Avançar para o conteúdo principal

Missão cumprida

Último dia de estágio. Pelo menos do que conta para nota. Sinal que a missão foi cumprida e eu não podia estar mais orgulhosa.

Três anos, muitas cadeiras. Ética e Deontologia e Jornalismo Comparado foram as que mais me interessaram. Gosto de investigar. E se for com bons modos, tanto melhor. Economia, a cadeira que mais me assustou.

Três anos, muitas canseiras e tantos outros trabalhos. Mas missão cumprida. Só falta fazer um relatório sobre o meu estágio. Mas a sensação de alívio é inqualificável.

Gostei do curso desde o primeiro dia. Não precisei de faltar a aulas. Não precisei de repetir cadeiras. Não precisei de fazer directas. Adorei o curso, por inteiro. Foi agradável.

Os jornalistas são um bicho lixado. Há quem os odeie, há quem não viva sem eles. Ao longo destes três meses de estágio fui tímida e perdi a vergonha. Errei e fiz tudo como devia de ser. Fui maltratada e bajulada. E é isso mesmo que adoro nesta área: a bela da instabilidade que nos deixa sempre ansiosos pelo passo seguinte.

Comentários

  1. Até eu me empolguei a ler isto! :P
    Que bom! Que assim continue :)

    *

    ResponderEliminar
  2. Parabéns. Que continue a correr tudo bem.
    Bjo.

    ResponderEliminar
  3. Ainda bem que sentes esse alívio inqualificável ;) Melhor do que isso, ainda bem que estás contente com o curso e com a sensação de missão cumprida!! Muito boa sorte para o que te espera, Sanxeri ;) [Torna-se difícil associar esse S* a ti...para mim já eras a Sanxeri..] Beijos

    ResponderEliminar
  4. Parabéns pela conclusão de mais uma etapa ;) Agora por favor, segue um caminho sempre íntegro e fiel a ti mesma, no matter what. Por favor, não acabes "jornalista de TVI".. sim? =P ********

    ResponderEliminar
  5. Boa sorte então para a procura de emprego minha filha.
    Porque isto anda mesmo uma foda.........
    Parabéns

    ResponderEliminar
  6. Agora segue-se um passo não menos difícil: arranjar emprego na área.
    Desejo-te sorte, porque bem vais precisar.
    Entrar no mundo do trabalho, hoje em dia é quase uma loteria.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Temos jornalista é?
    Eu acho que nesse meio há de tudo e depende principalmente do Quem faz e não do Que faz.
    Põe a tua essência em tudo o que fazes e tenho a certeza que os elogios vão superar de longe as críticas :)

    Beijo

    ResponderEliminar
  8. Parabéns Sanxeri! Que se siga uma vida profissional com muitas instabilidades estáveis, muitos sucessos e alegrias ;)

    ResponderEliminar
  9. boa sorte daqui para o futuro...

    ResponderEliminar
  10. Fico muito feliz por já teres terminado o estagio, e por te estares a sentir satisfeita e orgulhosa com o teu desempenho...
    Quando fazemos alguma coisa por gosto, parece que ainda a fazemos melhor...
    Parabens e felicidades para o futuro profissional!
    Beijos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  11. Ainda bem que te satisfaz! Espero que agora consigas alguma coisa rapidamente e que te faça sentir tudo isso (tirando, talvez, maltratada).

    ResponderEliminar
  12. Parabéns e muito sucesso para ti! :)

    ResponderEliminar
  13. boa sorte! muito sucesso e bom trabalho!
    beijos

    ResponderEliminar
  14. Desejo-te boa sorte para u teu futuro, até porque vais precisar o jornalismo é um mundo lixado principalmente neste país..

    Beijo

    ResponderEliminar
  15. mto boa sorte.

    é uma pena as coisas estarem tão más na comunicaçao social. às vezes penso que tive azar em ter começado nisto nesta fase, se tivesse sido mais cedo acho que seria mais fácil mas por outro lado isso também pode ser positivo porque acho que quem se aguentar nesta altura pode muito melhor ultrapassar outras tempestades.

    nca desistas tu.

    *

    ResponderEliminar
  16. E viva o jornalismo :)
    Estas tuas palavras animam-me :D Espero daqui a 3 anos estar a dizer o mesmo ^^

    ResponderEliminar
  17. 'devia de ser'

    Boa, senhora jornalista!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.