Vamos lá pôr os pontos nos "is"

Quer dizer, minha gente, eu não vou viver na penúria. Não vou comer atum todos os dias, estava a brincar. Vou viver com o namorado por temos possibilidades de pagar o carro, a renda, a comida, e sobrar uns tostões para nós. Quem ler alguns comentários, até parece que vou passar fome só para poder viver junta. Nada disso, não sou louca. A mãe não se importa de me dar guarida, não é que me vá expulsar de casa em breve, tenho tempo. Mas vou viver junta, numa casa só nossa, porque quero, porque posso. Não é que vá andar a pedir esmola para poder pagar as coisas... Pois está claro que não vou poder ir comer francesinha sempre que quiser mas sabem que mais? Vou aprender a fazer francesinha e passo a fazer umas caseiras. ahahahah

Comentários

  1. Francesinha!
    Já sei quem me vai ensinar a fazer... Vais ser tu, quando souberes..!

    ResponderEliminar
  2. então primeiro afina a receita e depois convida-me...

    ResponderEliminar
  3. boa sorte para tudo, e felicidades :)

    ResponderEliminar
  4. Não sei o que é que se passou até agora, mas li o post de todo o início e eu partilho do mesmo ideal que tu: acho que o que mais importa é estarmos felizes com o nosso amor e o resto vai-se construindo em conjunto, that's it!

    ResponderEliminar
  5. Ora nem mais! E francesinha?... Hmm há coisinhas melhores :D

    ResponderEliminar
  6. também tenho de aprender a fazer francesinhas :)

    ResponderEliminar
  7. Eu também sinto o mesmo que tu. A única diferença é que ainda não encontrei o tal, ou melhor, ele ainda não me encontrou :P
    <3

    ResponderEliminar
  8. E mesmo que tivesses que comer atum todos os dias...há coisas que valem a pena. Eu sou das que acha que "amor e uma cabana" são o bastante :)

    ResponderEliminar
  9. e no Pingo doce existe á venda o molho...a sério sai mais barato, que tentar faze-lo em casa..eu tentei..há que haver cerveja boa(e da Portuguesa..não sei porque á espanhola e irlandesa não sabe igual) vinho do Porto, e muita paciencia porque deve cozer bem lentamente para ganhar sabor....eu sempre que vou a Portugal trago 3 ou 4 frascos para matar saudades..
    Sim que com 3 filhos, não vou comer fora muitas vezes( a casa da sogra conta como comer fora???)

    Mulher..a crise não é desculpa para fazer o que quer...há decisões que só nós podemos tomar..por mais conselhos que nós dêem....e viver com quem amamos é um passo no nosso crescimento enquanto pessoas....e todos os passos que dermos..para bem ou para mal..fazem quem somos....


    Ai que me baixou o Socrates(o da Grécia)

    ResponderEliminar
  10. Estou com a Pipoca do Saltos Altos! Mesmo que fosse isso, valia a pena! O importante é seguires o teu coração...

    ResponderEliminar
  11. É isso msm! Viva teu amor! E com essa mãe linda, q dá guarida, apoia, é tudo!
    E para o amor nao se perde tempo!

    ResponderEliminar
  12. hehehe....Realmente nunca tinha pensado por este ponto de vista. Já vivo em pecado há 3 anos e meio. Em pecado ou sem pecado o importante é que estejas vás em frente e felicidades aos "pecadores", brincadeirinha :) kiss

    ResponderEliminar
  13. E quando aprenderes a fazer uma francesinha perfeita vais partilhar a receita não vais? (a) ahahah
    E muito boa sorte para essa nova etapa! Tudo de bom :D

    ResponderEliminar
  14. E depois convidas-me a comer uma francesinha.
    É assim mesmo. A viver é que se aprende e quanto mais tempo debaixo da asa protectora, mais difícil se torna voar sozinhos.
    A minha foi mesmo sem namorado ahah. Comprou casa e foi à vida, com todo o nosso apoio moral, porque material também não havia muito.
    É uma panhonhice (esta inventei-a agora) ficar dependente dos pais e ainda reclamar, como se vê por aí.

    ResponderEliminar
  15. Cuidas-te e ficarás bem, seja feliz, sejam felizes e no mais tudo se resolve.

    ResponderEliminar
  16. Lendo os posts e comentários todos acho que são opções. E cada um deve optar pelo que é para si a felicidade. E os outros...os outros têm que respeitar. Todas as opções são válidas e legítimas desde que nos façam felizes e não prejudiquem ninguém. Não é porque o meu vizinho do lado é feliz a ouvir kuduro que eu não posso ser feliz a ouvir jazz. Simples assim. Quero que sejas feliz na tua escolha. E serás concerteza, porque é feita com o coração.

