Avançar para o conteúdo principal

Dia Mundial da Poesia

Hoje celebra-se o Dia Mundial da Poesia. Apresento-vos um poema que conheci há poucos dias mas que entrou directamente para o meu top.


A Porta

Vinicius de Moraes


Eu sou feita de madeira
Madeira, matéria morta
Mas não há coisa no mundo
Mais viva do que uma porta.

Eu abro devagarinho
Pra passar o menininho
Eu abro bem com cuidado
Pra passar o namorado
Eu abro bem prazenteira
Pra passar a cozinheira
Eu abro de supetão
Pra passar o capitão.

Só não abro pra essa gente
Que diz (a mim bem me importa...)
Que se uma pessoa é burra
É burra como uma porta.

Eu sou muito inteligente!
Eu fecho a frente da casa
Fecho a frente do quartel
Fecho tudo nesse mundo
Só vivo aberta no céu!

Comentários

  1. Já conhecia e está nos meus preferidos!

    :)

    http://mammyontheblog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Adorei. Não conhecia.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Adorei! Vou roubar para o meu caderninho de poemas favoritos! <3

    ResponderEliminar
  4. Gosto muito de Vinicíus, mas não conhecia este!

    ResponderEliminar
  5. adoro poesia, mas antes lia e conhecia muito mais.
    obrigada pela lembrança deste bonito poema!

    ResponderEliminar
  6. Bonito...obrigada pela partilha S.

    Maria

    ResponderEliminar
  7. Parabéns a mais um poeta
    tal como eu procuro lugar no mundo literário

    Um desejo poético

    Estas palavras as que escrevo
    eram para meu entretimento
    e para meu alento

    Agora,
    Torna-se um tormento
    se não escrevo
    não preciso de um trevo
    para este meu desejo
    quão longe o vejo
    Depois de aperfeiçoado
    este talento nato
    torna-se por acaso
    um poema escrito
    sem pensar
    sem a razão o poder explicar

    60 poemas mais tarde
    já era hora
    de um livro ter
    se fosse tão fácil
    como escrever

    Uma editora procuro
    que não me peça ouro
    pelos meus tesouros

    Eu deles não quero nada
    ouro nem dinheiro algum
    só quero que os leiam
    e que não os deixem
    em canto nenhum...

    Que voem livres
    que fiquem na história
    como outros o fizeram
    e que dificuldade tiveram!

    só quero esse desejo
    e nada mais
    por isso peço aos de mais
    que não os deixem morrer
    sem um livro ter

    http://poesia-de-uma-vida.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. é realmente bom o poema.
    bem realçado o dia mundial da poesia

    ResponderEliminar
  9. Que lindo que você gostou do poema da porta, decorei este poema em 1972, fazia parte dos textos do meu livro de português da 4ª série primária, e até hoje quando ouço uma porta batendo forte lembro-me dele.
    Maria do Brasil (que gosta muito do seu blog.)

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.