Avançar para o conteúdo principal

Champanhe e vinho rasca

Existem dois tipos de homem: os champanhe e os vinho rasca.

Os champanhe têm charme, encanto, sabem sempre bem. Bebemos cada trago com prazer. Satisfazem-nos.

Os vinhos rasca são fáceis de encontrar. Banais, em qualquer supermercado encontramos um. Não valem lá grande coisa...

O problema é que o vinho rasca embebeda muito mais facilmente...


Hoje estou mesmo parva - mas é só hoje.

Comentários

  1. não estás nada parva, é uma boa comparação, sim senhor :p

    ResponderEliminar
  2. Mas olha que está aqui uma bela comparação!

    E temos que admitir que com o vinho tinto até nos divertimos muito mais :)

    ResponderEliminar
  3. Mas, o vinho rasca dá uma ressaca maior!! O melhor é ir à garrafeira do pai!!

    ResponderEliminar
  4. Mas há vinho tão bom..porquê estar a reduzi-lo só ao rasca?

    ResponderEliminar
  5. E o champagne, dos bons, não está à altura de qualquer um! ;)

    ResponderEliminar
  6. O segredo está na escolha. Um bom vinho pode vir do supermercado. Lá também há vinhos excelentes.
    Muitas vezes temos é de provar vários vinhos rascas até encontrar aquele que nos desperta os sentidos. :)

    ResponderEliminar
  7. Hoje sinto-me champanhe. Bebe-me até ao último trago e depois arrota como se não houvesse amanhã, porque arroto de champanhe é mais santo do que a palavra do senhor Ah! Ah! Ah!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. E a dor de cabeça que o vinho rasca depois deixa?!! Terrível!

    Seja como for, gosto e concordo com a analogia, mas diria que faltam aqui muitas subcategorias... se é que me entendes... ;)

    ResponderEliminar
  9. Além de que, depois de abertos, é muito mais fácil voltar a meter a rolha na garrafa do vinho rasca do que na garrafa de champanhe. ;)

    ResponderEliminar
  10. Mas há um lado canalha naquilo que é rasca que pode ser deveras interessante... ;-) ***

    ResponderEliminar
  11. Olha S*zinha, eu sinto que desci tanto na tua consideração, que acho que essa piada do vinho rasca me assenta que nem uma luva.
    Eu queria tanto voltar a merecer o teu apreço, de ser o tem champanhe francês da Bairrada (que também faz bolhinhas, tem o mesmo sabor a vinha azedo e custa menos eheheh), que estava capaz de te levar ao colo até ao cimo do Monte de Stª. Luzia, mas perdi a fé. Perdi a fé no dia em que confessaste ser uma gaja de peso.
    Bolas, assim não posso contigo, pá.
    Lolol

    Beijinhos rabujentos.

    ResponderEliminar
  12. txi! mas com o vinho rasca sabes sempre com o que contar, já quanto ao champanhe pode-te sair espumante! e depois é tarde demais! ehehe

    ResponderEliminar
  13. Muito bem visto sim senhora :)
    Eu cá não gosto de champagne... acho que bebi demasiado vinho rasca :S

    Kiss kiss

    ResponderEliminar
  14. Mas o champanhe tem bolhinhas... e bolhinhas não passam de gás...

    Os vinhos rasca, para além de embebedarem mais facilmente, costumam deixar um travo amargo na boca...

    Porque é que não procuras um bom Porto, reserva especial?! Dá mais trabalho a encontrar, mas de certeza que vale a pena!!!

    ResponderEliminar
  15. Olá!
    E não há bom vinho??? porquê???

    Beijocas

    ResponderEliminar
  16. eheheheh, o que me ri com estas comparações... e não é que tens razão??

    ResponderEliminar
  17. vai tendo tendência a ficares cada vez mais selectiva...

    ResponderEliminar
  18. uma boa comparação.
    Mas se o vinho for bom.... deixa lá não há melhor

    ResponderEliminar
  19. Não sou lá grande fã de champanhe. Bebo em momentos especias e pouco mais. O vinho rasca tb não marcha assim mt devido à razão referida no post, lolol Mas cada um deles se apropria para a celebração de diferentes ocasiões. Enfim, cada macaco no seu galho :P

    beijinho*

    ResponderEliminar
  20. Muito espirituosa :) deve ser da aproximação das festas...Mas excelente comparação

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. É uma boa comparação :P

    Exclui é todos os outros tipos de bebida entre esses dois :P

    ResponderEliminar
  22. nem mais. Com as mulheres, idem idem aspas aspas.

    ResponderEliminar
  23. lool eu não gosto nem de um nem de outro :P

    ResponderEliminar
  24. Seja-me permitido, a viva recomendação da música: Love is like a bottle of gin, dos MAgnetc Fields.
    Oiça-se a musica...please e atente-se na letra...GENIAL!!!
    o link fica aqui:
    http://www.youtube.com/watch?v=8OrCxAIm-Bw

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.