Avançar para o conteúdo principal
Acho os programas televisivos do Dia do Pai tremendamente deprimentes.

Especialmente se convidarem a Ana Malhoa para fazer um dueto para lá de piroso com o paizinho José Malhoa.

Ai que lindo estes programas em que fingem ter uma ligação fantástica ao Pai que visitam uma vez ao mês. Fico realmente tocada.


Ando a escrever demasiado.

Comentários

  1. És tu e eu... Tocadissima. Até me vêm lágrimas aos olhos... (Note-se o tom de ironia).

    Bjx

    ResponderEliminar
  2. LOL Assino por baixo

    Kiss kiss

    ResponderEliminar
  3. E mais, são chatos e compridos. Esticam o dia do pai até mais nao...

    ResponderEliminar
  4. A ideia de piroso, nos programas e nas músicas tem sempre a ver com gostos pessoais. Importante é que não se faça deste dia outro Natal, um Dia da Mãe, um Dia da Mulher, onde reina uma triste demonstração de falsidade, com os pais e filhos perfeitos, nas visitas mensais aos lares onde abandonaram os seus progenitores, com os sorrisos, beijos e abraços para os outros, para a fotografia, para a curiosidade ávida da vizinhança e amigos. Felizmente que ainda há excepções, mas essas não precisam de dias certos para demonstrações de afecto.

    ResponderEliminar
  5. são mesmo uma palhaçada. mas é isto que o povo gosta de ver (senão não se faziam este tipo de programas).

    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. programas criados para para determinados dias são definitivamente aborrecidos (nota que qualquer programa que juntem a família Malhoa... é deprimente, e não é por uma questão da música mas sim pela atitude).

    e claro que como estes dias típicos são óptimos para vender uma treta qualquer, isto de aproveitarem o simbolismo para nos impingir os citados artistas.

    pena é que só nestes dias simbólicos (dia do pai, da mãe, Páscoa, natal....) é que se lembram que as famílias (no mais lato sensu possível) existem.

    pena que aqueles que nestes dias muitas vezes são disfarçadamente lembrados, o resto do ano são esquecidos (os sortudos) ou então abandonados por um qualquer sítio.

    bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  7. Adorei a resposta,posso ate ver a carinha fechada...com ar de nem te ligo....deve ser adolecente.....fui as lagrimas com a resposta, *original* me pareceu minhas sobrinhas me respondendo qualquer pergunta:*num rola*,*Tá*,*e*.....vê se pode.....a incostância vai passar,o humor sempre fechado *com os pais*,vai mudar....mas no momento....aproveita pra gritarrrrrrr.
    Sabe Portuguesinha,eu era uma adolêcente muito rebelde.....fazia caras e bocas o tempo todo,falava só o necessario,e usava apenas roupas pretas(ainda uso muito),namorado comia fogo comigo....se quisesse via atras,senão...ate la vista baby....mas tinha um detalhe.....adorava perfumes.....nunca usei drogas(emburrece)e eu queria saber tudo claramente,queria dar a volta ao mundo....eu queria ser mais)....e pasme...o morceguinho aqui(roupas pretas)só tirava 10.Só pra contrariar.Quando quiser ter um papo chato me fala...quero te mandar uns clips,musica legal...será.
    Doeu....ler.....
    Só mais uma coisa....
    Deusa
    vasinhos coloridos

    ResponderEliminar
  8. Todos os Dias de qualquer coisa, são por si só, regra geral deprimentes, depois então, quando se lhes junta esse belo elemento televisivo, com o sorriso postiço e branco como a cal dos apresentadores, ta tudo estragado.

    ResponderEliminar
  9. Têm de passar e como não arranjam nada decente, atiram com os piorosos dos costume. :)

    ResponderEliminar
  10. As coisas que tu ves... vai lá ler o livro que te recomendei, sff.

    Beijos

    ResponderEliminar
  11. Faz como eu, muda de canal.
    Natal, dia do Pai, dia da Mãe, dia da Mulher, etc e etc, é sempre que um Homem quiser *

    ResponderEliminar
  12. É a maior parolice que pode haver...
    Bjinho*

    ResponderEliminar
  13. E estava vestida, a Malhoa? Só para aumentar o orgulho do pai, sei lá...tipo prenda...HAHAHAH

    ResponderEliminar
  14. Mas sabes que o povo gosta destas coisas que lhe dão.... é pena que não lhe ofereçam outras coisa. Seguramente o povo iria gostar. Mas sempre é mais fácil um povo piroso e embrutecido ... beijo
    teresa

    ResponderEliminar
  15. O livro vai ser terminado hoje. E admito bastante curiosidade em saber como acaba.

    PS: I love you. Certo? ;)

    ResponderEliminar
  16. Eu nem sei o que é pior se o dia dos pais ou o dia dos namorados (ainda estou traumatizada pelo último...)
    O que será que vão inventar no dia das mães?
    Não há dia dos irmãos, pois não!Porque se houver, definitivamente morro neste dia...

    ResponderEliminar
  17. Mais importante que um dia no calendário, os pais e a familia devem ser recordados todos os dias e não somente num dia em que o calend´´ario marcou, até porque traz associado um enorme consumismo.
    Que se demonstre afecto e carinho sim, mas todos os dias do ano.

    ResponderEliminar
  18. Podes crer... Que tretas de programas!

    ResponderEliminar
  19. Eu não ligo muito a esse tipo de coisas, mas pronto há quem gosta :)

    ResponderEliminar
  20. http://www.youtube.com/watch?v=xyAOILtfJkE

    ResponderEliminar
  21. Por isso é que não vejo televisão no dia do pai.
    Ficar "tocado" por ver misérias, prefiro "tocar-me" no WC lolol.

    ResponderEliminar
  22. Hoje é o dia do pai??? As coisas que eu venho a saber nos Blogs. viva a blogosfera!

    ResponderEliminar
  23. não vi nada disso, felizmente... acho deprimente tanto amor e ternura fingida...

    (não andas nada a escrever de mais)

    ResponderEliminar
  24. Nestes dias nem ligo a televisão, ou então nem passo por um canal português, é nem vale a pena!

    ResponderEliminar
  25. O último parágrafo diz tudo.
    Só isso dos 'dias especiais' e quando as "celebridades" estão grávidas. Parece que são as únicas no país.

    ResponderEliminar
  26. Pois eu concordo mesmo contigo, tb acho uma verdadeira depressão. Gostei do blog, prometo voltar

    ResponderEliminar
  27. Nem vale a pena ligar a TV nalgum dos 4canais nestes dias - é só o que se vê. De qualquer forma, todos esses programas são deprimentes x)

    ResponderEliminar
  28. ainda bem que não costumo ver televisão.. aposto que fico muito melhor por não ter visto isso!

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.