Avançar para o conteúdo principal

Aventuras cinematográficas


No cinema...

Toda a gente deve sentar-se nos sítios que lhes são destinados. Se no teu ticket diz M7, deves sentar-te no M7. Mas quando as salas estão praticamente vazias (o que aconteceu ontem à noite) é natural que as pessoas se sentem no lugar que lhes apetecer. No entanto, apareceu um homem que se queria sentar exactamente no lugar que lhe era destinado. Se calhar aquela cadeira era feita de ouro e dava massagens ao ocupante...

Na fila à minha frente estavam três pessoas juntas. As três pessoas não puderam sentar-se nos seus lugarzitos porque outras pessoas se tinham sentado nos seus bancos. Vai daí, sentaram-se nos bancos do lado.

Daí a minutos vem o tal senhor... Tinha ido ao cinema sozinho, pelo que não tinha a desculpa de precisar de vários lugares vagos. E quis sentar-se exactamente no L15. Não podia ser no L14 ou no L16... tinha de ser (caso contrário morria) no L15. Foi falar com as tais pessoas e eles explicaram que outras pessoas estavam no seu lugar.

Qualquer pessoa normal pegava e sentava-se no banco do lado mas o maníaco não quis... Obrigou as três pessoas que tinham ido juntas ao cinema (!) a ficarem separadas e alapou-se exactamente no meio deles. Assim, a separar as pessoas. Fiquei incomodada, achei de uma falta de educação terrível.

Há gente que não bate bem da bola. E não me lixem a dizer que tinha esse direito. Claro que tinha esse direito... mas podia ser um bocadinho condescendente. Não era por estar na cadeira ao lado que ia ver menos bem o filme. Devia ter colocado uma tabuleta com o seu nome na cadeira, para ninguém lhe roubar o lugar. Cromo.

Comentários

  1. Não concordo nada consigo!
    É nessas pequenas coisas, que parecem sem importância, e até nem têm muita, que começa a educação de quem quer que seja.
    Somos um povo do "deixa fazer porque desde que não me prejudique, tudo fica bem". Não pode ser assim!
    :))

    ResponderEliminar
  2. ha querida, abraço a tua espera no meu desarrumado

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Há pessoas que gostam mesmo de complicar....

    às tantas a ideia do homem era mesmo ficar rodeado por essas pessoas, uma vez que foi sozinho ao cinema(por isso insistiu)...
    assim de uma certa forma ja se sentia acompanhado :P:P:P

    enfim...

    beijinho :)

    ResponderEliminar
  4. É esse tipo de gajo que me desperta certos instintos assim a puxar para os homicidas...

    ResponderEliminar
  5. Eu odeio chegar ao cinema e ter pessoas no meu lugar, mas pronto também não tinha coragem de seprar as pessoas que iam juntas :|

    ResponderEliminar
  6. Por acaso, S*, até concordo com a maria teresa. O problema foi essas três pessoas não se terem sentado nos seus devidos lugares. Se lá estavam pessoas, que saíssem.

    É igual ao que se passa agora nos comboios e expressos... Até percebo o teu ponto de vista, mas o problema é que condescendemos demais, em tudo na vida, a começar pelas pequenas coisas...

    ResponderEliminar
  7. Se havia muitos lugares no cinema essas 3 pessoas levantavam-se e iam para outros 3 lugares vagos(já me aconteceu) e escusavam de ficar separados, se não houvesse tinham que se aguentar:).

    Por isso concordo em parte com a Maria Teresa;).

    ResponderEliminar
  8. Se fosse eu não insistia e ia para outro lugar, mas lá está, se havia tanto lugar vago, porque é que as pessoas quando compram os bilhetes não pedem o lugar que querem? E se quando chegam está ocupado, pedem para trocar...

    ResponderEliminar
  9. Já se vieram sentar no meu colo!! Aliás a senhora tinha mesmo o mesmo número que eu!! mostrou-me o bilhete e tudo! Era o mesmo lugar! mas na secção anterior!! dahh a sorte da senhora foi que chegou atrasada e 2 lugares 2 filas atrás estavam desocupados e mudei para lá se não sua excelência tinha visto o filme das escadinhas...

    ResponderEliminar
  10. nao acredito nisto :o credo, ha gente louca...

    ResponderEliminar
  11. Realmente essa não lembra a ninguém, uma dessas ainda não vi! Anda tudo doido...
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Credo!!
    Que homem tão bronco! É mesmo má vontade...
    Bjinhos***

    ResponderEliminar
  13. não gostaste pq?..

