Saramago

Está bom que o senhor já era velhote mas fiquei chocada ao saber da sua morte. Achava a escrita uma tremenda seca, mas há que admitir que o homem era genial.

Três dias de luto em Lazarote pela morte de um escritor português (ainda que a viver em Espanha há vários anos) só provam a genialidade do senhor. E o prémio Nobel só veio carimbar o facto.

Lamentável.

Comentários

  1. E com o mundial pouca gente se aperceberá disso!

    ResponderEliminar
  2. Admirava-o como homem e como escritor. Fui apanhada de surpresa com a notícia, acho que lá no fundo acreditava que ele era imortal. E é.

    ResponderEliminar
  3. Foi uma grande perda, era dos meus escritores favoritos!

    ResponderEliminar
  4. Reconhecimento em vida!
    Não há vírgula que rebata o mérito.

    ResponderEliminar
  5. bem já algum tempo que não vinha aqui, por falta de tempo,
    mas tu tens escrito muito e bem como sempre,
    Saramago era sem dúvida um grande escritor, daí o prémio Nobel,

    bjo e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  6. Também não sou apreciadora.
    Mas quando entrei numa sala em que estava a tv ligada e vi o anuncio em letras grandes eu e uma amiga ficámos paradas à porta de boca aberta a olhar uma para a outra.

    ResponderEliminar
  7. Não percebo. Dizes que a escrita dele era uma seca mas que era um génio? :) Leste algum livro dele? Se não, devias de ler, são realmente geniais.

    ResponderEliminar
  8. Goste-se ou não da escrita, é uma pessoa importante que o mundo perde!*

    ResponderEliminar
  9. A verdade é que em vida tanta gente o criticou. Até mesmo o estado, na polémica que o fez ir viver para lanzarote. Agora metem-lhe o pedestral. é normal e não esperava que fosse diferente.

    ResponderEliminar
  10. Por acaso sempre foi um dos autores que nunca me despertou interesse para ler as suas obras... Por isso, opinião relativa ao senhor, não é quase nenhuma..

    Pode ser sim, um grande orgulho, por ter recebido o Prémio Nobel da Literatura...

    Descanse em Paz...

    Kisses*
    Fénix*

    ResponderEliminar
  11. Muad'Dib não percebo bem a tua pergunta. Reconhecer o valor a alguém não implica que eu goste. Também não gosto grande coisa do Miguel Sousa Tavares, mas reconheço que o homem tem talento. O Saramago era evidentemente um grande escritor, o que não significa que eu gostasse da escrita dele. Nem entendo bem a dúvida.

    ResponderEliminar
  12. Adora os livros do Saramago. É mesmo uma grande perda :/

    ResponderEliminar
  13. sem dúvida uma grande perda...
    tal como tu, também não gostava da escrita dele, não me aliciava minimamente, mas gostava do homem, da forma como falava, das bofetadas que dava a Portugal...
    De nunca ter tido papas na língua!
    que descanse em paz porque outro como ele não haverá em portugal.

    ResponderEliminar
  14. Adoro Saramago. (E não é só porque ele morreu)

    ResponderEliminar
  15. O que o governo está a fazer, é o minimo que poderia fazer, para recompensar tremendo ser humano!

    Beijo

    ResponderEliminar
  16. Espero que Portugal lhe dê a devida homenagem... Estou para ver!

    ResponderEliminar
  17. S*, embora perceba o que disseste, quando li a tua frase disparou o alarme de antítese. Eu não estou a discordar de ti, gostava era que lesses a sua genialidade para gostares ainda mais dele :)

    ResponderEliminar
  18. Eu não tenho muita coisa para dizer sobre ele, não. Só acho uma lástima. Ele fará falta à literatura. Que esteja em paz onde estiver...

    ResponderEliminar
  19. Eu percebo a tua posição S*, eu considero a escrita dele também um pouco estranha, mas no entanto ele era um genio sim, muito à frente pelas suas ideias.

    Não vamos pensar que foi uma perda, pois ele faleceu mas deixa a sua arte.

    "Ars longa vita brevis"

    ResponderEliminar
  20. Também fiquei chocada, não era grande fã da escrita do senhor, mas era um grande senhor !

    ResponderEliminar
  21. Acho eu nem as férias desculpam isto. Fiquei a saber da notícia pelo teu blog :(

    ResponderEliminar
  22. Ninguem esperava que ele se fosse assim, ainda por cima eu achava que ele era tipo Imortal, nem sonhava que tinha cancro, só soube ontem ...
    Enfim, fica imortal pelos livros que escreveu (:

    beijinho *

    ResponderEliminar
  23. Também não sou grande apreciador. Nem da escrita, nem de alguns "tiques" que o homem tinha. Acho que nem o Prémio Nobel dá a alguém o direito de se armar em dono de "verdades" há muito desmentidas. E a prepotência é sempre prepotência, venha ela da direita ou de uma esquerda esclerosada e arrogante composta pela brigada do reumático a que o Saramago pertencia.
    Mas compreende-se. A idade não permite acompanhar a evolução do Mundo com a lucidez da juventude e eu não posso falar muito, ou ainda me vens com a história do "Avô Cantigas". Sacana para isso, és tu eheheh

    ResponderEliminar
  24. Eu não me admirei pela morte, afinal, era uma pessoa já com alguma idade e nos tempos mais recentes já tinha tido imensas complicações de saúde. Recordo de o ver numa cadeira de rodas já com um ar bastante abatido. Por isso, como qualquer outra pessoa, infelizmente, estas coisas batem à porta.

    Quando à sua escrita, nunca li. Vi o filme e isso fez alguma comichão para experimentar ler qualquer coisa mas ainda não concretizei.

    Uma coisa que me irrita profundamente, especialmente agora que vai ser uma febre por causa da escrita do senhor, é as pessoas não admitirem que gostos são gostos. E lá porque uma coisa é considerada por algumas pessoas como muito boa, não quer dizer que eu vá ler e vá gostar. Porque posso gostar de uma escrita mais assim ou mais assado e isso não ser o estilo do Saramago. O que não invalida de, como a S*, reconhecer que algum mérito há-de ter uma pessoa que subiu a pulso como ele subiu até ganhar um prémio Nobel.

    Na literatura, como em todo o tipo de arte, o muito bom e o muito mau implica que nos identifiquemos ou não com aquilo de que estamos a usufruir. E há essa hipótese de lermos Saramago e não gostarmos, o que não faz de nós menos do que outra pessoa que leu e gostou. São apenas gostos, nada de universal.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares