Avançar para o conteúdo principal

Slumdog Millionaire - Quem quer ser milionário?

Provavelmente dos filmes que mais gostei, desde que aprecio cinema. Uma história forte, actores fantásticos, um amor comovente. Os ingredientes certos para um grande filme.

Um jovem de um bairro pobre de Bombai, na Índia, decide participar num programa de perguntas e respostas na televisão, o famoso "Quem quer ser milionário?". Mesmo sendo quase analfabeto, ele surpreende tudo e todos ao ganhar o jogo, o que levanta suspeitas de que pode ter feito batota. No final percebemos que o seu objectivo nunca foi ganhar dinheiro. O rapaz queria apenas conquistar a mulher que sempre amara, desde que eram crianças.

A riqueza indiana, em contraste com a miséria das favelas. Uma história forte, que nos mostra o horror em que algumas crianças são obrigadas a viver e tudo aquilo que têm de suportar. As crianças feitas escravas, usadas como mendigas, a quem tiram a capacidade de ver com o objectivo de ser tornarem mais lucrativas.

Como é que um jovem iletrado, de apenas 18 anos, sabe todas as respostas do concurso? Hum, com o filme vemos que um pouco de sorte pode ajudar e muito. A vida de Jamal Malik deu-lhe lições suficientes para o ajudar a vencer o concurso. Foi o destino, como eles tão bem disseram. Porque eu acredito que existem histórias destinadas a acontecer.

Nos Globos de Ouro, a 11 de Janeiro, o filme arrebatou quatro galardões, entre eles o de melhor filme. Foi nomeado em dez categorias nos Óscares, menos duas do que o filme "O Estranho caso de Banjamin Button", o seu principal concorrente. Todos estes prémios levam-nos a crer que estamos perante um bom filme (o que é verdade). Este é, sem dúvida, um filme bem mais marcante do que o Benjamim Button, que também vi (e gostei).

Comentários

  1. tenho de ver...

    deixo duas propostas igualmente interessantes, mas mais antigas,

    once
    http://www.imdb.com/title/tt0907657/

    millions
    http://www.imdb.com/title/tt0366777/


    se gostares, pode ser que um dia partilhemos um balde de pipocas :P

    ResponderEliminar
  2. pronto.. la ja me pegast vicio <.<
    Pro outro fim d semana la vou eu =|

    ResponderEliminar
  3. Vi e, tal cm tu, gostei bastante. O rapazito tem futuro.

    ResponderEliminar
  4. Vi e gostei, mas nao me parece q mereça todos os premios que ja ganhou (fora os que ainda vai ganhar).

    ResponderEliminar
  5. concordo contigo..

    fiquei curioso.. qd dizes: "desde que aprecio cinema.." isso é desde quando??

    É q tb apesar de adorar cinema desde sempre só há cerca de 5 anos me considero apreciador da 7 arte..

    Já agora, vê o "Once" tal como o Puzz te aconselhou.. é magnífico.. isto claro se gostares da banda sonora.. q é praticamente o filme.. ;)

    Um beijinho e bons filmes!

    ResponderEliminar
  6. Estou mesmo ansiosa para ver..com tudo o que já li e ouvi sobre este filme as expectativas estão em alta!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.