Avançar para o conteúdo principal

Preocupada

A imagem pode conter: cão, texto que diz "6 MONTHS DIETING 2 WEEKS #CORONA ISOLATION"

Ontem partilhei esta imagem, porque estar em casa leva muito ao rabo no sofá, à secretária... E a comida consola. Ontem fiz scones para o lanche.

Mas depois dei comigo a pensar que "é melhor poupar isto, porque nunca se sabe". Fiquei logo de lágrimas nos olhos. Nem consigo imaginar tal coisa, mas uma pessoa nunca sabe as proporções que a pandemia pode ganhar no nosso país. Se ficarmos todos de quarentena, naturalmente que compras não serão tão fáceis e o reabastecimento alimentar também não deverá ser tão ágil... Até porque implica trabalhadores que também têm família e se querem proteger.

Entro hoje num mês de isolamento social, com o meu pequeno. Estou triste e preocupada, mas tenho um filho para entreter e animar. Há que ser forte.

Comentários

  1. Em princípio não haverá problema com a alimentação. Pelo menos na Itália não está a existir. Mesmo aqui nunca falhou comida, apenas foi uma enchente inesperada.

    O meu marido infelizmente não pode parar e continua a viajar pela Europa em trabalho ( uma das coisas é precisamente para nos garantir a alimentação a todos).
    Ainda ontem estava em França e disse que estava tudo reposto e o supermercado onde foi estava praticamente vazio.
    O que lá também não conseguiu encontrar foi álcool ou desinfectante. Estão esgotados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por favor, digam-me quantos de vós cantaram mentalmente "e agora já está cá", para eu não me sentir infantil sozinha. Que o seu marido continue a viajar em segurança e com saúde, Anónima.

      Eliminar
    2. Eu estou desejosa que o meu marido venha para casa.

      Eliminar
    3. Obrigada anónima, por acaso não me lembrei disso mas fez-me rir agora ☺️

      S* eu quero que o meu marido volte e de preferência que fique em casa comigo. Mas tal não é possível e sinceramente, pela primeira vez, não sei se quero que ele venha ou não. Tenho muito medo que ele venha com o bónus do COVID-19.
      Esta semana esteve em França e Espanha em trabalho 😶

      Eliminar
    4. 😯🍀😷🙏🏻

      Eliminar
  2. Se calhar não devíamos alarmar ainda mais as pessoas, não?
    Nem nos países com maior surto faltou a comida.
    Também estou preocupada e nestes últimos dois dias já sinto como se me tivessem cortado as pernas.
    De repente está tudo a modificar, novas regras, não se pode tocar em nada em segurança.

    Isso de engordar em casa, há essa tendência, mas não é desculpa para tudo.
    Há quem faça exercícios em casa o ano inteiro. Só não o faz quem não quer.
    Exercícios básicos ou mesmo treinos mais intensos. Há vídeos no YouTube.
    Para quem mora em prédios, subam e desçam escadas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguém falou em falta de comida. É mesmo não se poder sair de casa se se ficar doente.

      Eliminar
  3. Também já me desfiz em lágrimas com os vídeos de Itália em que cantam o Hino do país deles, todos às janelas.
    Mas o que me fez mesmo chorar a sério foi um que vi onde um rapaz toca a música do titanic ao piano e estão todos nas janelas ou varandas.
    Emocionei-me mesmo.

    Já pensei em mil cenários mas ao mesmo tempo, no fundo, acredito que sejam meses mais difíceis, uma prova de coragem mas em que não vamos chegar ao ponto de não ter comida na mesa.
    Nada é por acaso.
    Não andámos aqui só porque calhou.
    Há um propósito para tudo.

    ResponderEliminar
  4. Se nem em Itália se fecharam supermercados, porquê que haveria os alimentos de escassear aqui?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não disse que ia faltar comida. Mas se ficarmos doentes, não poderemos andar a sair. Teremos de ter quem nos traga as coisas.

      Eliminar
    2. Haverá sempre alguma maneira de contornar a situação, pensem pela melhor perspectiva.
      Pelo sim pelo não congelem alguma comida mas sem entrar em açambarcamento desnecessário.
      Manter a calma dentro do possível e o que a nós estiver destinado, assim será.

      Eliminar
    3. "e o reabastecimento alimentar também não deverá ser tão ágil..."

      Eliminar
    4. E preparados para estar na fila do supermercado (com a devida distância de segurança) porque só entram poucas pessoas de cada vez.
      Ou seja haverá sempre fila nas cidades maiores onde há tanta gente.
      Nas farmácias igual.
      Já pude constatar isso hoje.
      Muita paciência para todos nós, vai ser preciso.

      Eliminar
  5. Eu estou em teletrabalho desde o início da semana passada e até agora tem corrido muito bem. Saio às 7 h da manhã para fazer uma pequena caminhada de 20 a 30 minutos (é um horário em que não há praticamente ninguém a andar na rua, e quando há alguém do mesmo lado do meu passeio atravesso (eu ou a pessoa) para o passeio do outro lado). Depois faço a rotina normal de um dia da semana, cumprindo religiosamente os horário. Ao fim de semana para me entretar aproveitei para fazer algumas arrumações, me mimar (fiz máscaras de hidratação) e fazer umas comidinhas gostosas. Também arranjo-me como se fosse sair/trabalhar e continuo a fazer exercício físico (agora há imensos PTs que fazem pequeno treinos gratuitamente online). Ah, para a minha sanidade mental apenas me ponho a par da situação duas vezes por dia, saí de alguns grupos/deixei de seguir pessoas que só difundiam notícias alarmistas falsas.
    Mas sei que se torna fácil porque não tenho crianças. Mas pensa positivo, pelo menos tens uma companhia bem fofinha e divertida. :)
    Quanto à comida, não estou minimamente preocupada. Não estamos em nenhuma guerra... Vão sempre garantir os mínimos básicos de subsistência, vejamos o caso de Itália ou Espanha. E se não conseguires ir às compras há sempre a opção das compras online. Neste momento, sinceramente, é o que menos me preocupa.
    Já a situação social e económica que por aí virá... omg, é melhor nem pensar muito nisso. :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom, caminhadas dou com o cão. Mas acho que irei optar por caminhadas maiores logo ao acordar. O animal foi operado e anda em stress.

      Quanto ao resto, a primeira coisa que fiz foi tomar banho. Dei banho ao menino. Hoje até trabalhei muito... E é muito complicado com uma criança tão pequena..

      Eliminar
    2. É boa ideia anónimo, manter os horários de trabalho e fazer caminhada logo cedo.
      Até pela sanidade mental.
      Se declararem estado de emergência vai ser pior.

      As compras online esqueça.
      No Continente se encomendar agora já só conseguem entrega a 10 de Abril!!! Demasiados pedidos.
      E nos restantes locais acaba por ser igual.
      E para comprar seja o que for entram poucas pessoas de cada vez.
      Eu fui para comprar algumas coisas que já precisava e estavam 15 pessoas à minha frente no pingo doce.
      No continente estavam 20.
      Desisti.
      Fui à mercearia aqui ao lado comprar pelo menos água, legumes e fruta que já não tinha.

      Eliminar
    3. Não panicar com isso da fila para os supermercados. Se não tivesse desistido, veria que as filas andam bem rápido. Hoje também tinha mais de 10 pessoas à minha frente, aproveitei para ligar à minha avó só para saber como estava, para passar o tempo, e quando dei conta ainda nem tinha desligado e já só tinha 2 pessoas à frente. Devo ter estado uns 5 minutos na fila, e outras pessoas com quem falei, noutros supermercados, disseram o mesmo. Lá dentro, fiquei maravilhada! Nunca fiz compras com tanta paz. Havia de tudo - fruta, legumes, todas as prateleiras cheias -, nada de atropelos, pessoas e funcionários tranquilos e solícitos.. e não havia fila para pagar :) Às vezes somos nós próprios, com o nosso stress e medo, a tornar as situações muito mais complicadas do que na verdade são.

