesmo. Seja esse o motivo ou outro qualquer, certamente que ela fica feliz de vos ver assim, felizes! :)

      Eliminar
  7. Ainda bem que a dor deu lugar à união familiar...

    ResponderEliminar
  8. Desde o primeiro post mistério, que percebi que a tua irmã está grávida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou casamento, que uniria duas famílias, não sei...

      Eliminar
  9. A vida tem dessas coisas.... Tira por um lado mas por outro...
    Ainda bem, que apesar da tristesa tens motivos para sorrir.

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  10. O pior de tudo é as pessoas ficarem a sofrer e nós assistirmos a isso sem podermos fazer nada, bem sei que custa mas é melhor partirem em paz e sem grande sofrimento

    ResponderEliminar
  11. ainda bem que assim é.
    A minha avó tb partiu mas a menos tempo, fez no dia 15 deste mes 1 mês que ela partiu. Mas tal como tu tb sei que ela estava a sofrer. Agora tenho uma estrelinha mais brilhante lá em cima. Um amor incondicional e para a vida
    bjs*

    http://se-tu-saltas-eu-salto.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Porque é a lei da vida, sofre-se sente-se a falta da pessoa, toma-se consciência que a vida é sempre curta por mais longa que possa ser, e é muito bom que as pessoas se unam.
    A tua avó ficaria muito feliz sabendo que a família está em harmonia.
    xx

    ResponderEliminar
  13. Tudo tem o seu tempo. E o fato da família estar bem é o melhor. Mas tive a mesma percepção que a Joana G, que por ai vem fraldas a trocar.

    ResponderEliminar
  14. Ainda bem que as coisas ficaram assim :)

    ResponderEliminar
  15. A minha desmoronou-se um pouco, quando a minha bisavó morreu.

    ResponderEliminar
  16. Acaba por ser uma maneira bonita de homenagear a memória dela! É bom para todos :)

    ResponderEliminar
  17. "Nada se perde, tudo se transforma" :D

    ResponderEliminar
  18. Tudo no tempo certo, as coisas tem seu tempo.
    Bom fim de semana
    Bjinhos ♥
    http://sarranheira.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  19. É sempre uma boa homenagem e acaba por ser bom para todos :)
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  20. Cá me parece que tens alguma coisa para contar... ;-)

    ResponderEliminar
  21. Não quero ser pessimista mas,olha,não tenhas ilusões...

    ResponderEliminar
  22. Como já disse hoje algures, boas notícias é o que se quer! E sim ela onde está também está a zelar para que tudo vos corra bem! :)

    ResponderEliminar
  23. Eterno descanso à tua avó, que descanse em paz! A vida, essa continua para nos trazer mais alegrias e infelizmente mais desencantos e tristezas, por isso enquanto a saudade perdura, a união familiar e a alegria do lar dura, vive a vida no dia a dia!

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.