Avançar para o conteúdo principal

Pequenos chantagistas

Hoje fui ao supermercado. Nunca compro gulodices para nós ou para o menino (ele come chocolate ou outros doces ao fim-de-semana, nos tios ou na avó, pelo que nunca compro para termos em casa).

Mas hoje, com esta tristeza de situação, comprei uma saquinha de ovinhos de chocolate para o pequeno comer um por dia, até à Páscoa.

Mal cheguei a casa, mostrei-lhe, cantei o "Coelhinho, coelhinho, que trazes para mim? Um ovo, dois ovos, três ovos, assim!" e comeu um. Depois do almoço, pedinchou outro. Agora ao final do dia, chantageou emocionalmente até conquistar o terceiro.

Agora está aqui a choramingar "Eu prometo, eu prometo. É só mais um e os outros acabou. Eu prometo, eu prometo".

Valha-me a santa. Há que ser forte. Uma pessoa dá a mão e ele quer logo o braço.

Comentários

  1. Também estou a contar numa próxima ida ao supermercado, comprar uns ovos para na Páscoa fazer uma "caça aos ovos" cá em casa. Já que não se vai estar com a família nem se vai ao parque para a caça de ovos da aldeia, festejaremos assim. :)

    ResponderEliminar
  2. Ahahah que engraçado :) eu comprei um pacote de chocolates para nós e também comemos um por dia. Tenho - os escondidos porque o meu namorado é tipo o teu filho 😂😂😂

    ResponderEliminar
  3. Desculpa mas eu não percebo este tipo de dinâmica.

    Primeiro é natural que os miúdos com essa idade não consigam esperar ( mas é importante que aprendam). Podias poupar-te ao drama se simplesmente não lhe mostrasses o saco inteiro.

    Em contrapartida pode ser uma boa oportunidade para ensinar o "não" e a firmeza perante a birra... Ensinar que há regras, limites e que a palavra da mãe significa alguma coisa.
    Believe me, no futuro vais agradecer que te leve a sério.

    Depois para mim é realmente estranho que uma criança com 2 anos esteja a comer chocolate todos os dias até às Páscoa.
    Além disso, para quem já trepa paredes dar chocolate/ açúcar não parece grande ideia por causa da energia do rapaz...

    As birras e testar limites é bastante típico mas temos formas claramente muito distintas daquilo que consideramos educar uma criança.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é verdade. Já no Natal tinha feito igual. Ele sabia que estavam em cima do móvel, mas não pedia mais do que um por dia. Não pretendo esconder as coisas dele. Ele tem de saber que não pode, mesmo sabendo que existem as coisas em casa. Digo eu.

      Eu não trepo paredes por causa da energia do meu filho, mas sim pela conjuntura. Ele tem mantido as rotinas dele, graças a Deus.

      Eliminar
  4. Tens de voltar à estratégia antiga e não comprar para ter em casa XD

    ResponderEliminar
  5. Podias ter comprado ovos de chocolate daqueles ocos no interior (tipo kinder) e rechear em casa com o pequeno. Sempre é uma actividade para fazer com ele.
    Há receitas na net e ideias giras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas acho que posso fazer o mesmo com estes... Se chegarem à Páscoa!!

      Eliminar
  6. Passas a vida a fazer sobremesas na bimby, também são doces e não deixam de o ser por serem caseiros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O facto de eu fazer não significa que ele coma. Ontem fiz panquecas para o lanche, mas ele comeu tostas com queijo. ;)

      E não faço assim tanta coisa. Faço bolos de aniversário e panquecas uma vez por mês... Agora em casa, sou capaz de fazer mais. Mas não é verdade que passe a vida a fazer doces... Aliás, fora as panquecas, não me lembro de fazer nada para nós... Tirando doces no Natal e bolo para o aniversário do sobrinho. Mas isso não foi para nós, foi no contexto festivo.

      Eliminar
    2. Uma forma de tirar vontade de doces sem comprometer a dieta ou pelo menos sem engordar mesmo com mais tempo em casa é, por exemplo, se gostas de panquecas, fazer versões saudáveis com fruta ou com mel e canela. Até mesmo para o menino podes fazer.

      Eu faço muito ao pequeno almoço e já lá vão menos 5kg.

      2 colheres de sopa de Aveia (eu uso em pó ou em farelo mais fino), um ovo e 50ml de água (podes usar leite se preferires).
      Canela e mel em cima e está feito.

      Também dá para fazer com ovo e uma banana.
      Ou no lugar da aveia usar farinha de arroz ou outra da tua preferência, mas eu faço mais a receita de cima com aveia.
      É um óptimo pequeno-almoço ou lanche.

      Eliminar
    3. Anónimo, até tenho aveia cá em casa, que comprei há uns meses e nunca usei. Vou experimentar!!! Mas a minha aveia é flocos.

      Eliminar
    4. Não tem mal ser em flocos, mas se não gostares do resultado podes moer com a varinha ou até transformar em farinha na bimby. Eu ponho só um pouco da farinha normal e o resto de aveia. Ponho zero açúcar mas uso uma banana bem madura (daquelas que em vez de pintas já começam a ter manchas) e juro que não sentes falta do açúcar. Melhor parte é que ainda sacia mais, porque são alimentos de absorção lenta. E digo até que a nível de sabor prefiro estas.

      A quem quiser educar o seu palato, aconselho muito o episódio do panorama BBC que passou hoje de madrugada na SIC notícias, por volta das 3h.

      Eliminar
    5. Obrigada pela dica. A Bimby tritura, por isso resolvo fácil. <3

      Eliminar
    6. S* não sou a anónima que te respondeu.
      Mas sou a que te deu a receita (01:51h) e sim, podes perfeitamente triturar a aveia na Bimby.
      Eu como te disse não uso farinha normal branca, mas fica ao teu gosto.
      Podes usar aveia, farinha de arroz, farinha de alfarroba ou outra que queiras.
      Leva poucos ingredientes e tudo saudável sem excessos.
      Experimenta sim, acho que vais gostar. E acabamos por comer menos pão. Comigo resultou.

      Eliminar
  7. rs.
    Eu faço brigadeiros e chocolates na nossa confeitaria artesanal. Então sempre como os chocolates que faço.
    Mas amo os chocolates do mercado e, na última vez que fui, esqueci de comprar.
    Está na minha lista para a próxima vez que eu ou alguém for, durante essa quarentena.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  8. S, nada a ver com o post, só uma partilha: de sábado para domingo, por volta das 3h da manhã passou na TVI 24 o programa a minha é melhor do que a tua. Mostraram galos de Barcelos e a filigrana de Viana, onde apareceu a ourivesaria D prata. Acho que vais gostar de ver! O programa tem sómente dez minutos.

    ResponderEliminar
  9. daqui a 20 anos vai ser pá droga....é só agora, só hoje...deita os ovos fora...ou estás a criar um tóxico-coiso.

    ResponderEliminar
  10. O meu ainda vai tentando com 11 anos, mas não se safa. Come um e acabou. Se resmungar muito, não come nenhum :P

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.