      Eliminar
    4. Sou a anónima do primeiro comentário e queria dar a conhecer o sistema 'click&go' do grupo Auchan, em que podemos fazer as compras online e escolher ir levantá-las naqueles lugares específicos de estacionamento que eles têm ou directamente na loja. Ambas as situações, que verifiquei à hora do almoço, tinham disponibilidade de entrega para amanhã.
      As entregas em casa devem ter uma lista de espera maior porque estão limitados aos distribuidores que devem ser em mesmo número que antigamente e que agora vêm-se com uma maior procura.
      Fica aqui a dica e pode ser uma opção para quem tiver um supermercado auchan perto.

      Eliminar
    5. Em que localidade tem disponibilidade para amanhã? Seria óptimo.
      Esse sistema também existe no Continente mas nesta altura do campeonato está difícil.
      Se decretam o estado de emergência as compras vão ter que ser ainda mais rápidas.

      Eliminar
    6. O sistema click&go também existe no Continente e no Corte Inglês.

      Eliminar
    7. Em Coimbra ontem à hora do almoço tinha disponibilidade para entregar hoje. Mas a aplicação de vez em quando está fora de serviço... deve ser devido à grande afluência.
      Vou experimentar lá para meados da próxima semana, quando começar a precisar.
      Não sabia que o Continente e o El Corte Inglês também tinham. Assim há mais opções. :)

      Eliminar
    8. Tentei hoje o click&go do Continente mas o serviço está sempre indisponível.

      Fiz uma encomenda no Continente online, mas só será entregue a 8 de Abril, no Porto. 😏
      Bem, pelo menos fiz a compra em segurança para o mês de Abril.
      Paguei por MB Way e nem saí de casa. Ufa! Está feito.
      O resto compro aqui perto de casa se for preciso, água, legumes e fruta.

      De qualquer modo, o anónimo que falou do serviço Click&go, fez bem :)
      Pode ser que seja útil para outras cidades mais pequenas ou até para usar depois das coisas voltarem à normalidade.

      Eliminar
    9. Eu tenho usado o mini mercado à beira de minha casa. É a cinquenta metros de casa e tem praticamente de tudo. Só não tem é assim carne e peixe... Mas isso compro uma vez por semana. O pão e as coisas mais pequenas compro aqui, até para ajudar uma empresa de meia dúzia de funcionários. Mesmo assim, tenho ido comprar pão só de três em três dias...

      Eliminar
    10. Tenho mercearias, padarias, farmácia, pizzaria e mesmo um mini-preço perto de casa que dá para ir a pé na boa.

      Mas a minha ideia com as compras maiores de supermercado é precisamente não andar sempre nas compras para evitar infecções. Mais vale prevenir.
      Além do descanso.

      E mesmo na mercearia aqui perto, nesta altura de surto, congelo legumes para não ir lá constantemente.
      Com o pão a mesma coisa.

      Eliminar
    11. Vivo em Lisboa com 2 filhos e marido e isto está o caos... Estamos em casa desde o dia 13 pois fecharam o colégio deles. Nessa semana , já no meio desta previsão de fecho de escolas fui 3 vezes às compras, sem filas bem confusões pois as pessoas ainda não estavam alarmadas... Comprei comida para 2 meses, mas não açambarquei nada pois muita coisa já tinha, naturalmente, em casa. É um hábito nosso desde há 20 anos ter uma reserva de comida generosa. Congelei muita carne e peixe, pão e legumes. Vou fazer pão em casa quando o outro congelado acabar. Assim não tenho de sair nas próximas semanas. Não tenho de tocar em nada, mexer em dinheiro ou cartões, carrinhos de supermercado , vestir ou elevadores, mas sobretudo estar com pessoas. Sou do grupo de risco e não posso arriscar. Sim, estou fechada em casa, não saímos mesmo. Daqui a 2 meses tenho de abastecer a despensa, logo se verá. Temos de ser criativos e pensar que tudo passará. Temos de cuidar de nós e dos nossos... Força para todos!

      Eliminar
  6. Também estou em teletrabalho. O meu marido, porque tem uma profissão que não admite paragens, já que trabalha numa força de segurança, sai todos os dias...Tem de ser e temos de nos habituar a viver um dia de cada vez.

    ResponderEliminar
  7. Este mês vai ser toda uma adaptação a um novo estilo de vida que, infelizmente, não esperavamos um dia vir a ser obrigados a adotar. É triste ver pessoas que não respeitam a sua saúde e a saúde dos outros e, por isso, esta situação toda -na minha opinião- está longe de terminar.

    Muita sorte, saúde e amor para os próximos tempos! Beijinhos

    https://little-cherry-wine.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  8. Eu é ao contrário, já perdi 2kg! Fizemos as compras da semana e não comprei nada não essencial, por isso não tenho doces/fritos/porcarias em casa, então não as posso comer. Normalmente ando muito a pé mas como um doce todos os dias, ou encomendo o jantar. Agora estou em casa, mas não posso comer essas coisas e tenho comido super saudável, por isso acho que vou emagrecer.

    Ah e estamos ambos em teletrabalho com uma bebé de 1 ano em casa. Temo-nos revezado mas chegamos ao fim do dia exaustos. Tempo no sofá é quase inexistente, não paramos.

    ResponderEliminar
  9. Eu trabalho em casa há 3 anos e tenho uma vida muito parecida a este isolamento voluntário no meu dia a dia. Desde Março do ano passado já perdi 17kgs. O segredo é sempre fazer exercício em casa porque se estamos à espera dos dias bons e de sol para ir caminhar ou correr ou o que seja, passamos metade do ano sem fazer nada (frio, chuva, ventos). Começamos este isolamento voluntário mesmo a sério no domingo. Ainda não senti diferença nenhuma da minha vida normal, a não ser que agora não saímos para jantar, ficamos em casa. Ontem aproveitei para lavar vidros e dar um jeito à casa. Há sempre com que nos entretermos, basta querer!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa, 17 kgs é muito bom! Parabéns!
      Há muitos instrutores que agora estão a dar aulas gratuitas pelo instagram, desde pilates, zumba, tabatas. Há de tudo! Tenho experimentado um pouco de tudo. E a parte boa é que deixam durante 24 h e assim podemos fazer no horário que nos der mais jeito.

      Eliminar
    2. Pode indicar os instrutores que segue por favor? Tenho curiosidade mas só sei mesmo de fitness

      Eliminar
    3. Estes são só alguns exemplos do instagram: alinagergelycorreia, academiakolmachine, saralegrebrito, juliana_lima_personaltrainer, ...
      há também a dupla ptpauloteixeira e helenacoelhooo
      Mas há muitos mais.
      Vejam o que mais vos agrada e mexam-se! :)
      Ah, e se souberem de mais partilhem, sff.

      Eliminar
    4. Façam o Insanity Workout do Shaun T que emagrecem e sobretudo tonificam.
      Intenso mas resulta.

      Eliminar
  10. É demasiado triste e sério o que está a acontecer. Nunca pensei que isto nos fosse acontecer a nível global.

    ResponderEliminar
  11. Vai correr tudo bem! Acredito sinceramente nisto. Mas também acredito que não vai ser fácil, especialmente se alguns chicos-espertos começarem a lidar com isto como se nada fosse.

    ResponderEliminar
  12. Trabalho há uns meses como ama e, como tal, estou habituada a estar confinada às paredes da minha casa, até porque tinha crianças de manhã à noite (horários diferentes) e, por vezes, aos fins de semana. Precisamente por esse motivo, tinha uma vida muito corrida, andava sempre sempre ocupada e com zero tempo livre. Agora com os meus meninos em isolamento em casa com os pais, estou só com os meus filhos e noto uma diferença imensa no tempo livre. No entanto, estava habituada a receber muitas vezes visitas e agora estamos mesmo em lockdown. Ninguém entra. Sou um pouco obcecada com as limpezas e esta paranóia da desinfecção a toda a hora só veio agravar a coisa. Parecemos doidinhos. Mas o que tem que ser tem muita força. São dias difíceis.

    ResponderEliminar
  13. Tempo difícil que põe à prova a nossa resiliência.
    Não sei quando será, mas havemos de sair deste sufoco.

    ResponderEliminar
  14. Em cada comida que uso, agora penso nessa possibilidade :/

    ResponderEliminar
  15. Por aqui já estamos em casa à 9 dias . Esta pandemia está a tomar proporções enormes, o que de certa forma assusta .

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.