Avançar para o conteúdo principal

Deslumbrem-se



Pelas pequenas coisas. Por pessoas. Por atitudes. Por palavras. Por cores. Por cheiros. Por visões. Por sabores. Por toques. Por afectos. 

 E tu? Já te deixaste deslumbrar hoje? 

Comentários


  1. Aprecio muito da vida mas sem deslumbramentos.
    Deixar-se deslumbrar desmedidamente e fácil, fácil... leva a desilusões.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por que motivo diz isso? Não tem de pensar só em pessoas. Hoje deslumbrei-me com a beleza furiosa da chuva matinal. Com o calor do copo de chá a aquecer-me o corpo. Com o desafio que é conseguir fazer novas cambalhotas no aeropilates. E isso só me realiza!

      Eliminar
    2. Porquê? Porque não gosto de lidar em modo 8 ou 80 com pessoas.
      Eu sou aquela que se deslumbra com tudo, com o nascer do dia, com o pôr-do-sol, com a força da natureza, com uma flor, como uma foto bonita, com uma cama de lavado, com um bombom, com dias de sol e até com chuva, com uma vida cheia de cores e texturas, com uma “merdinha” qualquer, de verdade.
      Consigo ver beleza em quase tudo o que nos rodeia.
      E digo-te mais, acho que estou cada vez mais atenta a tudo, no meu dia-a-dia, apreciando todos os momentos, seja no trânsito ou numa esplanada.

      Mas, em relação a pessoas... já lidei com maldades vindas de pessoas aparentemente lindas, assim como já vi atitudes maravilhosas de pessoas com passados medonhos.
      Portanto, deixei de me deslumbrar.
      Isto não significa que não consigo apreciar o lado bom das pessoas, nem significa que sou descrente, porém, todos temos um lado sombra... todos!
      Às vezes vejo atitudes (boas e más) de quem nunca esperei.
      Chego à conclusão que nunca conhecemos verdadeiramente as pessoas.
      Por vezes dou por mim a pensar que o ser humano é brutal, somos uns corajosos... e outras vezes dou por mim a achar que somos todos umas bestas, que nada sabemos mas achamos que sim.
      Não me deixo iludir, tento viver um equilíbrio para não cair no deslumbramento e logo a seguir desilusão... e de novo deslumbramento e a seguir nova queda, tal como vejo tantas pessoas.

      Eliminar
    3. Mas concordo em absoluto consigo. Também me referia a esse deslumbramento simples, com pequenas coisas da vida, com emoções, com coisas que nos fazem felizes. Não necessariamente pessoas.

      Por acaso, é verdade que aqui há três dias tive uma conversa absolutamente maravilhosa com uma pessoa. Uma boa surpresa... Mas estou consigo, tenho tido desilusões imensas. No final do mês de Março tive uma desilusão tão grande que duvido que confie novamente tão cedo em quem quer que seja.

      Eliminar
  2. Facilmente me deslumbro com as coisas da natureza - cheiro a flor de laranjeira e das glicínias, a transformação das árvores, a passarada à volta de casa - o sorriso e a simpatia natural de pessoas, o olhar e carinho do meu filho, ler um livro, cantar uma música.
    No meio das falsidades, injustiças e malandrices da vida, ajuda-me a sentir bem e a manter a minha sanidade mental.

    Mas depois tenho um lado "estranho" talvez... é que não gosto de frases motivacionais. Tenho-lhes o chamado "odiozinho de estimação". Não consigo ultrapassar isso (na verdade também não quero).

    Não acalmes demasiado S* :-)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã. Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte? Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria. Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

Womanizer - O Feedback

Pois bem, minhas amigas... O Womanizer lá chegou através da Amazon de Espanha ao fim de uns dez dias.  E tenho a dizer-vos que custou 189 euros e vale cada cêntimo. Obviamente que não vou estar aqui a entrar em detalhes, mas é um estimulador muito bonito, com um toque agradável, que vem acompanhado por um gel lubrificante que diz "Orgasm is a human right" , o que me parece um excelente princípio. Admito que, por incrível que seja, ainda demorei uns bons minutos a perceber exactamente o encaixe. Parece óbvio, mas não é, porque vibra mal toca na pele e, com o estímulo, não é assim tão simples quando poderia parecer. Ou sou eu que sou aselha. Mas também garanto, minhas amigas, que a partir do momento em que há encaixe, é uma questão de segundos. Não é exagero, são segundos. E uma coisa que se prolonga até à infinitude... Ou até já não aguentarem mais e desligarem, como acontece comigo. Sim, sou uma descarada. Sim, vale todos os euros. Sim, é garantia total. Repetidamente. Infini

:)

Um mês e dez dias depois, tive oficialmente "alta" médica. Ainda não estou aí para as curvas, mas já obtive autorização para voltar a conduzir. Também posso fazer fisioterapia sem preocupações... Já tinha feito uma sessão - na passada semana - e é impressionante o bem que apenas 45 minutos de fisioterapia me fez! Este fim-de-semana volto para o meu apartamento e para as minhas rotinas. Estou feliz por voltar ao meu mundo, mas reconheço que quase mês e meio no ninho da mãe, nesta fase do campeonato, me fez muito bem. Precisava de curar-me física e emocionalmente. Não estou boa, mas estou quase boa.  O melhor ainda está por vir. A todos os níveis.