    ResponderEliminar
  17. São pequenas alterações no modo de vida que compensam por se estar com a pessoa de quem se gosta, por poder ter-se independência e crescer mais um bocadinho.
    E vale muito a pena :)

    ResponderEliminar
  18. Olha que eu tenho uma receita maravilhosa :P...

    Quando casei,há 8 anos tinha o quarto e a cozinha, tinha forno,placa,frigorifico e MLR...dentro de casa quando falavamos até fazia eco :)estivemos assim quase 3 anos...

    e somos felizes... temos saúde, trabalho e entendemo-nos perfeitamente, isto sim é que é verdadeiramente importante!

    Vai viver "em pecado"(adorei esta expressão!!),fazes muiiiiito bem e aproveita :)

    Bj

    ResponderEliminar
  19. E se fosse viver na penúria? E se fosse comer atum todos os dias? Qual era o problema? É a TUA vida! T-U-A!

    E como eu disse, e repito, o que importa é que as pessoas sejam felizes, caramba!

    ResponderEliminar
  20. S*, quando me juntei com o meu marido (aí há uns 9 anos atrás) só tinhamos um ordenado mísero, fizemos sacrificios e houve vezes que comemos massa com atum :) quando tivemos a nossa primeira casa, minima mas nossa, nem frigorifico tinhamos, os avós do meu marido é que nos ofereceram, mas nunca deixamos de pagar as contas nem de ser felizes j-u-n-t-o-s. Por isso o dinheiro não é tudo, conheço tanta gente que viaja, comprar roupas caras todos os meses, andam em carrões, têm casas brutais e depois não têm o mais importante: o Amor. Ah pois é.

    ResponderEliminar
  21. E quando tiveres a tua casinha terei todo o gosto em ir la cozinhar uma francesinha contigo! tal como cozinhamos sábado! Minha querida o que importa é sermos felizes! Vivo junta ha ano e meio, e o segredo é precisamente esse não nos anularmos, haver tempo para o casal e para a individualidade, continuarmos a ser o que somos, fazer ajustes!
    E tenho a certeza que não comerás atum todos os dias! beijo e boa sorte!

    ResponderEliminar
  22. Vais ficar uma expert... :) E sabes que mais? O importante é estares e seres feliz com as tuas escolhas. E viva o atum!!! .... eheheheh

    ResponderEliminar
  23. Acho que fazes muito bem em fazeres a tua vida ao lado do teu amor :)

    ResponderEliminar
  24. Digo-te: é das melhores fazes da vida, quando juntamos os trapinhos com alguém. E serem trapinhos, e não trapões, só dá mais gosto à coisa - puxa pela imaginação!

    ResponderEliminar
  25. Boa sorte! Sendo isso que queres de certeza que vais ser feliz!

    ResponderEliminar
  26. You go girl! O que importa é que tenham o essencial - um ao outro, e o suficiente para não andar a pedir aos pais no fim do mês. O meu marido (na altura namorado com quem «vivia em pecado» para adotar a expressão que por aqui tem corrido) estava desempregado quando nos juntámos. E contra as nossas expectativas, demorou 2 anos e meio a deixar de estar. Aliás, ainda nos casámos antes de ele começar a trabalhar! E não foi por isso que fomos e somos menos felizes. Olho para esse tempo como uma altura em que não pudemos ter luxos, mas passámos imenso tempo juntos e nos fartámos de namorar. Sejam felizes, que é o que importa!

    ResponderEliminar
  27. Acho que fazes muito bem. Eu quando comecei a viver com o Pitufo não ganhava sequer 400€ com força de vontade as coisas compuseram-se e já lá vão 5 anos!! Ainda que vivesses na penúria a vida é tua, e ninguém tem nada a haver com isso!!! E depois da minha experiência, porque ao inicio tinha um bocado de receio de deixar de ter vida própria ou quase até que perder a individualidade (note-se que vai já la vão cerca de 5 anos e eu ainda não tenho trinta, era pequenina ainda)!! Nada disso, eu continuo a ter a minha vida, ele a dele e temos a nossa!! Portanto boa sorte, aproveita bem e que sejam muito felizes os dois!!!

    ResponderEliminar
  28. Mas o que é que a massa com atum tem de errado??!! Eu adoro!!! E o meu gajo tb!!

    ResponderEliminar
  29. e feitas por ti vão ter um sabor muito melhor ;)

    ResponderEliminar
  30. Terás meses melhores do que outros, algumas dificuldades económicas... e depois? 100% da população mundial vive assim!
    Só tu sabes da tua vida e se queres e podes, força! As pessoas adoram apontar o dedo e tentar fazer as outras cair.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares