Avançar para o conteúdo principal
Irrita-me gente que não sabe o que quer.

São como aquela chuva que não molha. São chuva... mas nem chuva são. Estão ali no meio, na indefinição.

Por cada passo que dão em frente, recuam dois. Estão ali numa de empatas (até vos chamava um nome mais feio que incluiu "empatas" e o acto de fornicar - palavra de dicionário Priberam).

Ou querem ou não querem. Ou andam ou não andam.

Como muita boa gente me diz:

A fila anda!

Comentários

  1. É a famosa mosca de padaria..
    Nao come nem sai de cima!!

    ResponderEliminar
  2. Mais importante do que se saber o que se quer (que te aviso já que com a idade se vai tornando cada vez mais difuso) é saber-se... o que não se quer. Poucos se preocupam com isso, e é o mais importante.

    ResponderEliminar
  3. Depois duma ausência...de alguns dias , cá está um novo capítulo da história de Alice.

    Faltam dois...para um final duma história interminável , uma história de esperança, uma história sem fim ... :)


    mais à frente, lá para o último capítulo, estou com vontade de vos lançar um desafio .

    Bjs e Boa Páscoa

    Teresa

    coment ao post:

    --- empatas é do pior que há !! lol bj---

    ResponderEliminar
  4. Hmmm... Eu também sempre detestei esse tipo de pessoas/situações mas neste momento estou "empatada" numa pessoa/situação... Mas ao menos não impeço ninguém d'andar/seguir em frente. Sou só eu!

    ResponderEliminar
  5. é chato quando o que queremos não encaixa com o que o outro quer... aí começam as cedências e os (des)entendimentos...

    ResponderEliminar
  6. Puzz, desentendimentos concordo. Agora ceder... achas mesmo?


    :P


    lol

    ResponderEliminar
  7. Infelizmente estou no meio de uma sitaução dessas, embora eu seja a pessoa que sabe o que quer...

    Já está a ser dificil aguentar...

    bj****

    ResponderEliminar
  8. ceder sim!... é preciso saber ceder... e também é preciso não forçar porque pode partir!

    ResponderEliminar
  9. Não cedo porra nenhuma. Ou é tudo ou não é nada. Drama queen moment. :P

    ResponderEliminar
  10. boa sorte... mas com essa postura é capaz de ser complicado! (digo eu que não percebo nada disto;)

    ResponderEliminar
  11. Olá!
    Há pessoas muito indecisas:=((

    Beijocas

    ResponderEliminar
  12. É irritante --'
    seja na 1ª pessoa ou noutra qualquer.

    ResponderEliminar
  13. Ah pois é e não se espera por ninguém. passou a vez azar, tivesse pensado nisso antes. bjs

    ResponderEliminar
  14. Por vezes não basta "saber o que se quer".
    Ou basta?
    Lolol
    Bjos.

    ResponderEliminar
  15. O que essas pessoas me enervam... Não cagam nem saiem do mato né!

    RAIVA!!

    ResponderEliminar
  16. Ai não sei....

    x)

    de facto,conviver com pessoas que passam a vida nisso,é irritante.
    Há fases de maior dúvida e todos passamos por elas,mas há quem exagere,claro.

    ResponderEliminar
  17. É verdade... Isso também me irrita... Até porque muitas vezes eu também sou assim...

    Beijo

    ResponderEliminar
  18. Estou contigo, por isso agora que se foda... perdoa-me mas hoje preciso de explodir e tu escreves cada coisa que é exactamente o que sinto e penso na porra do momento.
    Dava dois passos e agora recuo todos... a vida continua, mas isto dói como tudo.
    Abraços grandes
    Com carinho
    Sairaf

    ResponderEliminar
  19. ou então "não caga nem sai do penico"
    deixa lá pior do que tu ficam elas porque perdem oportunidades..

    ResponderEliminar
  20. Depende muito do contexto, e às vezes não decidir no imediato é bom se estivermos a falar de uma peça de roupa. Agora se forem questões amorosas e ele não se decidir é que não me parece bem. Homem que não nos quer e implora pela nossa presença não nos merece.

    ResponderEliminar
  21. Concordo a 100%! É irritante, enervante e frustrante! As pessoas assim têm um dom muito especial de se magoar a si próprias e a terceiros pois não conseguem atingir o equilibrio.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.