Avançar para o conteúdo principal


You had me
You lost me
You're wasted
You cost me
I don't want you here messing with my mind
I've realized in time
that my eyes are not blind
I've seen it before
I'm taking back my life


Joss Stone - You had me


Pois diz que vai ser isto.

Comentários

  1. Bom dia.
    Estou dando uma navegada rápida para ver as novidades e comunicar o motivo da minha ausência esta semana. Eu moro no meio do mato, literalmente. A única conexão que consegui por aqui foi um 3G, onde devido a altura e, sobretudo a mata, o sinal é extremamente precário. Telefonia nem pensar. Só que esta semana o aparelho apresentou um problema e minha filha levou para o Rio e deixou em manutenção. Não sei quanto tempo vou ficar sem ele, mas de uma coisa eu sei: estou morrendo de saudades dessa troca que fazemos todos os dias. Espero que não me abandone.
    Por causa disso, sou obrigada a apelar para a lanhouse, coisa que eu detesto e o faço bem rapidamente.
    Pode estar certa, se eu não contar uma história a cada dia para você, é que estou em sérios problemas. Eu amo essa relação que só o blog nos permite ter. Aproveito para dar os parabéns pelo dia de ontem, afinal todos somos grandes contadores de histórias.
    FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja uma boa semana para você.
    Beijo grande e Saudações Florestais !
    em http://www.silnunesprof.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Por vezes são necessárias umas quantas cabeçadas para nos abrirem os olhos.

    Bjos.

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente é preciso sofrer para aprender.

    Rita*

    ResponderEliminar
  4. adoro a musica,
    e sim sem a gente dar uns tombos nao aprende nada.

    ResponderEliminar
  5. Adorei a musica...em alguns pontos e bem meu momento...ate coloquei nos favotritos do meu orkut....Valeu!

    ResponderEliminar
  6. money short
    times are hard
    e isso reflete-se na poesia suponho

    ResponderEliminar
  7. The longer you wait for the future, the shorter it will be
    And as of old, in music measureless
    I heard his golden voice and marked him trace
    Under the common thing the hidden grace
    And conjure wonder out of emptiness
    ttill mean things put on beauty like a dress
    und all the world was an enchanted place
    And then methought outside a fast locked gate
    I mourned the loss of unrecorded words
    Forgotten tales and mysteries half said
    Wonders that might have been articulate,
    And voiceless thoughts like murdered singing birds
    And so I woke and knew he was dead

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.