Avançar para o conteúdo principal

Hachiko



"O filme é baseado na história verídica de um cão. Hachiko costumava esperar sempre pelo seu dono, um professor na Universidade de Tóquio, na estação de comboio de Shibuya. Mesmo depois do professor falecer, o cão continuou todos os dias à espera na estação, durante cerca de dez anos, até que morreu em 1935. Os japoneses ficaram tão sensibilizadas com esta atitude que construíram uma estátua de Hachiko e colocaram-na na estação onde ainda hoje é um dos mais populares pontos de encontro."


Com o Richard Gere - que adoro - e o cão mais amoroso.

Resultado final: Choramos todos. Absolutamente lindo.

Comentários

  1. a minha afilhada mostrou-me o trailer e eu chorei XD por isso não sei se é bom ir ver o filme...

    ResponderEliminar
  2. Eu já vi o filme ha algum tempo e simplesmente adorei!

    ResponderEliminar
  3. Já vi esse filme há quase 1 ano atrás...! Eu e o meu homem chorámos a partir de meio do filme até ao fim...! Mas é lindo!

    ResponderEliminar
  4. pois...tinha de ser ele!!!!


    beijo


    ps: se houvesse humanos com a sensibilidade dos animais o mundo, certamente, seria melhor...

    ResponderEliminar
  5. Desde que vi o trailer que faz parte da minha lista de filmes a ver. E depois de ouvir as opiniões de quem já viu que fico com mais vontade ainda.

    ResponderEliminar
  6. Já ouvi falar muito do filme, mas ainda não vi. Mas a verdade é que estou muito curiosa.

    ResponderEliminar
  7. Por acaso até vi (influenciado pela tua gémea). Eu tinha cá o filme e meia dúzia de legendas abrasileiradas. Hoje sacámos legendas em "preto-guês" e deu pra ver.
    É giro, até por ser adaptado de uma história verídica.
    Foi pena não terem enviado um balde de pipocas por correio expresso. Não faz mal, comi tremoços que não engordam. xD
    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. O Mundo havia de ser governado por cães.

    ResponderEliminar
  9. Amei este filme e Richard Gere dispensa comentários, um dos homens mais lindos que já vi... pena que ha uma distância considerável.

    ResponderEliminar
  10. Os cães são animais fantásticos.... fiquei muito curiosa... :)

    ResponderEliminar
  11. Só com este teeiller, não sei se tenho coragem de ver o filme!!

    ResponderEliminar
  12. Eu também já vi... E também chorei que nem uma Madalena arrependida... E aconselho-te um antigo, mas que é lindo, lindo: "Fluke". Também é com um cão. Vais adorar, com toda a certeza. :)

    ResponderEliminar
  13. Acho que foi dos filmes que mais chorei de sempre =')

    ResponderEliminar
  14. também chorei. amei. eu sou voluntária num canil, amo animais. a mim tocou-me imenso. toda a filosofia do filme de que a lealdade animal consegue ser superior à humana, bateu forte.
    beijo

    ResponderEliminar
  15. Acho que tão cedo não o vou ver. A mãe de uma amiga minha foi ver e disse que chorou que se fartou. E eu como me emociono facilmente com tudo o que envolva animais, então prefiro nem ver :(

    ResponderEliminar
  16. Estou muito curiosa, mas não me apetece gastar um pacote de lenços em lágrimas pá! =P *

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.