Avançar para o conteúdo principal

Facto

Os meus pés não foram feitos para saltos altos, por mais compensados e confortáveis que sejam os sapatos/as sandálias... ao fim de umas horas parece que os pés gritam "socorro, libertem-me!".

Comentários

  1. Olha, já somos duas. Eu, porque tenho os pés completamente planos e usei botas ortopédicas até aos 15 anos... Mesmo em calçado confortável doem-me os pés se andar muitas horas seguidas ou em pisos irregulares (tipo paralelos e afins).
    É o teu caso?

    **

    ResponderEliminar
  2. Como eu te compreendo, os meus são iguaizinhos. E tenho muita pena porque há sapatos lindos. Até com os saltos baixos, se andar grandes distâncias, fico com bolhas. Oh sorte!

    ResponderEliminar
  3. Olha que não, amiga... eu até gosto bastante de saltos, uso dia sim, dia não. :)

    ResponderEliminar
  4. Nao e falta de habito, eu cheguei a usar todos os dias (mas nunca foram prai mais de 5cm), mas os pes ficam cansados! ja desisti, agora se tiver de escolher tem de ser algo que sinta que e confortavel, comprar sapatos pq os acho giros e ao fim de 1h nao os aguentar e deixar de usa-los nao da

    ResponderEliminar
  5. Eu tenho para mim que ninguém se sente realmente confortável a usar saltos. Podem não se importar de os usar, mas sentirem-se sempre bem com eles... Não me parece ;)

    ResponderEliminar
  6. Ai como eu te compreendo! É um pesadelo...

    ResponderEliminar
  7. Já para não falar nos joanetes que podem aparecer por causa do uso de saltos altos...deixo só para ocasiões especiais.

    ResponderEliminar
  8. Podes crer , por mais confortáveis que sejam ao fim de umas horas os pés já "gritam" :)

    ResponderEliminar
  9. aiiii sim, e como eu adorava que não fosse assim :S

    ResponderEliminar
  10. olha quem me dera não ser como tu . amo sapatos mas ja desisti de os comprar , tenho insistido nos de cunha , mas levo sempre umas sabrinas na mala :D para trocar ao fim de umas horas

    ResponderEliminar
  11. os meus pés dependem do estado de espírito. Às vezes apetece uns saltos altos, dependendo da ocasião, mas também sou de rasos, definitivamente.

    ResponderEliminar
  12. Tens de abandonar os saltos altos e tentar os saltos em comprimento, por exemplo... ou o triplo salto. ahahah

    ResponderEliminar
  13. Acredita que é mesmo uma questão de hábito ;)

    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
  14. Eu também me dou melhor com saltos baixos. Mas tem piada que ainda à pouco estava a pensar "nunca mais calcei umas sandálias com salto"!

    ResponderEliminar
  15. os meus também 'gritam' muito, mas têm vindo a habituar-se às plataformas que sempre não são tão dolorosas como os saltos :D
    **

    ResponderEliminar
  16. Concordo plenamente! Eu tb sou assim, eu bem me esforço, mas se os uso um dia, já não consigo usar uma semana inteira... :(

    ResponderEliminar
  17. Eu tb!! :'( :'(
    Mais d 4 cm d tacao e tou tramada!!!
    :'(

    ResponderEliminar
  18. os meus sao ao contrario... por estupido que pareça... nao posso andar com sabrinas e sapatos rasos que os meus pes me magoam imensoooo

    ResponderEliminar
  19. é uma questão de hábito...se andasses com eles todos os dias... ias estranhar quando não andavas!

    ResponderEliminar
  20. É uma questão de hábito...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.