Avançar para o conteúdo principal

Nos homens

Não sendo eu uma Doctor Love, tenho direito à minha opinião.

Gosto de cavalheirismo. Sim, gosto que me abram a porta. Gosto que me puxem a cadeira para me ajudar a sentar. Gosto que me ajudem a vestir o casaco. Mas gosto daquele cavalheirismo natural, de educação. Não suporto aqueles gestos forçados só para "parecer bem e conquistar a miúda".

Gosto de educação. Já vos disse que tenho um grave problema com falta de chá. Mas também não acho piada a gente demasiado formal. Se quiserem dizer uma "caralhada" de vez em quando, estejam à vontade. Também as digo e não gosto de flores de estufa.

Mas o que eu adoro mesmo é bom humor.

OK, assumo que aqueles homens meios sisudos têm a sua graça. As feições rígidas têm o seu "quê" de entusiasmante. O rosto fechado pode tornar-se cativante. Ficarem calados pode ser visto com sendo sinal de mistério... MAS...

Para convívio diário, prefere-se a boa disposição. Prefere-se alguém que abra o jogo todo. Sem subterfúgios. Preferem-se as piadas parvas e os sorrisos fáceis.

Afinal, é bom sorrir a alguém e receber um sorriso de volta. E não um daqueles sorrisos fechados, quase por favor. É bom - muito bom - receber um daqueles sorrisos que nos aquecem o corpo e a alma.

Comentários

  1. [É... poucos perdoariam ao Pessoa se escrevesse um livro de anedotas, p.e.!
    Os estereótipos do Senhor Doutor estão tão "enraizados" em nós, que as surpresas são raras: encolhemos os braços e vamos vivendo o "mais vale parece-lo do que se-lo"!
    Mas há sempre um momento em que o vento muda de direcção... até porque seres "a sério", precisam-se com carácter de urgência!]

    um imenso abraço,
    com a gargalhada possível
    (antes que venha a ser tributada, também)

    Leonardo B.

    ResponderEliminar
  2. Temos é poucas pessoas a dar-nos esses sorrisos que nos aquecem... Cada vez menos!

    ResponderEliminar
  3. o sentido de humor é uma das caracteristicas a que tb dou mais valor...e um sorriso bonito aquece o coração!

    ResponderEliminar
  4. O bom humor é essencial num bom parceiro...

    Bjs,
    http://medeixagozar.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Sendo assim, espero vir a subir na tua consideração.
    Mais que não seja pelas piadas parvas ahahah.
    E uma ou outra caralhada, pois então :PPP

    É preciso é acumular pontos na consideração das gajas.
    Mas quando tiver a minha caderneta cheia, vou reclamar o prémiozinho, ai bou, bou!

    Bjos.

    ResponderEliminar
  6. é mesmo muito bom :D

    e rir das próprias piadas ou receber aquele sorriso pelo qual tanto esperamos é uma sensação fantastica (:

    Beijinho,
    Sara

    ResponderEliminar
  7. É óptimo! Um sorriso desses é muito bom :D

    ResponderEliminar
  8. Um sorriso rompe muitas barreiras!... Gosto de te ler!


    BeijOOO
    AL

    ResponderEliminar
  9. Também gosto de sorrisos que me cativam, um sorriso vale mais que mil palavras! hehehe!
    Gosto de homens bem dispostos e com sentido de humor, nada de caras carrancudas e mau humor!
    Kisses and have a good weekend

    ResponderEliminar
  10. simples, directo, frontal, objectivo e claro...candidatos??!! dar um passo em frente:)

    ResponderEliminar
  11. No fundo,resume-se a uma questão de equilíbrio,certo?

    ResponderEliminar
  12. "Prefere-se alguém que abra o jogo todo. Sem subterfúgios."

    Eu prefiro ainda que não haja jogo de todo. Que seja tudo claro como água, como as coisas deveriam ser!

    ResponderEliminar
  13. s*zita...... e as nossas conversas no msn????????????? ahhahahahahhahahahahahahha.

    ResponderEliminar
  14. Não há nada como um sorriso com um olhar meigo e terno que nos arrepia os pelinhos das costas!

    Beijo

    ResponderEliminar
  15. Assino por baixo...
    Eu julgava que pensava assim por ser de um tempo em que os homens faziam tudo isso naturalmente, hoje se não me acautelo, quando entro num local muito movimentado, levo com a porta nas "trombas".
    Abracinho

    ResponderEliminar
  16. O sorriso diz muito sobre uma pessoa. Para além disso, aquece a alma! :)

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.