Avançar para o conteúdo principal

"You will never know what you're missing until you try..."

A inocência das crianças (dizem que) é uma coisa maravilhosa. As crianças brincam, correm, têm liberdade. Mas as crianças também fazem asneiras, também se portam mal. No entanto tudo lhes é perdoado. Afinal, são crianças. E as crianças nem sempre têm noção do que dizem e do que fazem.

As crianças podem ser pestinhas que nunca vão conhecer a força de uma verdadeira reprimenda. Daquelas reprimendas que nos magoam a alma.

Quando crescemos, deixamos de ter desculpas para as nossas falhas. Não podemos mais dizer que somos crianças. Ou que não raciocinamos. Ou que não somos conscientes dos nossos actos. Ao mínimo erro, levamos logo com críticas. Não somos poupados por ninguém.

Não me deixo abater pelas críticas com facilidade. Mas quando as críticas vêm de família, o caso muda de figura.

Sim, talvez ande meio parva. Para esquecer momentos menos felizes, dei por mim a fazer coisas que nunca imaginei fazer. Chamo a esta fase a fase da parvalheira.

Sinto que quis aproveitar tudo o que tinha ao meu alcance ao mesmo tempo. O que não foi bom para mim enquanto pessoa. Não é algo de que me possa orgulhar.

Quantidade nunca foi, e nunca será, sinónimo de qualidade.

"You will never know what you're missing until you try..."

I've tried. It wasn't worth it.



Deixei de ser Sanxeri. Passei a ser somente S*.

Comentários

  1. Deu p'ra aprender algo de novo? Então deves SIM orgulhar-te! (;
    E passámos a ser duas S*'s, eheh.

    *

    ResponderEliminar
  2. Do que te deves orgulhar é de chegares a essa conclusão... ;)

    ResponderEliminar
  3. Do que sinto mais falta de quando era criança é dessa liberdade de que falas...de não ter de assumir responsabilidades...mas agora temos outras coisas boas nas nossas vidas. Essa fase que estás a passar é uma evolução na tua vida...e vais sair dela uma pessoa melhor! Tenho a certeza! :)
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  4. Às crianças tudo é permitido, mas só até um certo ponto.
    De pequenino se torce o pepino e se não aprenderem regras agora, quando é que vão aprendê-las?

    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. isso de passar de Sanxeri para S* implica uma mudança..espero que seja das "boas" :P

    Ando desaparecida por estes cantos, mas tenho lido sempre ;) comentar é que as vezes da preguiça loool

    ***

    ResponderEliminar
  6. Somente S*??!
    Já reparaste que está um magnífico dia de Verão??? ;-DDD
    Que todas as mudanças sejam para melhor... e a tua também!!!
    ;-DDD

    ResponderEliminar
  7. todos erramos S*. o que importa é nunca mas nunca nos culparmos p isso e tb jamais deixarmos de aproveitar a vida. kiss kiss de bom fds:)

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.