Avançar para o conteúdo principal

Velhos hábitos

Estou tão habituada a pessoas complicadas, a situações complexas, a "relacionamentos" difíceis, que quando algo bom, simples e leve surge... Dou por mim a complicar. 

Opto então por pousar a cabeça, fechar os olhos e dormir... Porque no dia a seguir irei acordar mais calma, mais confiante e mais serena. Nem tudo tem de ser complicado, complexo e difícil... Pode existir apenas o muito bom. Sem merdas.

Comentários

  1. Quando comecei a namorar com o Jack lembro-me de sentir que corria tudo bem. Talvez até demasiado bem para quem ouvia os dramas amorosos das amigas e as discussões entre namorados. Lembro-me de pensar que se calhar não era suposto correr assim. Depois decidi deixar de ser pateta e assumi que o que tínhamos era mesmo bom. Quase 17 anos depois, continua a ser. Não temos feitio para grandes discussões, para ficarmos chateados durante horas (não tenho qualquer paciência para isso, admito), conversamos sobre tudo, e tudo flui sem problemas. :)
    Aproveita S*. Nem sempre tem de haver problemas. :)

    ResponderEliminar
  2. Procura ajuda se achas que não estás a saber lidar sozinha. Por vezes, as pessoas complicam a ponto de perder a pessoa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entendo e concordo... Lamentavelmente, sei muito bem os motivos pelos quais fiquei assim mais 'complexa'. Sempre fui muito calma e confiante, até ao dia... Tenho noção e faço por contrariar. :)

      Eliminar
  3. Tem de pensar sempre se a outra pessoa a faz mais feliz, se a faz melhor pessoa. Pode parecer um clichê, mas isto existe.
    Nunca tenha medo de ficar sozinha.
    E, se está apaixonada, ainda bem. Dou-lhe os parabéns, porque é uma fase sempre linda, especial.
    O resto?! Deixe vir, com cabeça, coração e aproveite de corpo e alma, pois isto passa a correr.

    ResponderEliminar
  4. Confesso que receio que se um dia voltar a relacionar-me com outra pessoa - no sentido romântico - eu seja o problema.
    Já percebi, que devido ao que passei na anterior relação, fiquei muito fria e pouco tolerante com falhas. Se eu tiver a perceção de que me pode estar a esconder algo, a mentir, ser mal educado ou a ser machista, eu mande tudo fora. Se for verdade é mesmo o melhor (para mim), o meu receio é eu interpretar as coisas não sendo elas efetivamente assim..

    ResponderEliminar
  5. Entendo perfeitamente.
    Já liguei com tanta m* e pessoas tão complicadinhas…
    Quando algo de bom surge fico sempre naquela: “eu já passei por coisas coisas que depois se tornaram pesos desnecessários… será que vou passar pelo mesmo?”
    Pois… são resquícios…

    Não tenhas medo de ser feliz, porém, sem expectativas altíssimas.
    Devagar se vai ao longe!

    ResponderEliminar
  6. Eu, por acaso, admiro muito a tua aparente capacidade de experienciar a vida e as pessoas sem reservas, como com o ar babado do post anterior ;) ;) ;) ;) (muitos piscar-de-olho aqui, minha menina).

    Não acho nada que sejas complicada, ainda que tu lá saibas o que vai aí dentro. E toda a gente tem receios e pensa demais. Nem toda a gente consegue é dar um passo atrás e gerir esses receios de forma realista. É espectacular que acordes confiante e serena, pronta pra mais uma aventura no dia seguinte. Partilhar sentimentos e sentir conexão com alguém é DÍFICIL, porra, é preciso ser muito vulnerável e contrariar a tendência de criar muralhas e uma distância segura para ninguém poder atingir-nos. Eu acho que estás a ir muito bem e a abrir caminho com calma.

    Beijinhos!

    Mira

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.