    Oh e quando tp ha tao 2 pessoas juntas, e ao lado de uma ha um lugar vago e do outro ha 2, vem um grupo de 3 e pede educadamente para os outros irem pa outra cadeira visto eles serem 3, um aceita a outra nao e ainda começa a discutir com a mulher e ainda disse "deve pensar que é chegar e ja esta", fiquei tao irritada com essa pessoa, é que a outra pediu educadamente. Irrita mesmo.

    bjinhos :)

    ResponderEliminar
  14. S*, não concordo nada contigo. Se eu escolho aquele lugar é porque é lá que me quero sentar. Se as outras pessoas se sentaram mal, temos pena! Têm é de se levantar e irem para os lugares que escolheram. Faço isso em todo o lado. Se estou no lugar J1, é no lugar J1 que me quero e vou sentar.
    Acho que as pessoas que se sentam nos lugares incorrectos é que têm uma grande falta de civismo pois estão, ou poderão estar, a ocupar um lugar que não lhes foi destinado. E ao chegar o legitimo "dono" daquele lugar em vez de se levantarem e pedirem desculpa ainda "reclamam" passam também a ser mal educadas.
    Pelo menos é o modo como penso.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  15. Bom a verdade é que esse senhor poderia ser um pouco mais condescendente, mas se ele tem a tara por aquele lugar e o comprou por isso mesmo acho que também é chato para ele ter que se sentar noutro e não no "seu preferido" só porque alguém se lembrou de se sentar onde lhe apetece.

    Se a sala estava vazia porque não pedem logo os sítios onde realmente se querem sentar. Evita confusões destas...

    **Beijocas**

    ResponderEliminar
  16. Bem... eu sou a favor dos lugares marcados.

    Aliás, eu escolho sempre o lugar para onde quero ir (se houver, claro)... mas se estiver alguém no meu lugar eu peço com toda a delicadeza que ali é o meu, se o lugar deles está ocupado ou não problema deles.

    E mais, comparo isso a estar numa fila e tirar uma senha e alguém se borrifar para isso e passar `aminha frente (tirando grávidas, etc...)... somos mto permissivos, é por isso que Portugal anda na bandalheira que anda!

    Revolução, Revolução lol... mas agora a sério, se o lugar é meu... é meu e ponto!

    ResponderEliminar
  17. as três pessoas deviam era ter passado o filme todo na conversa para irritar o senhor ahaha é o que ele merecia xD

    bjo

    ResponderEliminar
  18. Tudo bem, o lugar era-lhe destinado e tal,mas queria ver se fosse ao contrário e estivesse com amigos e fizessem o mesmo.. aposto que ficava todo chateado.. de certeza que já não vai pró céu =P

    ResponderEliminar
  19. Compreendo a tua posição, mas quer queiras, quer não, o senhor tinha razão, o lugar era dele, ponto final.

    Ok, não custava nada ir um ao lado. Também não é preciso ser extremo e compreender a situação. Mas se ele se armou em esquisito, tinha todo o direito de pedir esse lugar.

    Por ex, porque é que essas 3 pessoas juntas não tinham pedido lugares juntos?

    Eu se encontrar alguém no meu lugar também não gosto nada, alias, até me passo.

    ResponderEliminar
  20. Aposto que no final do filme,ele quis levar a cadeira com ele...lol (brincadeirinha)

    Se calhar o senhor estava num dia mau...A esposa/namorada lá não quis ir ao cinema e ele teve que o gramar sozinho...daí se calhar esse mau feitio todo...;)

    ResponderEliminar
  21. Se a sala estava assim tão vazia, essas 3 pessoas podiam ter ido para outros lugares onde pudessem ficar juntas.
    De qualquer maneira, não custava nada ao senhor ter ido para outro lugar, a não ser que aquele fosse o seu lugar preferido do cinema.
    Big Kisses

    ResponderEliminar
  22. Há pessoas que não gostam de atenção, mas acabam por cair no ridículo com essas chamadas de atenção! Enfim....haja paciência, ou melhor, caderneta para esses cromos!

    ResponderEliminar
  23. Uma vez fui ao cinema com o meu pai, e como já estavamos em cima da hora do filme e a sala estava vazia, nem reparámos nos lugares dos bilhetes (foram aleatórios, ninguém nos pediu para escolher) e sentámo-nos por lá... 5 minutos depois do filme começar, chegaram 2 senhoras que tinham os bilhetes exactamente para os lugares que tinhamos escolhido aleatoriamente XD Lá nos levantámos, claro, mas é preciso um certo azar:P

    ResponderEliminar
  24. Olha gaja, desta vez tenho de discordar de ti.
    O que eu vou dizer já foi dito por muita gente mas digo na mesma.
    Eu sou um tipo que, quer concorde ou não, cumpro as regras estabelecidas. Vivemos em democracia e somos nós que, directa ou indirectamente, somos responsáveis pelas leis que temos, pelo país que temos, pelo governo que temos, pela justiça que temos. E se não temos muitas destas coisas, é porque somos negligentes no exercício dos nossos direitos. Eu, pecador, me confesso: estou a cagar-me para eleições, por isso tenho alguma responsabilidade na maneira como o país é mal dirigido.
    Por isso acho que se algo está mal no cinema da tua terra, é o facto de as pessoas serem baldas, sentarem-se onde lhes apetece, numa manifestação descarada de indiferença pelos direitos dos outros.
    Como alguém já aqui disse, o mal não está na família ter de ficar separada. O mal está na família não ter exigido os seus direitos e ainda ficar indignada por haver quem os exija. E depois, num cinema vazio é tão fácil a uma pessoa procurar um lugar (porque o seu está ocupado), com os outros três bananas que não exigiram os seus lugares, irem juntos para outro lado.
    É evidente que este é um caso sem importância, mas é nestas pequenas coisas que começa por se manifestar a nossa falta de civismo como povo.
    Para mim, uma pessoa ir ao cinema e sentar-se no lugar de outra, é o equivalente ao acto de cuspir na via pública.
    É igualmente falta de civismo e respeito pelo próximo.
    Toma! eheheh

    ResponderEliminar
  25. Não gostei do "gaja" nem do "toma"! Com estas duas palavras o CO2 poluiu o seu texto, no resto estou de acordo com ele.

    ResponderEliminar
  26. Maria Teresa

    A S* é uma gaja porreira de quem já sou amigo há "alguns blogues atrás". E não me venham com essa treta das amizades virtuais, porque eu já sofri muitas desilusões com alguns "amigos" reais.
    A S* sabe que, acima de tudo, acima das "bocas" foleiras que eu aqui deixo, tenho por ela muito respeito e consideração.
    Não é "gaja"?

    ResponderEliminar
  27. É sim, gajo. :P

    Co2, sejas um rafeiro pulguento ou um tubo de Escape, eu gosto de te ler. E podes mandar as tuas bocas foleiras, eu rio-me com elas. :P

    O respeitinho é bonito e eu gosto dele. E não precisa de ser camuflado por palavras bonitas. Pode usar palavras rudes e bruscas... saberei reconhecê-lo de igual forma.

    ResponderEliminar
  28. Olha, já podes ir lá ver o focinho da minha amiga "nina".
    Diz lá se não tenho "amigas" lindas?
    A começar por ti... um bocadito mais peluda do que a "nina", mas o que interessa é a amizade ;D

    ResponderEliminar
  29. Então mas porque é que essas três pessoas não se mudaram juntas para outros três lugares?

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

I wish

 Faço anos daqui a um mês e, este ano, vou querer prendas muito práticas e objectivas. Algumas coisas preciso comprar, outras substituir, mas acho que vou deixar um pouco as vaidades de lado e optar por poupança real - porque são coisas que teria de comprar. Alisador de Cabelo a vapor BELLISSIMA My Pro (Titânio - 170 °C - 230 °C ) Este ou outro qualquer, desde que seja bom e não me estrague (demasiado) o cabelo. Uns auscultadores. Preferencialmente giros. Preferencialmente sem fios. Estes ainda por cima dobram-se, o que é muito prático para colocar na mala. Um candeeiro de tecto novo para o meu quarto, que o que tenho é antigo e tapa imenso a luz. A minha irmã comprou este candeeiro de mesa para o quarto do meu pequeno (em preto) e amei de paixão. Queria assim em tom cobre para o meu quarto. :) Todos os candeeiros da Leroy Merlin / AKI.

Work in progress

Aprender a lidar com a solidão não é um processo mesmo nada fácil. Ando a diversificar as minhas formas de entretenimento, mas, convenhamos... A COVID não é muito minha amiga. A chuva rouba-me as caminhadas. Valham-me as amigas que me telefonam para ir apanhar pinhas ao monte e as colegas sempre presentes.  Comecei a dançar às segundas-feiras à noite - com a vantagem de achar a professora uma simpatia. A amiga Netflix tem-me feito muita companhia. Estou a ver a primeira temporada de Outlander e sei que tenho série para umas semanas. Os livros também prometem ser grandes amigos, mas sinto-me sempre com tanto sono e com tanto cansaço que tenho evitado a palavra escrita. Estou bem, mas estou a adaptar-me. Com dias melhores e dias menos bons. Obrigada a todos os que, de uma forma ou de outra, demonstraram caminho.