Gosto da sensação de conseguir superar-me a mim mesma. É sinal de que ainda tenho muito para aprender e isso agrada-me. :)


Hoje lá fui eu rumo a Vila do Conde ter com uma colega minha (mil vezes obrigada!) para me dar umas lições de Adobe InDesign. Para o comum dos mortais, o nome pouco ou nada significa. Mas para os estudantes de jornalismo é mais uma das quinhentas ferramentas que os professores exigem que nós conheçamos.


Aqui me confesso uma ignorante no que diz respeito à informática. Não percebo nada da coisa, não tenho jeito para a coisa e... pior... Não estou interessada na coisa. Vai daí, sempre que me marcam um novo trabalho vejo-me às aranhas para perceber como este funciona.


Cheguei a casa da minha amiga, instalei-me e comecei a ouvi-la falar sobre o programa. Daí a um pedaço já estava ambientada com aquilo e, como o professor diz, é realmente intuitivo. :P É giro, gosto de mexer naquilo, e se tivesse mais tempo creio que ia adorar passar horas a descobrir tudo aquilo que pode fazer.


O meu jornal impresso estábem encaminhado. Está simples mas bem organizado, que é o que mais interessa.


E eu muito orgulhosa de mim mesma por ter conseguido vencer mais uma batalha com a informática. :D


Comentários

  1. Tudo na vida acaba por fazer falta mais cedo ou mais tarde. É por isso que eu nunca viro costas a cultivar-me!

    bjs

    ResponderEliminar
  2. Eu disse-te q a coisa era facil!

    Era só habituares-te, o resto era intuitivo... ou serão os ares da bila que te inspiram? :)

    Sempre que precisares, já sabes... arranja-se sempre um tempinho pra retribuir aquelas notas fantásticas que tu tiras e que compensam a minha desmemoriação precoce ;)


    Bjo*

    ResponderEliminar
  3. A Marta, a minha companheira de trabalhos. :) Sem ti, tudo seria mais dificil naquele curso.

    Beijo ***

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares