Avançar para o conteúdo principal

Virei Rainha

Chamem-me S*. Ou chamem-me antes Rainha da Esfregona.

Enquanto tiver um cão pequeno em casa, que ainda não pode ir ao quintal por não ter as vacinas, passo a vida de rolo de cozinha na mão, a apanhar conguitos, e com a esfregona na outra mão, a lavar o xixi. É um fartote!

O que vale é que, durante o dia, o Rei assegura estas funções.

Comentários

  1. Mas são tão fofos que uma pessoa perdoa!

    ResponderEliminar
  2. O teu cão é a maior fofura mesmo ;) Mas quando são pequeninos são trabalhos redobrados.

    ResponderEliminar
  3. Ahahah! Como se costuma dizer: "Aguenta e não chora"!

    Sei que dizes isso de ânimo leve, porque mesmo depois de todo o trabalho que o canito dá, derretes-te toda, só com a sua presença ;)

    Aiiii, tenho tantas saudades de ter um cão :/

    ResponderEliminar
  4. É por uma boa causa! lol Melhores tempos virão ;)

    Passatempo lá no blog :)

    ResponderEliminar
  5. Bom dia :) Já experimentaste colocar jornais num local da casa para ele ir sempre fazer as necessidades lá? Até tens uns tapetes absorventes (tipo fraldas) para colocar no chão e tudo.
    Assim ele vai aprender que só faz naquele local :)

    ResponderEliminar
  6. Estou na mesma.

    Um "bebé" de 2 meses e meio e 9Kg, que aos poucos lá aprende a ir ao jornal.

    ResponderEliminar
  7. Há-de ser um reinado curto, espera-se :)

    ResponderEliminar
  8. Ahah, tens que o ensinar a fazer sempre no mesmo sitio. Continuas a ter que limpar, para pelo menos não andas a ser "presenteada" pela casa fora :)

    ResponderEliminar
  9. Rainha da esfregona! Lol, Aguenta agora um pouco , porque depois habitua-se a ir à rua...mas o que vale é que o Rei também ajuda.

    ResponderEliminar
  10. Mete jornais num canto da casa que ele vai lá :)

    ResponderEliminar
  11. Ter animais em casa é contar com o trabalho que dão. Há de se cuidar, da casa e deles. E não é fácil.

    ResponderEliminar
  12. eh eh, mas vale a pena, o teu puro rafeiro é a coisinha mais linda!

    ResponderEliminar
  13. Ahahah :P E eu que vou ter um gato.
    Já agora pedia te uma coisa muiiiito importante. QUe tal um post intitulado de "Tenho um gato, o que fazer?". Nunca tive um gato e não sei o que fazer. Um beijinho

    ResponderEliminar
  14. Lol!! Eu tb tenho um novo membro na família, um gato! Agora sou a rainha da vassoura e do apanhador, pois ele sempre q vai à caixa de areia deita metade fora!

    ResponderEliminar
  15. Experimenta ensiná-lo a fazer em cima de jornais ou resguardos de bebé/cama.

    ResponderEliminar
  16. Eu sou mais dada a gatos já por causa da higiene que eles são maus autónomos :)

    ResponderEliminar
  17. De esfregona na mão mas feliz, isso é que interessa.

    ResponderEliminar
  18. Fucking dilema a escolher: criança bagunça o lar e dogs sujam tudo quanto é canto! 0h, shit!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.