Avançar para o conteúdo principal

Menina boa VS Menina Má

Quando menos esperamos, ouvimos coisas interessantes na sala de aula.

A professora esteve a dar-nos alguns conselhos e aproveitou para falar da mentalidade retrógada de muita gente. Devemos andar sempre com um - pelo menos um - preservativo na carteira.

Esteve a explicar-nos que, muitas vezes, a sociedade distingue homens de mulheres no que diz respeito aos métodos contraceptivos. Para os rapazes isso é normal, totalmente aceitável que andem com um (ou cem) preservativos na carteira. Já com as meninas é diferente...

As meninas boas não andam com preservativos. As meninas boas têm de se entregar só depois das rosas e das velas perfumadas no quarto. As meninas boas não fazem só porque querem, é pecado. As meninas boas não têm vontades, não fazem só por fazer.

As meninas que andam com preservativos na carteira colocam a possibilidade de o fazer... logo, são más meninas.

Estúpida mentalidade.

Comentários

  1. Voltou a inspiração! :-) É só o começo de dias melhores. **

    ResponderEliminar
  2. Mentalidade retrógada, mesmo como dizes...
    Sendo assim, sou uma menina má!
    Prefiro ser menina má, mas prevenida...

    Kisses*
    Fénix*

    ResponderEliminar
  3. concordo...fogo so de pensar que eu quando "coiso",nao tinha...quem tinha era ela:P
    ahahha

    ResponderEliminar
  4. Tenho uma professora ainda mais fantastica! Diz que o alcool só mata neuronios se bebermos todos os dias (ou seja todos os fins-de-semana bora pa borga) e o alcool até faz pior que a droga!

    Por isso, fumem muito mas bebam pouco... tem logica :P

    Beijos*

    ResponderEliminar
  5. Então chego à conclusão, via mente da tua professora, que andam para aí meninas más aos trambolhões :P Mas sempre é melhor meninas más que a maternidade disparar na adolescência ou virem bebés ao mundo com pais que não estão preparados para os ter...

    Um grande enfim para a tua professora!!

    ResponderEliminar
  6. ah.. ent eu tenho 28 preservativos na minha comoda, que me deram no planeamento familiar onde fui buscar a pilula e nao ando com nenhum na carteira, porque dizem que não se deve de usar na carteira pq pode haver calor e bla bla bla.

    isso faz de mim uma menina má? xD tou prevenida das duas formas xD

    agora deu pra rir um bucado pah xD

    Bjinhos^^

    ResponderEliminar
  7. Pois é...
    ...então e tu que tipo de menina és? xD

    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Bruno, não ando com preservativos na carteira. Mas pelos vistos sou má. ahahah

    ResponderEliminar
  9. As meninas boas e espertas tomam a "pírola".
    As meninas más e ramelosas, os pombos hão-de cagar-lhes na cabeça eheheh.

    Então, que te ias embora, que andavas sem inspiração e afinal nem 24 horas passaram e já cá estás?
    Isso é que é coerência... :PPP

    Beijo (ou por outra: vá lá um aperto de mão e vais com sorte eheheh)

    ResponderEliminar
  10. nunca andei com um preservativo na carteira...sou uma boa menina, portanto!

    ResponderEliminar
  11. O mesmo se aplica a um homem que ande com muitas mulheres - um garanhão, portanto e uma mulher que ande com muitos homens - uma cabra, put/&%4! Enfim, mentalidades...

    ResponderEliminar
  12. depois ouvem-se aquelas frases... "mas é tão boa menina..." yeah right
    já dizia a minah avó
    "fia-te na virgem e não corras!!"

    ResponderEliminar
  13. LOOOOOOOOOOOOL

    as meninas "boas" por norma são aquelas que são piores. Acabam por ser as puritanas que andam sem preservativos na carteira, mas as primeiras a aparecer gravidas ou a fazerem kestão de colocar o preservativo das formas mais originais possiveis!

    Acreditem que sei de historias destas, daí a minha "ligeira volta ao estomago" em relação as menias de coro (aparentemente apenas!!!).

    I'm the devil, acho k me caracteriza :P

    ResponderEliminar
  14. As meninas são seres humanos, têm sentimentos, vontades, hormonas, gostam de sexo. Ponto.

    ResponderEliminar
  15. A sociedade é feita de preconceitos destes. Idiotas para alguns, lógicos para outros... Para mim é um preconceito idiota.

    **

    ResponderEliminar
  16. é muito melhor ser-se mãe adolescente, efectivamente :| Esta gente, sinceramente



    Beijinhóó S*

    ResponderEliminar
  17. E depois as meninas boas são mães aos 15 anos (ou menos)!

    ResponderEliminar
  18. Hum... acho que já não se pensa tanto assim...

    ResponderEliminar
  19. Querida S* e não é que a tua prof tem razão!.....
    beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Sem qualquer dúvida prefiro ser uma menina má e... inteligente!

    ;)

    ResponderEliminar
  21. eu sou uma menina má, não tenho essa mentalidade! ohhhhhhh.. temos pena :p

    ResponderEliminar
  22. Hoje em dia já não se justifica essa maneira de pensar...é mto mais prejudicial.

    ResponderEliminar
  23. então sou uma menina má assumida e com muito gosto. mais vale ser uma menina "má" prevenida do que ser uma menina boa com um filho na barriga (e já nem falo das doenças).
    se há pessoas que acham que as filhas só vão perder a virgindade lá para os 30. lamento, mas é porque não vivem no mundo real. ou pelo menos, ainda pensam como à uns anos atrás!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.