Avançar para o conteúdo principal

Labirinto


Uma história de coragem, destino e traição na França contemporânea e na
medieval

"Julho de 1209: na cidade francesa de Carcassonne, uma moça de 17 anos
recebe do pai um misterioso livro, que ele diz conter o segredo do verdadeiro Graal.
Embora Alaïs não consiga entender as estranhas palavras e símbolos escondidos
naquelas páginas, sabe que seu destino é proteger o livro. Serão necessários enormes
sacrifícios e uma fé inabalável para preservar o segredo do labirinto — um segredo que
remonta a milhares de anos e aos desertos do antigo Egito.

Julho de 2005: durante uma escavação arqueológica nas montanhas ao redor de
Carcassonne, Alice Tanner descobre dois esqueletos. Dentro da tumba na qual
repousavam os antigos ossos, experimenta uma sensação de malignidade
impressionante e percebe que, por mais impossível que pareça, de alguma forma, ela é
capaz de entender as misteriosas palavras ancestrais gravadas nas pedras. Porém, é
tarde demais — Alice acaba de desencadear uma aterrorizante sequência de
acontecimentos incontroláveis, e agora seu destino está irremediavelmente ligado à
sorte dos cátaros, oitocentos anos atrás".


Hoje foi dia de começar a ler este. "Labirinto", de Kate Mosse. Gosto de livros misteriosos e adoro tudo o que é medieval. Este promete. :)

Comentários

  1. Nos de um feedback qdo terminar o livro!

    Beeijinhos
    blogamandacosta.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  2. Hummm cheira-me que vai ter algumas falhas. Depois diz o que achaste :P*

    ResponderEliminar
  3. Já li há um bom tempo, mas gostei bastante. Boa leitura.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.

Facto

Apaixona-te por alguém que te tire fotografias "só porque sim" .  Esta é novidade para mim e admito que fico sempre algo comovida. Acho muito bonito.