Avançar para o conteúdo principal

Vira o disco e toca o mesmo

Sei que me queixo muitas vezes do Amor (ou falta dele) mas sou daquelas pessoas muito positivas. Tenho dias maus, claro. Há dias em que me custa esboçar um sorriso, por mínimo que seja. Há dias em que me sinto a maior infeliz entre as infelizes. Há dias em que prometo a mim mesma fechar o coração ao Amor... Mas passa-me.

Passa-me no exacto momento em que volto a sentir alguma coisa de especial. Pode até não dar em nada, mas o prazer daquela sensação ninguém mo tira.

Sou daquelas pessoas que gosta logo. Ou gosto logo ou nunca vou gostar. As pessoas que me marcaram, até hoje, foram pessoas que me cativaram desde o primeiro instante.

Acredito que o Amor pode surgir mesmo ao virar da esquina. Acredito que nos possa arrebatar por completo de um momento para o outro.

Acredito nas pessoas especiais - aquelas que nos fazem logo sentir um friozinho na barriga. Inexplicável. Ainda bem.

O Amor não é para ser explicado. É para ser sentido.

Comentários

  1. A última frase diz tudo de tão perfeita que é...:)

    ResponderEliminar
  2. Muito bem feita a última observação. :-D

    ResponderEliminar
  3. até porque é impossível de explicar! ;)

    ResponderEliminar
  4. Tens tudo dito. Sem mais nem menos. :)

    ResponderEliminar
  5. ora aí está... é como eu costumo dizer: o que é bom não se explica, sente-se!

    beijinho e ÓPTIMO ano :)) *

    ResponderEliminar
  6. Acredito na atracção à primeira vista, mas mais nada.. Eu sou muito difícil, gosto de dar luta e que me dêem luta! ; ) ***

    ResponderEliminar
  7. Sou como tu:ou gosto logo ou dificilmente virei a gostar. Isto tanto dá para o amor como para a amizade... Seremos do mesmo signo?
    Beijo
    Graça

    ResponderEliminar
  8. O Amor é sempre inexplicável. Possas tu encontrar o teu ao virar de uma qualquer esquina! Bjnhs

    ResponderEliminar
  9. Eu também ou gosto ou não gosto. Aliás detesto meios termos... beijos

    ResponderEliminar
  10. não tenho dúvidas que vais encontrar o teu Amor. e daqueles bons e quentinhos feitos para pessoas fixes como tu!

    ResponderEliminar
  11. muito doce!
    e assim a vida vvive-se de uma forma mais bela!

    ResponderEliminar
  12. eu odeio o amor.
    grande contradição --'

    ResponderEliminar
  13. Eu também pensava assim, até me apaixonar por uma pessoa que já conhecia há algum tempo. E que nunca tal me tinha passado pela cabeça. E que também achava que não fazia o meu género e todos esses preconceitos sobre o Amor que temos. E surpreendi-me. Vais ver que há muitas coisas que ainda te vão surpreender.

    ResponderEliminar
  14. Eu quero uma maor desses para mim!

    Onde é que ele anda?

    bjo

    ResponderEliminar
  15. Eu já não dava muito por ele...mas ao virar da esquina também me surpreendi :)

    ResponderEliminar
  16. Eu próprio não o definiria melhor, já que me revejo em cada linha, cada palavra, cada sílaba do que aqui está escrito. Posso não vir nunca a ter aquele amor dos filmes e dos livros, a concretizar os sonhos antigos de infância em que tudo tinha sempre um final perfeito e feliz, mas hoje, para mim, a felicidade não existe como algo constante, mas como um conjunto de momentos mesmo que breves em que por determinados instantes fomos felizes. Certos sorrisos cúmplices trocados sem a necessidade de palavras, o aperto das mãos, cada desculpa dada para um abraço mais sentido, mesmo que breves e inconstantes valerão para mim sempre mais que uma vida longa e sem emoções. Valem mais 5 minutos de prazer do que uma vida inteira sem dor, sem problemas financeiros ou de saúde e também sem amor.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.